Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

6 Páginas <12345>»
2 Profissões novas disponíveis para as aventuras nas Terras Selvagens Opções
#61 Marcelo_Rodrigues Enviado : 30/01/18 09:37
Fabio, por mim está ótimo. Feliz

Como sempre disse... bárbaro é a designação dos povos do sul dadas pelo povos "civilizados". Há bárbaros guerreiros, mas há bárbaro ssacerdotes, ladinos, padeiros, fazendeiros... Bárbaro é uma palavra genérica e não se aplica.

OBS: esta discussão do Bárbaro é muito antiga no projeto e tem mais de uma década! Ela já surgiu varias vezes e sempre esbarramos nesta questão. Nunca incluímos o Bárbaro exatamente por que fica muuuuuito estranho.

Berserker está ótimo e o nome "tradição" para a especialização me soa bem. Qualquer pessoa que goste da classe "Barbariam" do D&D vai gostar.
#62 Azurius Enviado : 30/01/18 20:47
Fábio, é possível ter feiticeiros que sua matéria prima seja encantos temporais?
#63 Fábio_CM Enviado : 04/02/18 23:00
Azurius escreveu:
Fábio, é possível ter feiticeiros que sua matéria prima seja encantos temporais?

Think

Azurius, se for algo sutil, pode ser inserido como feitiço dos videntes. Nada de controlar o tempo, no entanto.
#64 Kali Enviado : 27/02/18 23:29
Os lutadores/monges/porrada serão implementados em algum momento no futuro? Seria talvez interessante uma especialização de Bersesker aqueles que optam por fazer de seus próprios punhos suas armas através de algum treinamento nas terras selvagens/montanhas/etc.

Sobre o colégio de sangue também acredito que ele seria algo mais direcionado a feiticeiros do que magos propriamente ditos, mesmo nas terras conhecidas de Tagmar.

A especialização de "Vidente" é muito interessante, mas acredito que as magias já existentes no tagmarpedia não fazem uma personagem atraente para jogar, eu imagino uma especialização que além de ver o futuro também possa utilizar tarot, bolas de cristal, cristais, fazer poçoes do amor/ da sorte/etc, trabalhar talvez com ervas e que tenham algo meio misterioso e talvez até certo contatos com os espiritos quem sabe.

Para os rastreadores existe no tagmaedia a especialização dos astros ou cosmos que seria tambem interessantes de ser revista.
#65 Ares Enviado : 28/02/18 11:20
Citação:
Os lutadores/monges/porrada serão implementados em algum momento no futuro?

Acho que eles se encaixam mais nas Ilhas Independentes.
#66 samuel.azevedo Enviado : 06/03/18 14:10
Fabio, a tarefa da guilda dos caçadores de recompensa está disponível? Eu pensei em pedir ela, mas notei que Alisson já fez recentemente muito trabalho sobre a guilda na Tagmarpedia. Ele não quer ser o responsável da tarefa?

Tenho outra sugestão de guilda Pray :
Guilda dos Trapaceiros - Reúne ladinos que usam de golpes sujos, e ataques combinados com subterfúgios. Para eles, as leis e os costumes só existem para dar uma falsa segurança as pessoas enquanto eles exploram suas brechas. Os trapaceiros consideram que a honra é um conceito infantil e irreal, que é seguido pelos tolos e usado como fachada por outros.

Abraços
#67 Fábio_CM Enviado : 06/03/18 14:25
samuel.azevedo escreveu:
Fabio, a tarefa da guilda dos caçadores de recompensa está disponível? Eu pensei em pedir ela, mas notei que Alisson já fez recentemente muito trabalho sobre a guilda na Tagmarpedia. Ele não quer ser o responsável da tarefa?

Tenho outra sugestão de guilda Pray :
Guilda dos Trapaceiros - Reúne ladinos que usam de golpes sujos, e ataques combinados com subterfúgios. Para eles, as leis e os costumes só existem para dar uma falsa segurança as pessoas enquanto eles exploram suas brechas. Os trapaceiros consideram que a honra é um conceito infantil e irreal, que é seguido pelos tolos e usado como fachada por outros.

Abraços

Vou enviar um MP para o Alisson. Faz tempo que não vejo ele postando no fórum.

