Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Asa Negra  

Asa Negra

Origem: Sagrada e Arcana
Raridade: Única
Objeto: Espada.
Descrição: Espada de aço negro, com uma obsidiana negra no pomo, e duas obsidianas negras formando o símbolo do infinito entre a guarda e o punho. A guarda tem o formato de duas asas de corvo. A Lâmina tem runas sagradas e arcanas com os símbolos referentes a Cruine, Aprimorar, Animal, e Asas.
História:
Abascal, O Soturno, é um devoto sacerdote de Cruine. Um dia, em suas viagens pelas terras selvagens, encontrou junto com seus companheiros Borr, o rastreador, e Gáldor, o guerreiro dourado, um acampamento orco. Presa em uma jaula de ferro, havia uma belíssima mulher de orelhas pontudas como um elfo, mas com pele azulada e presas grandes lembrando as dos orcos daquela região. A mulher se chamava Amber, e depois que Soturno e seus amigos a libertaram de seus captores, ela agradeceu realizando um belíssimo ritual para cumprir uma profecia.

"Um dia, você precisará de muita ajuda, e virão ao seu encontro três heróis. Um deles irá querer lhe matar, o outro o impedirá, enquanto o terceiro observa pensativo. Eles ainda não sabem, mas um tempo depois deste dia ajudarão a salvar o mundo de um grande mal. Você precisará da ajuda deles, mas é a eles que você deve ajudar."

Então, ela se divide em três cópias exatas de si mesma. Elas olham para Soturno e para Borr, e dizem:

- Vejo em seus olhos que o sacerdote não tem como abençoar estas armas mais que isto. Então apenas quero que faça algumas das orações que conhece enquanto me encarrego de encantar a arma. Preparado, sacerdote de Cruine?

Elas aguardam ele se aproximar. Então começam a entoar um cântico em línguas antigas. Soturno não sabe como, mas ele sabe exatamente quais das orações que conhece ele precisa fazer. Ele conjura uma arma de luz.

Uma das cópias da feiticeira (ou talvez a original), ergue a mão e a espada dele se derrete e preenche o lugar da arma de luz. Outra ergue as mãos e carvão se junta ao metal ainda ardente. A lâmina tinha exatamente o tamanho do braço de Abascal, ele sabe, naquela hora, que ela estava balanceada perfeitamente para ele. A terceira ergue a mão e do cesto são trazidos incensos, um par de obsidianas polidas surge do cesto e são colocadas entre a guarda e a lâmina da espada, formando um símbolo do infinito de cada lado da guarda, uma terceira obsidiana flutua até o pomo. A guarda da mão é moldada no formato de duas asas.

Soturno conjura Sagração de Itens.

As mulheres entoam outro cântico e runas sagradas ficam gravadas na lâmina. Soturno sabe, que as runas significam Cruine, eliminar, demônios e mortos-vivos.

Então, uma aura de luz envolve as três, Soturno e a arma. Soturno começa a falar em uma língua que nem ele entende. A aura amplia para Borr, que também começa a falar em línguas. A lâmina ganha novas runas, Soturno e Borr entendem que as runas significam Asas, Aprimorar, Animal.

Depois de algum tempo elas terminam o cântico, e dizem, em malês, e bárbaro:

- Que os bardos cantem as histórias de glória da espada sagrada e arcana, Asa Negra.

Uma delas ergue a espada com reverência e entrega a Soturno. Ela diz:

- Esta é uma espada mágica leve, mas poderosa contra demônios e mortos vivos. Quando uma destas criaturas estiver perto o suficiente de você, ela brilhará com uma luz vermelha. Cada morte que você causar com esta espada, carregará uma das três obsidianas negras para um poder especial que deixei aí. Ao apontar sua espada para um cavalo, o animal se tornará alado como um pégasos por uma hora. O que consumirá uma das cargas. A arma pode ser carregada e descarregada quantas vezes precisar, desde que as mortes não sejam contra a vontade do seu deus. Mas no máximo ela guarda três cargas por vez.

Efeito:
Para Abascal, é uma espada perfeitamente balanceada, +2 no ataque e no dano ou +5 contra demônios e mortos-vivos.
Para portadores de outras estaturas, ela é uma espada +1, ou +4 contra demônios e mortos-vivos.
Quando há demônios ou mortos vivos a até 50m, a espada brilha uma tênue luz avermelhada.
Ela pode guardar até três cargas, que são recarregadas quando um oponente é morto respeitando as leis de Cruine. Cada carga pode ser usada para transformar uma montaria em uma versão alada de si mesma, que se move como um pégasos. A transformação de cada montaria dura uma hora.

Verbetes que fazem referência

Novos Objetos Mágicos

Verbetes relacionados

A Flauta de Hamelim | Anel da Consciência | Anel de Raízes Douradas | Asa Negra | Aurora da Geleira | Botas de Uilmatem | Broche de Maira | Caixa de Fusão | Capa da Evanescência | Cetro Prateado | Chapéu do Vazio | Chicote Sangue Ardente | Chocalho de Uragal | Clamor dos Sinos | Corneta de Karfogul | Cubo do Medo | Dádiva do Urso Branco | Elmo Vesem | Escama de Hazufel | Espada Branca | Espada Caçadora | Espada Titânica | Espada da Luz Guia | Asa Negra | Espelho de Prata | Esperança Ambar | Fingolfin, a Fúria do Sul | Asa Negra | Forquilha de Plantor | Garra do Grifo | Gigacida, A Couraça do Matador de Gigantes | Harpa do Cavalo Marinho | Asa Negra | Lâmina da Lei | Lenço da Rosa | Machado das Três Luas Crescentes | Medalhão do Caçador | O Cetro Elemental | Asa Negra | O Poço das Almas | Orbe Místico | Promessa de Randor | Rosa Dourada | Signo de Luz | Asa Negra | Tridente Azul | Unabedantem, A Túnica do Rei Caçador | Asa Negra | Varinha de Marfim | Asa Negra | Vingança de Garet