Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Torbel .

Esta página contém material oriundo dos livros oficiais e não pode ser editada

Torbel é a cidade que tem como limites Estepe à sudeste, Ender a oeste, o Mar do Norte ao norte e leste e Novo Porto a noroeste. Cercado pelos Montes Basilor, que fazem parte da maioria de seu território, este é a Cidade-Estado que possui a maior diferença de climas de todos. No litoral seu clima é praticamente tropical mediterrâneo, graças à proximidade com o mar. No seu centro, nos montes, o clima é frio e seco, propício para o crescimento dos sildares, árvores de madeira macia. No extremo noroeste, próximo a novo porto, o clima é semi-árido, com vegetação arbustiva intensa. Vale ressaltar também a importância do rio Calmo, que corta a capital no meio, e serve como meio de transporte para praticamente toda a Cidade.

Governo

Torbel tem uma forma diferente de governo. Devido também à falta de contato com outras Cidades-Estado, nela floresce uma  “democracia”. Após um curto período tendo dirigentes ditadores, que acabaram por cair no desgosto da população, um grupo de oligarcas, descontente com os desmandos dos ditadores, juntou-se às outras castas e destronaram-no, fixando assim um novo sistema de castas e um novo tipo de governo. Existe um conselho que todos nobres e os grandes comerciantes podem participar, chamado conselho democrático. De tempos em tempos, as pessoas reúnem-se no Salão Comunal de Torbel e votam leis e propostas para o governo do reino.

Geralmente, só os mais velhos comparecem a estas seções, por serem considerados Mais Sábios e por terem mais tempo para participar. Mesmo assim existem três grupos que se destacam no governo: os escrivões, responsáveis diretos pela elaboração dos textos de leis e projetos ligados à justiça e a administração da Cidade-Estado; os juízes, responsáveis pela manutenção da justiça; e os executores, responsáveis pela manutenção dos bens públicos, exército e guarda dos vilarejos.

Seu exército é formado por todo o cidadão que esteja entre 18 e 26 anos. Aqueles que demonstrarem interesse e dom para o exército permanecem lá até a idade de cinqüenta anos. Geralmente o trabalho da guarda de Torbel é fiscalizar a entrada de visitantes na Cidade, manter a ordem e patrulhar as áreas do vale e no norte árido. As áreas dos montes não são patrulhadas constantemente também devido à dificuldade de locomoção nessa área.

História Recente

Sua economia baseia-se principalmente na produção e manutenção de embarcações, sua tecnologia é soberba nesta área, no comércio de madeiras e artigos provenientes da madeira, como certas tintas naturais. Sua pesca também é importante. Existe a intenção de incentivar a busca por minérios que encontra sua maior dificuldade na falta de estradas por entre os montes. Outro problema é a falta de auto-suficiência na agricultura, o que leva a Torbel ficar dependente de Estepe neste sentido. Apesar disso, novas técnicas agrícolas de irrigação e plantio estão sendo estudadas para melhorar o pouco espaço cultivável da Cidade. Torbel tornou-se, nos últimos cinqüenta anos, a maior produtora de embarcações do Mundo Conhecido. Dizem que até Verrogar importou alguns navios de guerra deles.

Os deuses mais cultuados em Torbel são Maira-Vet, Cambu, Ganis e Selimom. Maira-Vet é cultuada desde que a economia de madeiras começou a crescer em Torbel. Selimom é um culto novo, ainda sob muito preconceito dos cidadãos de Torbel, mas que já conta com a participação de alguns membros ilustres da sociedade, como o Juiz Otelo Kalapis, um dos mais renomados juizes de Torbel.

O Povo da Cidade-Estado de Torbel

A população de Torbel é a menor de todas as Cidades-Estado. Quase todos os vilarejos aglomeram-se na área próxima a cidade de Torbel, no que é conhecido como Vale do Segredo (Torbel, em língua bárbara significa segredo). Felizmente, eles são os mais cultos e seus estudos sobre náutica e astrologia ajudam em muito o avanço destas ciências por todo o Mundo Conhecido. Isto também se reflete em sua arte, onde se revelam mestres em escultura e pintura.

As castas em Torbel também possuem um ideal diferente, dividindo-se desta forma: escravos, que são escravos e criminosos sem direitos civis; estrangeiros e servos, pessoas de outras terras ou servos de oligarcas com alguns poucos direitos civis; livres, artesãos e pessoas livres, com quase todos os direitos e os nobres e grandes comerciantes, com todos os direitos, inclusive o de votar.

As castas estão mais ligadas ao seu valor econômico e político em Torbel do que a linhagem de sua família, sendo a única cidade onde a mudança de casta é possível sem a indignação geral da população. Apesar de ser a mais avançada de todas as Cidades, politicamente e culturalmente, as mulheres de todas as raças ainda são tratadas com inferioridade. Suas funções são basicamente as de mãe e dona-de-casa, sendo consideradas no mínimo rudes aquelas que não seguem este padrão. Casamentos arranjados são comuns e a poligamia é normal para os homens, desde que consigam sustentar a família.

Rumores e Intrigas

Os boatos que correm pelas tavernas são muitos, já que Torbel também é um ponto de parada entre as viagens para o lado leste do Mundo Conhecido. Dizem que nas montanhas estão os resquícios de uma cidade inteira do Segundo Ciclo, mas, como seu território é amaldiçoado, aqueles que entram lá, nunca mais podem sair.

Dizem que um antigo nobre de Torbel, ainda vive nas montanhas como vampiro, assombrando a Cidade de tempos em tempos. Convém dizer que nos últimos dez anos, houve vários casos de seqüestro, nunca bem solucionados, o que faz com que a população que vive próxima às montanhas manter símbolos sagrados na porta de suas casas.

Vários viajantes relatam encontros com navios piratas, mas estes não os atacam, dizem até que um navio pirata destes salvou toda uma população de um naufrágio, deixando todos vivos na costa de Torbel. Outros dizem estórias de navios piratas que atacam com tanta crueldade que matam todos os tripulantes de forma horrível.

Um boato diz que as outras Cidades-Estado estariam juntando-se para atacar Torbel, pois os ideais de democracia estariam expandindo-se e estariam começando a preocupar as paranóicas oligarquias das Cidades. Um boato diz que Fidelis, o líder do grupo que tenta dominar Estepe estaria recebendo ajuda de Torbel. Caso isso fosse verdade, teríamos um sério problema diplomático entre Estepe e Torbel.

Personagens mais conhecidos

Calamar Orlença

Samos de Liria

Malori Alduias


Verbetes que fazem referência

Cidades-Estado

Verbetes relacionados

Pino | Quizes | Ender | Novo Porto | Torbel | Estepe
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.