Quanto a guilda, pergunto: em que os trapaceiros seriam diferentes dos ladrões e piratas?
#68 samuel.azevedo Enviado : 06/03/18 17:12
Ok, refazendo a proposta para ficar mais diferenciada das já existentes:

Guilda dos Trapaceiros

Reúne ladinos que pensam que as leis e os costumes só existem para dar uma falsa segurança as pessoas enquanto eles exploram suas brechas. Os trapaceiros não são foras da lei, mas usam de meios considerados por muitos como desonestos ou antiéticos para obter vantagens. Em combate, um trapaceiro é imprevisível, usa de golpes sujos, e ataques combinados com subterfúgios. Os trapaceiros consideram que a honra é um conceito infantil e irreal, que é seguido pelos tolos mas apenas usado como fachada por quem entende a vida como ela é.
#69 Fábio_CM Enviado : 06/03/18 17:16
Ficou com mais personalidade. Aguardando mais alguém se manifestar a respeito para decidir se abrimos ou não a especialização.
#70 Azurius Enviado : 07/03/18 09:30
Eu apoio a ideia do Samuel.
Eu gostaria de ver tbm a criação de mais um mago nas terras selvagens. Sinto que não estamos aproveitando Lar.

Eu queria sugerir uma ideia um pouco inovadora.

E se os elfos de lar quisessem apagar o passado e se livrar do "erro" que foram os sombrios? E se eles estivessem estudando magias que pudessem mexer com a fluidez do tempo pra fazer isso?

Acho que seria a deixa certa, que acompanharia a cronologia e inseriria um fato pra uma futura expansão da ambientação.

Posso deixar a minha sugestão de Colégio Cronomântico?

Abraço
#71 samuel.azevedo Enviado : 07/03/18 10:12
Concordo que é interessante ter algum colégio para Lar, pode ser o cronomante, e/ou quem sabe arquimagos.
#72 Fábio_CM Enviado : 07/03/18 10:20
Eu até concordo que possa existir um colégio em Lar, mas não vejo sentido neles estudarem magias de tempo, especificamente. Até devido a todos os paradoxos de tempo que podem existir.

Podemos criar um colégio para Lar e acrescentar algumas magias de tempo. Seria algo pontual, com duas ou três magias, de forma a destacar que os elfos também possuem essa linha de pesquisa em seu colégio. Mas um colégio dedicado para isso eu não consigo ver muito sentido.
#73 samuel.azevedo Enviado : 07/03/18 10:35
Existem duas especializações extraoficiais para lidar com magia do tempo e elas exploram esse problema de paradoxo. Elas são um pouco parecidas mas diferem em alguns pontos que eu e Azurius discordamos.

Colégio do Tempo

Colégio Cronomantico
#74 Marcelo_Rodrigues Enviado : 07/03/18 15:28
Para lar estava previto o Colegio Imperial de Magia de Lar. Este seria um colegio dos elfos de Lar e a ideia era ser diferentes dos 6 atuais mas não vejo que tenha de ser assim tão radical. Deveria ter coisas deste colegios.

Devemos lembrar que os elfos do mundo civilizado vieram de Lar e é por isto é que vejo o Colegio das sombras ser bem diferente, mas não no de lar.
#75 Ares Enviado : 08/03/18 01:37
Que tal um colegio triplice em lar? Uma única instituição com três "cursos" de magia dentro, pensem nisso como uma universidade de magia, mas não só de magia. Mas uma instituição para o ensino das artes, retorica e historia(bardos), matematica, ciências diversas, engenharia, aonde a magia, muito mais comum em lar, é só um ramo do conhecimento estudado por alguns que se encontram aptos para isso.

Se algum lugar em Tagmar tem isso, seria lar, um lar do conhecimento abençoado por Palier e pelos outros deuses.
#76 Kali Enviado : 08/03/18 02:40
O Guerreiro Arcano ou como la que se chame a classe poderia ser de Lar também!
#77 Azurius Enviado : 08/03/18 10:34
Fábio_Cm escreveu:
Eu até concordo que possa existir um colégio em Lar, mas não vejo sentido neles estudarem magias de tempo, especificamente. Até devido a todos os paradoxos de tempo que podem existir.

Podemos criar um colégio para Lar e acrescentar algumas magias de tempo. Seria algo pontual, com duas ou três magias, de forma a destacar que os elfos também possuem essa linha de pesquisa em seu colégio. Mas um colégio dedicado para isso eu não consigo ver muito sentido.


Então fábio, blz? Se o colégio for bem feitinho e amarrado nos podemos eliminar esses por menores.

Quanto a vontade dos elfos de lar de extinguir a existência dos sombrios e a possibilidade "É Importante lembrar que Querer nem sempre é Poder", o fato deles buscarem por uma forma de findar com os elfos sombrios, não quer dizer que eles realmente tenham conseguido alcançar.

Magias que possam vir dar algum tipo de problema são as ancestrais e essas são de caráter eletivo pelo mestre.

Deixa a possibilidade surgir aí, ela é uma ideia muito diferente do material que já temos nos livros e certamente vai enriquecer muito o material.
#78 Fábio_CM Enviado : 08/03/18 12:01
Lidar com o tempo sempre é um problema. A maior parte da ficção lida com os paradoxos criando "multiversos", que são dimensões de tempo onde os acontecimentos ocorrerem de forma diferente. Não temos tempo e acho que isso não cabe em um cenário de fantasia medieval.

Imagine o seguinte: Um mago do tempo volta apenas 3 horas para alterar um fato simples: avisar seu companheiro de que ele deve vestir a armadura a partir dali, ou morrerá em combate que iniciará de repente. Ele não conta suas razões para o seu "eu do passado", aquela sua versão que está vivendo o mesmo momento do tempo que seu companheiro que morreria.

O companheiro cumpre a ordem e não morre. Quando o seu "eu do passado" vive as 3 horas e chega naquele instante em que voltaria ao passado, ele já não tem mais razão para fazer isso, porque seu companheiro não morreu.

Então, se ele não voltar aquelas horas, como foi que seu companheiro usou a armadura?

Por essas complicações que eu não gosto de magias do tempo.
#79 Azurius Enviado : 08/03/18 12:10
Isso que você citou é fácil de resolver, não trabalhemos com magias que voltem no tempo.
Inclusive eu quando reformei o colégio cronomântico eu removi uma magia de volta no tempo, exatamente por pensar igual a você.

Bom se o problema for só esse eu acredito que já foi resolvido.
Quanto a não termos tempo? Sempre ouvir o marcelo falando que não devemos ter pressa que as coisas tem que ser bem feitas e que inclusive não trabalhamos mais com prazos.

E o colégio já está bem estruturado, não atualizei aqui, mas faltam apenas 3 magias pra fechar sua lista. A parte do texto está produzida.

A inserção do colégio não vai atrapalhar em nada a sua área, muito pelo contrário, vai engrandecer.
#80 Fábio_CM Enviado : 08/03/18 13:22
Azurius escreveu:
Isso que você citou é fácil de resolver, não trabalhemos com magias que voltem no tempo.

Isso não é fácil de resolver. Ter um colégio do tempo que não volte no tempo é como não ter um colégio do tempo... Isso quer dizer que cedo ou tarde irão surgir magias que fazem isso.

Além do mais, eu vi todas as magias e já há um de viagem temporal. Há também de cura, de criação de uma outra dimensão e há uma que mais se parece uma magia de ilusionismo do que de tempo. 20 magias sem poder lidar com mudanças no tempo? Complicado.

Por isso, eu digo que podemos criar um colégio cujo nome não tenha nenhuma relação com o tempo, mas que seja uma de seus ramos de estudo. Isso permitira colocar algumas magias de tempo nele, mas ficaria fácil de proibir magias mais poderosas.

Azurius escreveu:
Quanto a não termos tempo? Sempre ouvir o marcelo falando que não devemos ter pressa que as coisas tem que ser bem feitas e que inclusive não trabalhamos mais com prazos.

Acho que você não entendeu a extensão do "não temos tempo". Quero dizer que criar "dimensões paralelas" exigiria recriar todo o cenário nesta dimensão. O cenário das Ilhas Independentes está aberto para criação há vários meses e até agora não tem nada votado, pra se ter uma ideia...
#81 Azurius Enviado : 08/03/18 13:36
O colégio não fala só de tempo. E sim tempo, espaço e Espaço-Tempo.
É um protótipo e não um projeto final, assim sendo, podemos ajustar e remover o que não achamos coerente com sistema.
Acho que estamos problematizando demais. Temos Bruxos, Feiticeiros, Guerreiros que farão magia (berserkers), Um cara que no trabalho final não vai fazer viagem no espaço não é um problema pro Rpg.
#82 isclopes Enviado : 08/03/18 17:57
Duas citações parecem interessantes:

Citação:
Cinco Titãs fugiram para além da Lei e do Caos. Quatro deles deram forma aos reinos elementais de Aqua, Terra, Fogo e Ar. E o quinto, Étere, ocupou o vazio entre eles.
Outros, em sua tentativa de fuga, uniram-se ao universo material criado pelos deuses. Este foi o destino de Ânimus, Maná, Entropia, Crio e Crônus. Outros dois foram capturados e subjugados: Treva e Luz.
De Gênese, nada se sabe. Nem verdades, nem lendas.


Citação:
A existência dos magos acalma os titãs pois, ainda se "criam coisas do nada", um ínfimo ato de criação comparado aos tempos em que caos reinava, mas é melhor do que nada. Isto também explica o fato de certas magias serem mais fáceis e mais abundantes que outras. O mana de certos titãs é mais abundante do que de outros
.

Isso me faz pensar:
-Será que os escolhidos por Palier realmente nada sabem de Gênese ou este é mais um dos segredos que Lar guarda?
-Será que o mana de Gênese e Crônus seria tão restrito para não se criar um colégio?
-Quanto mais restrito o mana, não seria mais importante estudá-lo?
-Ou seriam as magias oriundas da essência desses titãs perigosas o suficiente para que o conselho de magos de Lar não permitisse que nenhum mago que as conhecesse saísse de lá? (com certeza justificaria o porquê de os demais magos dos reinos pertencerem apenas aos 06 colégios)
#83 isclopes Enviado : 08/03/18 19:14
Sugestão:
Pensar num colégio que possa desenvolver estudos do éter (um nome diverso para tempo/espaço) (ainda que restrito a um seleto número de magos) parece um bom diferencial. Feliz

A movimentação tempo/espaço também poderia ser feita através do éter, em forma intangível para o passado (o que impediria de alterar os fatos - funcionaria praticamente como uma visão de passado), ou materializado para outra localidade no presente tanto no plano material (distâncias superiores ao transporte dimensional) quanto para acesso aos outros planos... (como criador de portais, a depender do nível da magia).
Penso que assim poderia agregar as ideias de Samuel, Fábio e Azurius

Um colégio capaz de transitar entre os planos, relacionando espaço/tempo... Já daria para imaginar a razão de ser um colégio muito rigoroso e reduzido a poucos membros)


Outra sugestão:
Já que os magos são bastante metódicos com seus estudos, junto ao Colégio imperial de magia de Lar poderia haver ainda um conselho para magias (algo como a universidade indicada por Ares) devidamente supervisionado por representantes dos demais colégios), funcionando como um tribunal de veto. Isso poderia permitir que alguns encantos (experimentais, básicos, antigos e ancestrais) não fossem ministrados, ou mesmo não fossem realizados fora de Lar.

Talvez isso seja mais efetivo que montar um colégio agrupando magias especiais dos outros colégios (até porque se simplesmente agruparmos, poderá surgir novamente a discussão de mudanças de profissões)
#84 Marcelo_Rodrigues Enviado : 08/03/18 19:50
Pessoal,

Como expliquei todos elfos do mundo conhecido vieram de Lar e os 6 colegios com certeza vieram de ramos das magias que existiam no pos do cataclismo.

Os elfos sombrios se fecharam e distanciaram e por isto tem um colegio proprio.

Mas o de lar não pode ser assim uma coisa totalmente difrentes das magias que se espalharam pelo mundo conhecido.

Assim pensem num colegio que tem coisas em comum com os outros 6 mas trm coisas bem difrentes. Para isto basta olhar as magias perdidas que talvez para ele nao sejam.

É claro que podemos ver o que pode ser usado nas ideas do cronomantico, mas com certeza não será o Colégio de Lar.

Fabio... não esqueça de olhar o livro das magias pertidas, ok?
#85 Fábio_CM Enviado : 08/03/18 20:51
Marcelo_Rodrigues escreveu:
Mas o de lar não pode ser assim uma coisa totalmente difrentes das magias que se espalharam pelo mundo conhecido.

É claro que podemos ver o que pode ser usado nas ideas do cronomantico, mas com certeza não será o Colégio de Lar.

Fabio... não esqueça de olhar o livro das magias pertidas, ok?

Então, é mais ou menos isso que estou falando quando digo que podemos aproveitar algumas magias de tempo, dizendo que os magos de Lar estudam coisas diferentes, mas não é preciso que seja um colégio inteiro dedicado a isto.

Como disse o Marcelo, Lar é de onde vieram muitos dos elfos dos reinos ─ e os elfos vivem muito tempo! É possível que muitos dos elfos que saíram de lar ainda estejam vivos. Por isso não faz sentido que exista algo tão diferente dentro de Lar.
#86 Fábio_CM Enviado : 08/03/18 20:55
isclopes escreveu:
Sugestão:A movimentação tempo/espaço também poderia ser feita através do éter, em forma intangível para o passado (o que impediria de alterar os fatos - funcionaria praticamente como uma visão de passado), ou materializado para outra localidade no presente tanto no plano material (distâncias superiores ao transporte dimensional) quanto para acesso aos outros planos... (como criador de portais, a depender do nível da magia).

Os feiticeiros do caminho do Destino terão visões de outros tempos.

isclopes escreveu:
Um colégio capaz de transitar entre os planos, relacionando espaço/tempo... Já daria para imaginar a razão de ser um colégio muito rigoroso e reduzido a poucos membros)

Essa é uma boa ideia para algumas magias. Lembrando que os elfos sombrios, que pertenciam à Lar, procuraram e encontraram uma forma de acessar o karma infernal.
#87 isclopes Enviado : 09/03/18 04:14
informações extraídas do livro das terras selvagens:

Citação:
Todos os Colégios Místicos de Lar são dirigidos por um membro do Conselho dos Nove. E são voltados quase que inteiramente ao estudo e à pesquisa, sobretudo das antigas formas de magia e os segredos enterrados sobre as ruínas da Segunda Era (p.69)


Citação:
Orisuquis - Esta é a designação dada aos magos que servem diretamente ao Conselho dos Nove. São eles os mais experientes e disciplinados membros de cada Colégio. (p.69)


Citação:
Em Lar existe apenas um Colégio de Magos de conhecimento público: os Naturalistas. Outros Colégios, se existem, são secretos; somente o colégio necromântico é terminantemente proibido (p.71)


Ao que parece, ou o colégio imperial é o colégio naturalista, ou estamos diante da possibilidade de criar colégios secretos (e dependendo dos votos arcanos, não haveria motivo de outros saberem de sua existência).

Algo completamente distinto (além de mais simples e nada inovador) é dizer que devido aos estudos, as magias antigas e ancestrais (não necromânticas) estão se tornando conhecidas pelos colégios existentes em Lar.

Mas até onde entendi não há restrição de gerar novos colégios. A restrição colocada é no sentido de que não se trate do Colégio Imperial de Lar... ok
De fato é um momento adequado para gerar novas profissões ou mesmo colégios (ainda há mana titânico pouco explorado).

A quem tiver interesse ainda em justificar uma origem distinta (para colégios novos), isto pode servir como colaboração: consta na época da Era dourada dos elfos que:
Citação:
Manuscritos muito antigos relatam que Palier levou consigo uma grande comitiva de elfos, sobretudo dourados. O destino desses elfos é um mistério (p.57)

Alguns desses elfos poderiam tranquilamente servir para originar novos tipos de colégios (em qualquer local fora de Lar, afinal, o destino deles está em segredo). Como se trata da era dourada, até mesmo as magias ancestrais poderiam estar acessíveis.

Voltando à Lar, meu receio está em criar um colégio que seria praticamente uma colcha de retalhos de magias antigas dos outros colégios, até porque isso retornaria na discussão e considerável dor de cabeça quanto ao "ritual de conformidade do karma" (selar aura à profissão), além de evitar comentários relacionados ao aprendizado de um mix de colégios distintos.
Nesse sentido, mais vale gerar algo completamente novo.

Espero ter ajudado mais do que tê-los atrapalhado com essas colocações.
Abs.
#88 Fábio_CM Enviado : 09/03/18 09:34
isclopes escreveu:
Espero ter ajudado mais do que tê-los atrapalhado com essas colocações.

Muito bom. Esse apanhado certamente ajuda a direcionar melhor o trabalho e permite que sejam criados novos colégios.

Só veja que a ideia não é formar um colégio apenas com magias perdidas, mas sim utilizá-las para compor a lista de magias, de acordo com as características do colégio criado.

isclopes escreveu:
Alguns desses elfos poderiam tranquilamente servir para originar novos tipos de colégios (em qualquer local fora de Lar, afinal, o destino deles está em segredo). Como se trata da era dourada, até mesmo as magias ancestrais poderiam estar acessíveis.

As magias ancestrais são coisas do segundo ciclo. Seja qual for o colégio de Lar, ele deve ter sido abalado pelo cataclismo tanto quanto os outros, o que lhes fez perder acesso às magias ancestrais.

Essa passagem fala do tempo da origem dos elfos. Isso significa que estes elfos das passagens podem ter criado ou participado da criação, inclusive, dos colégio conhecidos. Os colégio secretos devem estar dentro de Lar.



Voltando e resumindo: Temos espaço para a criação de novos colégios, que não seria o colégio imperial de Lar. No entanto, eu não gosto da ideia de um colégio dedicado inteiramente à magias do tempo. Eu preferiria que ele tivesse outras vertentes e que o tempo fosse apenas mais uma delas.

Ou, como alternativa, a descrição do colégio deveria deixar claro quais são as limitações de suas magias, para que novas magias criadas não violem esta regra.
#89 Azurius Enviado : 09/03/18 09:48
Voltei meu amigos, depois de ler isso tudo, cheguei a conclusão que é uma possibilidade sim ter o colégio.
Estudos e pesquisas, motivação particular, um colégio de acesso secreto, conhecimentos tão específicos que foram mantidos em segredo pelo auto escalão. Ai na "lore" podemos por que é uma coisa muito mais fechada.

Sei que não lhe agrada a ideia fábio, mas é uma ideia muito boa e eu e certamente outros membros que aqui já se posicionaram a favor teríamos o maior prazer de produzir algo que lhe agrade e ao mesmo tempo satisfaça os usuário.

Uma enquete na pagina Tagmar no facebook poderia ser criada pra ver quem curte a ideia de ter essa criação e de quem não curte.
Pede ao marcelo pra fazer isso por gentileza.
#90 samuel.azevedo Enviado : 09/03/18 11:28
Bom, se é para propor novos colégios, também vou propor um:

Colégio dos Iluminados

Este colégio secreto, localizado em algum lugar de Lar, agrupa magos de alta estirpe nobre que compartilham de forma elitista os segredos do colégio. Os iluminados também podem ser chamados de arquimagos. Há membros do colégio espalhados em cargos estratégicos por toda a lar, e talvez em outros reinos élficos. Normalmente, jovens magos promissores e ambiciosos são observados de forma discreta pelos membros do colégio, que sondam suas opiniões políticas e suas alianças, e os pré-aprovados pelo conselho são então convocados para a cerimônia de iniciação. Os membros do colégio não conhecem todos os demais membros, mas possuem uma série gestuais secretos que usam ao interagir com novas pessoas, para que consigam identificar os irmãos iluminados. Sempre que possível, um iluminado ajuda o outro a alcançar seus objetivos. Filhos de iluminados também costumam ser recrutados para o colégio. Algumas de seus encantos são metamagias, que permitem por exemplo estender o alcance, a duração, diminuir o tempo de evocação, ou aumentar o poder de ataque ou dano das magias, combinar magias, etc; outros de seus encantos são magias perdidas; e outros manipulam diretamente o mana produzindo poderosos raios de mana, escudos de mana ou encantando uma área para absorver karma de outros evocadores.

A inspiração para o colégio acima obviamente não é das mais originais (os iluminati), mas acredito que também se encaixaria neste contexto que vem se discutindo.

Abraços
Usuários visualizando este tópico
Guest
6 Páginas <12345>»
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET