Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

14 Páginas «<910111213>»
Arco IV - Os filhos da Casa D' Leron Opções
#301 Marcus Moldi Enviado : 30/01/18 13:47
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Lançamento 1d20=14
Antes de me aproximar do Barão Gêmeo da Família Courim, tento através de meus conhecimentos nos estudos de Etiqueta reconhecer detalhes sobre os Barões de Verda e seus negócios, e se reconheço a família do homem nobre que o acompanha, para posteriormente me apresentar a ambos.

Etiqueta 8

[1d20]
#302 saulocr Enviado : 30/01/18 15:26
FERNÃO COPPA

Citação:
O homem parecia te avaliar, certamente era um convite incomum, afinal se conheceram a uma hora e trocaram duas palavras. O barão fica de pé e pega pelo seu braço falando-lhe: "Porque o Senhor não vem comigo e então podemos falar sobre lealdade". Era evidente a falta de etiqueta e elegância do Barão de Rapso.


MARCUS MOLDI

Citação:
Etiqueta 8, Rolamento 14, Vermelho, Difícil.

Seu estudo de heráldica, lhe permite saber que os Courim era uma casa antiga, porém quase extinta. Somente os dois gêmeos restaram da linhagem. A cidade é costeira, portanto devem viver do comercio ao redor do lago denégrio. Você rodeia e observa os dois nobres, um deles conversa com o Visconde de Pacri, o outro com o Marquês de Agrápia.
#303 Fernão Coppa Enviado : 30/01/18 17:15
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=16

- Vamos.


Procuro ficar atento a reação das pessoas em volta... [1d20]
#304 Marcus Moldi Enviado : 31/01/18 07:15
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Me aproximo do Barão Gêmeo que se encontra conversando com o Visconde de Pacri e Cordialmente me apresento: "Boa noite Barão de Verda e Visconde de Pacri!!! Apresentação formidável da Sta. Lucípide não acham meus Lordes? Espero não estar atrapalhando o diálogo dos Lordes, mas gostaria de oferecer meus préstimos os senhores como Tutor ?...Meu Patrono, O Lorde Carlos Moldi de Pechara, esta buscando patrocinadores para a construção de uma Universidade em nossa cidade, facilitando assim na educação dos nossos filhos...Algum interesse dos Lordes em nos apoiar nesta empreitada?"
#305 saulocr Enviado : 31/01/18 14:30
FERNÃO COPPA

Citação:
Vocês se afastam da mesa, aparentemente somente aqueles que estavam na mesa perceberam vocês saindo. Atravessam um arco e chegam ao corredor lateral, um pouco longe da música e dos falatórios. Quando estavam sozinhos o homem te diz: "Serei direto! Não te conheço. Não somos amigos. Mas aparentemente minha filha tem algum apreço por você. Pode achar que sou um caipira, mas conheço tipos como você. E tipos assim não se interessam por mulheres como minha filha. Pois como deve ter percebido ela não é uma dama. Está longe disso. Eu não sou um homem rico, portanto ela não tem um dote. Então não precisamos prosseguir com isso. Só deixe minha filha em paz! Estamos de acordo?"


MARCUS MOLDI

Citação:
Você interrompe a conversa quando o Visconde dizia: "É verdade ela está..." Eles pareciam surpresos em vê-lo. O Visconde é quem te fala: "Não senhor! Mas obrigado por perguntar". Em seguida ele continua falando com o Baronete:"Como estava dizendo, alguns jovens têm buscado a atenção de minha filha... Mas certamente podemos conversar em outro momento. Eu e seu pai éramos grandes amigos!"
#306 Fernão Coppa Enviado : 31/01/18 20:01
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=2
Enquanto o olho fingindo espanto, por dentro racionalizo: Este velho maldito está se fazendo de puro, ele já sabia o nível da filha dele e mesmo assim a trouxe aqui, agora vem contando esta conversa... Sei o que ele quer, que eu diga que não sou o que ele está julgando e caia no enredo dele para me comprometer com a moça. O que eu não faço por você, irmão?! Preciso me aproximar deles para descobrir os registros da guarda fronteiriça e saber quem o matou...

- Também serei direto, se minha abordagem o causa desconforto, irei parar com ela. Mas em momento algum faltei com o respeito a sua filha ou tive má intenção. Ela me causou admiração justamente por ser quem é, veja você, ela me disse que gosta de caçar. Qual mulher da corte teria tais gostos?! Então, proponho ao senhor uma nova abordagem. Se o problema é o dote da moça, irei trabalhar com o senhor para que enriqueçam e assim, quando o senhor se sentir a altura, possa escolher um pretendente a ela. O importante nisto tudo é que percebi que o senhor é uma pessoa que eu gostaria de ter por perto, porque preza muito pelo respeito e pela lealdade, qualidades estas que eu avalio serem muito importantes. O senhor sabe, outro dia ajudei o baronete Galbrat, tratei suas feridas e persegui e lutei contra bandidos durante a madrugada para resgatar seus guardas; depois pedi uma doação para ajudar a casa de cura, ele não questionou o valor pedido, mas dias depois quis me humilhar publicamente por causa do valor de uma mísera moeda de ouro! O que fiz diante da afronta? O desafiei a um duelo. Ele aceitou, mas na hora da disputa não quis sujar suas mãos, enviando seu tio. Fiz o mesmo e enviei um primo. Ele queria que fosse uma luta até a morte, mesmo assim, pedi para meu primo poupar seu tio, pois apreciei a lealdade do tio para com ele. Este é o tanto em que eu aprecio tal virtude... Então, sua terra tem lenhadores e caçadores, se eu tiver entendido direito, certo? Posso conseguir contatos comerciais para comprarem sua matéria-prima aqui na cidade. Logo, vocês poderão produzir mais e terão mais dinheiro. Também me ofereço para dar lições de etiqueta social para o senhor e a moça, caso desejem para se sentir mais à vontade na corte; e caso o senhor me dê um voto de confiança, estou começando uma casa de cura na Villa Coppa, posso ensinar medicina para sua filha e mais alguém que o senhor escolha para estar por perto para garantir a honra dela - isso não precisa ser agora, pode ser quando o senhor me conhecer melhor e eu ganhar sua confiança. O que me diz?

Persuasão 3 [1d20]
#307 Fernão Coppa Enviado : 31/01/18 20:02
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=19
[1d20] segunda tentativa
#308 Marcus Moldi Enviado : 31/01/18 22:01
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
(Pensamento: Acho que essa investida para com os Barões de Verda são inúteis para o propósito de minha família...Ficarei com meus familiares até o fim das apresentações)

Retorno para a mesa onde se encontram meus familiares e fico a distancia observando a apresentação de Lucípide e os movimentos da Baronetesa Pietra.
#309 saulocr Enviado : 01/02/18 17:33
FERNÃO COPPA

Citação:
Persuasão 3, Rolamento 2, Branco, Rotineiro.
Persuasão 3, Rolamento 19, (segunda tentativa), Laranja, Médio.

Após seu discurso o homem parece mais inclinado a ouvi-lo, por fim ele diz: "O que o Sr. oferece me parece irrecusável, mas se não tem nenhuma intenção de cortejar a minha filha, porque está oferecendo tanto? Se for pelo comércio de peles que basicamente é o que move a economia de Rapso devo dizer que terá que negociar com os "velhos lobos". Eu sou apenas um representante escolhido pela cidade, eu não tenho poder econômico ou de decidir."


MARCUS MOLDI

Citação:
Você volta a mesa de seus familiares, somente seu tio continuava lá, agora conversando com um homem negro e outro homem branco com barba e bigode bem aparadas. O homem branco falava bem e discursava, sobre universidades então rapidamente descobre que ele falava de Saravossa, portanto deveria ser algum diplomata de Calco. A distância devido a quantidade de pessoas no salão, não era possível ver a Baronetesa Pietra, entretanto Lucípide continuava seu trabalho como instrumentista.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Mesa 1.jpg
#310 Fernão Coppa Enviado : 01/02/18 18:14
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
De novo o joguinho para eu cortejar a filha dele sem dote - penso.

- Se o senhor é o representante deles, deve receber alguma forma de compensação deles, não? Uma comissão, talvez? De qualquer forma, eu preciso de aliados leais, e o seu discurso sobre lealdade me chamou a atenção. Quanto a sua filha, o senhor já disse para eu deixá-la em paz, não? Respeitarei os limites que o senhor estabeleceu, afinal é o pai da moça. O senhor só tem a ganhar com este acordo,
só o que peço é que fale com alguns artesão como representante dos comerciantes de peles, e talvez no futuro eu precise visitar seus comerciantes em Rapso e espero contar com sua recomendação. Eu também tenho a ganhar fazendo alianças neste reino, o senhor representa fornecedores de peles, um aliado leal ou quem sabe um futuro amigo nesta posição me é bastante útil, traz prestígio a minha casa - é isto que ganho principalmente em retorno. E então, temos um acordo?


Estendo a mão para selar o negócio.
#311 Marcus Moldi Enviado : 01/02/18 19:50
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Me aproximo do dialogo entre meu Tio e os Diplomatas em silencio, apenas observando atentamente para não cometer o mesmo erro que doutrora.

(Pensamento: Ficarei apenas observando e entendendo como funciona na pratica a política entre os reinos... Não posso atrapalhar os planos de meu Lorde, como fiz anteriormente... Sempre é bom aprender com os erros, para não cometê-los novamente...Caso a palavra seja passada para a minha pessoa, aí sim posso me posicionar)
#312 saulocr Enviado : 02/02/18 11:04
FERNÃO COPPA

Citação:
Ele não aperta sua mão, entretanto diz: "Atenderei seu convite e visitarei sua vila ao final do festival. Não posso fazer negócios sobre o efeito do vinho. Até lá, fique longe de minha filha". Ele deixa-o sozinho.


MARCUS MOLDI

Citação:
Role 1d20.
#313 Fernão Coppa Enviado : 02/02/18 11:46
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
- Até lá, então.

Volto para o interior da festa, lembro-me que ainda não cumprimentei a família real. Vou procurá-los para os cumprimentar.
#314 Marcus Moldi Enviado : 02/02/18 12:21
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Lançamento 1d20=14
#315 saulocr Enviado : 02/02/18 18:03
MARCUS MOLDI

Citação:
Percepção 4, Rolamento 14, Laranja, Médio.

Você observa a distância e nota que o homem de Calco trazia um broche de prata em formato de uma pena, seus conhecimentos de religião lhe dizia que simbolizava um circulo interno de uma ordem secreta de Cambu que levava o nome de Penas Prateadas. A conversa continua com seu tio perguntando sobre o funcionamento das universidades de Saravossa, a resposta do homem foi: "A Ordem de Palier é quem organiza e cataloga as universidades ou como chamamos centros de saber. Já que em Calco, como posso dizer, somos mais complacentes com magia, estes centros além de formar os mestres na arte do saber, também possuem em seu circulo mais interno escolas de magia, onde os membros aptos a controlar as energias oriundas da natureza podem aprender a manuseá-la com segurança. Mas também há as confrarias e as próprias ordens sacerdotais."


FERNÃO COPPA

Citação:
Você volta ao salão de festas, após rondar um pouco você avista somente um membro da casa real, o Príncipe Argus, que conversava com o Marquês de Agrápia, Deric Vermon e sua irmã a Marquesa de Maginor, Bárbara Vermon. A mesma moça que flertava com o Príncipe de Marana, agora jogava seu charme para o Príncipe de Filanti. Atrás do Delfim como um cão de guarda, estava Sir Malcom, Líder da Academia dos Cavaleiros Brancos.


Off: Se for se aproximar, role etiqueta.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Salão.jpg
#316 Fernão Coppa Enviado : 02/02/18 18:09
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=7
Vou pela lateral do salão, pego o perfume sedutor que daria para Lucípede, e borrifo uma dose em mim.

Então vou até o príncipe Angus e procuro a oportunidade de cumprimentá-lo.

- O baile está excelente, a artista que vossa alteza trouxe é incrível!

[1d20] Etiqueta 3 + perfume
#317 Marcus Moldi Enviado : 02/02/18 19:06
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
(Pensamento: Esse pode ser o caminho para que eu conheça as "escolas de magia" e me torne um membro de uma delas...Preciso encontrar alguém da Ordem de Palier...Lembrei!!! Existem dois clérigos de Palier que estão propagando o conhecimento em nosso reino e talvez eles possa me auxiliar nessa questão, mas tenho que ser prudente...Talvez o proprio diplomata de Calco da Ordem de Cambú possa me ajudar???)

Continuo a observar agora o diálogo dos homens da mesa, muito mais atento, e se eu tiver uma oportunidade, irei conversar com o mesmo sozinho.
#318 saulocr Enviado : 02/02/18 20:11
FERNÃO COPPA

Citação:
Etiqueta 3+1, Rolamento 7, Branco, Rotineiro.

Você se aproxima no exato momento em que a Marquesa convidava o Príncipe para um passeio pelo salão, pois ela gostaria de mostra-lo alguns nobres conhecidos. Ao seu cumprimento, ele simplesmente faz o aceno com a cabeça e deixa-o sem resposta, se afastando com a moça e atrás dele segue Sir Malcom. O Marquês que acompanhava os dois com os olhos faz um comentário: "Não há como competir com um rosto bonito". Então ele segue seu rumo.


MARCUS MOLDI

Citação:
A conversa continua, seu tio pergunta sobre valores, infraestrutura e professores. O homem responde: "Bom, isso varia muito. Se você for construir um prédio deverá desembolsar de 100 a 150 peças de ouro! Sem contar os móveis. Os professores também variam conforme sua especialidade. Um bom professor custa por mês a universidade pelo menos 30 moedas de ouro. E um aluno deve pagar cerca de 60 moedas de ouro por ano, com hospedagem e comida por conta da universidade! Mas ainda assim é algo muito variável. Um aluno, deve passar pelo menos cinco anos, para aprender a geografia, história, natureza, lendas e jurisprudência de uma região e se tornar um mestre na arte do saber. Há também escolas primárias para ensinar a línguas e escrita, além de etiqueta e heráldica." Dessa vez o homem negro pergunta: "E quanto a outras áreas como medicina e engenharia?" O diplomata de Saravossa responde: "São muito difíceis de conseguir incluir na sua lista de atividades. São habilidades restritas a poucos... Acredito que quando se fala em medicina, você fala de cirurgia? Se for, ela é controlada pelos templos, basicamente eles monopolizam esta estudo, pois é uma área onde existe uma linha entre a vida e a morte. Quanto a engenharia não há muitos professores e os poucos que conhecem a habilidade cobram fortunas para ensinar, ainda assim funcionam como uma guilda, onde aqueles que detêm o conhecimento, devem fazer um voto de não repassar o conhecimento sem a aprovação da guilda, aqueles que o fazem estão sujeitos a, como posso dizer... Sofrer as consequências." Seu tio então diz: "Bom eu tenho interesse e estou levantando fundos para a construção de uma universidade. Sei bem que Saravossa não nutre uma boa relação com Chats, mas em contrapartida um investimento de Calco, pode ser bom aos olhos do rei Mar, quem sabe não melhora a relação entre os dois países." O homem não disse nada. Seu tio então parecia nervoso: "Então o senhor poderia intermediar?" O homem continua sem responder, Carlos Moldi olha pra você procurando talvez por alguma solução.

#319 Fernão Coppa Enviado : 02/02/18 23:41
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 9d20=20,4,12,16,18,12,5,11,7
Me sirvo de mais bebida e comida, e fico circulando e ouvindo conversas. Procuro ver com quem os gêmeos estão conversando, e tento me aproximar usando a desculpa de me servir de algo, para tentar ouvir a conversa. No final, vejo como está o conde Ludur.

#320 Marcus Moldi Enviado : 03/02/18 09:20
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12

Peço a palavra cordialmente aos Lordes que se encontram à mesa, para assim que me derem consentimento da palavra, digo
: " Primeiramente é uma honra esta a mesa com os Lordes e principalmente com um membro da Ordem de Cambú, pertencente aos Penas de Prata...Tive o prazer em conhecer também em minhas andanças pelo Reino, o Alto Clero de Cambú, o Lorde André... Um Lorde de altíssima sabedoria e diplomacia em toda a Filanti... Ele até me indicara o nome de dois sacerdotes de Palier que poderiam nos auxiliar na construção de uma Universidade...Os sacerdotes Marcio Altarco e Vestiano Féx..." Observo a fisionomia do Diplomata de Cambú, tentando perceber se ele conhecia os nomes citados e posteriormente, prossigo com o diálogo: "Bem, em relação aos investimentos de Calco na construção de nossa "Universidade", pelo visto precisariam de uma contrapartida eu suponho ou algo que possa assegurar os investimentos dos Lorde em nossas terras...Nós temos uma mina inexplorada que poderia assegurar os investimentos dos Lordes na construção de nossa Universidade...O que o Lorde pensa em relação a nossa proposta?"
#321 saulocr Enviado : 03/02/18 13:25
MARCUS MOLDI

Citação:
Quando pede a palavra seu tio lhe apresenta: "Este é meu sobrinho Marcus Moldi. E estes são: Ludus Virel, erudito e diplomata da Cidade Estado de Novo Porto. E este é o Diplomata Alanzo Martine de Calco." Eles acenam para você, então seu tio pega seu copo com vinho e se reclina na cadeira para ouvir o que tinha a dizer. Aparentemente o nobre de Calco procurava na memória os nomes citados, em dado momento talvez ele tivesse reconhecido algum nome citado, pois ele passou a prestar mais atenção na conversa. Alanzo então faz um breve comentário "Não tive o prazer de conhecer tal clérigo". Você continua com seu discurso, entretanto quando cita/oferece uma mina seu tio te encara com olhos arregalados, mas antes que pudesse se intrometer, o diplomata responde: "Bom... Curioso. Mas não sei se meu rei teria interesse neste tipo de investimento. Porque não tenta com Thoros Aldebrenas? Se a mina der lucro é quase certo que ele consiga um empréstimo para a construção da universidade, em troca da concessão da mina por um tempo". O diplomata então fica de pé e cumprimenta seu tio e a você: "Bom, Lorde Moldi, espero que tenha conseguido tirar suas duvidas dentro do pouco tempo disponível. Estou a sua disposição... Você vem Ludus?" O homem que o acompanhava também se levanta e se despede. Ambos deixam a mesa. Seu tio volta a atenção para você, ele parecia irado, porém ele falava contido para não chamar a atenção:"Está louco? Uma mina? De onde tirou que nós temos uma mina? E se ele tivesse aceitado a proposta, eu ia passar por mentiroso?"


FERNÃO COPPA

Citação:
Usar Sentidos 4, Rolamento 20, Cinza, Absurdo.
Usar Sentidos 4, Rolamento 4, Branco, Rotineiro.
Usar Sentidos 4, Rolamento 12, Laranja, Médio.
Usar Sentidos 4, Rolamento 16, Vermelho, Difícil.
Usar Sentidos 4, Rolamento 18, Azul, Muito Difícil.
Usar Sentidos 4, Rolamento 12, Laranja, Médio.
Usar Sentidos 4, Rolamento 5, Branco, Rotineiro.
Usar Sentidos 4, Rolamento 11, Amarelo, Fácil.
Usar Sentidos 4, Rolamento 7, Branco, Rotineiro.

Uma criada passa com alguns copos de vinho e te serve, dois homens jovens conversavam com uma senhorita bonita e bem vestida. Um deles era o Barão Arthur Rudim, filho do Visconde Elias Rudim de Povariana. Aparentemente ambos tentavam ganhar atenção da moça, entretanto um terceiro homem, mais velho, ruivo e acima do peso se aproxima do trio, ele cumprimenta-os e diz: "Lorde Arthur... Lorde Adam... Gostaria de tomar a minha filha por alguns minutos se não se importam..." Os dois rapazes cordialmente se despedem da moça, que sai de braços entrelaçados com o pai. Foi possível ouvir o Barão Arthur dizer em desafio: "Eu irei corteja-la durante as justas!" O outro homem, a quem chamaram de Adam, toma o copo da mão de Arthur e responde: "Não se eu chegar primeiro." Ele então bebe o conteúdo do copo e devolve ao seu "dono" para então se separar. Você segue os olhos pelo salão e percebe que o nobre gordo levava sua filha na presença de Larel Courim. Você tenta se aproximar para ouvir a conversa, alguns grupos de pessoas conversavam e riam alto, você para da criada que servia uma mesa e troca de caneca para ouvir melhor o diálogo. O homem gordo apresenta sua filha a Larel: "Lorde Courim... está é minha filha, a Baronesa Gendra de Lorreti." O baronete faz um cumprimento e beija a mão da moça. E faz um galanteio: "Vejo que a senhorita tem pretendentes a altura de sua beleza! Espero que eu seja um pretendente a altura dos barões Arthur Rudim e Adam Green. Sou um Baronete, mas em breve tomarei meu lugar de direito." A moça sorri.


TODOS

Citação:
A sinfonia para. O banquete é brevemente interrompido pelo Conde Ludur que chama atenção de todos para o púlpito, quando ele diz: "Senhoras e Senhores, a Rainha Lilian tem um comunicado." De uma porta lateral, tanto a Rainha de Filanti Lilian, quanto a sua irmã a Rainha de Conti, Gwen entram pelas portas laterais. O príncipe se junta as duas Rainhas e pareceu falar algo com sua mãe, que não podia ser ouvido a distância.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Banquete 1.jpg
Banquete 2.jpg
Banquete 3.jpg
Banquete 4.jpg
#322 Marcus Moldi Enviado : 03/02/18 18:31
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Depois que meu tio me alerta da besteira que havia dito para o Diplomata de Calco, falo: " Mil perdões meu Lorde...Não foi minha intenção...Me confundi e em vez de dizer ruínas falei minas...Irei corrigir o erro agora mesmo meu Lorde" Me levanto da mesa e vou na direção do Diplomata de Calco: "Meu Lorde...Me desculpe estar tomando seu tempo, mas em meu discurso cometi um equivoco...Não são minas inexploradas que temos em nossas terras e sim ruínas de um antigo templo ou escola antiga... O Lorde Thoros Aldebrenas seria a pessoa indicada para me auxiliar nessa exploração ou teria outro Lorde que poderia nos auxiliar em nossa empreitada?"
#323 Fernão Coppa Enviado : 03/02/18 19:54
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 2d20=14,7
Mais uma informação sobre Larel...

Ao finalmente entender os nomes das pessoas, tento me lembrar o que sei sobre a família Lorreti. Etiqueta 3

Então, quando vejo o anúncio. Fico quieto em reverência, mas tento manter os ouvidos e olhos atentos nas reações das pessoas para ver se alguém tem alguma reação hostil ao que for anunciado.

Etiqueta 3, Usar os Sentidos 4
#324 saulocr Enviado : 03/02/18 21:24
TODOS

Citação:
Fernão, Etiqueta 3, Rolamento 14, Laranja, Médio.
Fernão, Usar Sentidos 4, Rolamento 7, Branco, Rotineiro.

Praticamente todos no salão deixam seus afazeres e conversas paralelas para assistir as palavras das Rainhas. Após ouvir as desculpas de Marcus, seu tio deixa-o sozinho e vai para onde está sua esposa. Você então alcança o diplomata de Calco que também estava atento ao comunicado que estava por vir e quando você tenta justificar ele educadamente lhe diz: "Todos cometem erros, certo?" Em seguida ele simplesmente te ignora. Fernão sabia que os Lorreti possuem ligação com a família Real. O Visconde Lorreti é o atual governante de Pacri, ele não tem filhos homens, apenas Gendra de Lorreti é sua herdeira. Você tentou, mas estava distante e não conseguiu ler os lábios do príncipe. Após a entrada das rainhas, as pessoas conversavam uma com as outras tentando adivinhar o que poderia ser, então quando todos se aquieta a Rainha Lilian diz: "Nobres de Filanti e demais convidados! Eu fico feliz em lhes dizer em primeira mão o fortalecimento da aliança de Conti e Filanti. Assim como minha irmã casou-se com o então Duque Arrab II, tenho a honra em anunciar o noivado de minha filha, a Princesa de Chats, Liliane e o Principe de Muli, Arrab III." O anuncio pegou muita gente de surpresa, o próprio príncipe de Chats era um deles. Houve muitos aplausos e também comentários nas mesas e das pessoas no salão. De um lado aparece o Príncipe Arrab III, não tinha mais que 18 anos de idade, um rapaz bonito. Entretanto do outro lado a princesa não apareceu, ao invés disso, uma da moças armaduradas que entrara com a Rainha vem até elas e lhes fala ao ouvido. A Rainha de Conti então diz: "Bom senhores, vamos comemorar! O anúncio oficial será feito durante os jogos, quando o Rei Mar estiver disposto, para a toda a população, então bebam... eu quero musica, sirvam mais vinho." Aos poucos as pessoas voltam a se divertir, agora tinham algo para conversar.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Mesa Central.jpg
#325 Fernão Coppa Enviado : 03/02/18 22:26
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 4d20=13,10,9,7
Aproveito a pausa e se possível vou até Lucípede, lhe entregar o perfume:

- Olá, lhe prometi um perfume da sua flor favorita, a pluméria. Porém não a encontrei no mercado, e encomendas só chegariam em meses. Então lhe trouxe esta lembrança. Gosta do aroma?

Se ela deixar, borrifo uma dose em seu pulso.

Depois da reação dela, me despeço e volto a me servir e a escutar as pessoas vagando pelo salão. Observo disfarçadamente se os talheres são de prata. Caso positivo, em determinado momento, de preferência quando todos forem distraídos, furto uma faca e a coloco no bolso com o cabo para baixo para não furar. Depois outra no outro bolso da mesma forma. Depois vou aos banheiros e se tiver vazio, as coloco uma em cada meia.

Usar os Sentidos 4, Furtar Objetos 6, Furtar Objetos 6, e Ações Furtivas 6 (se necessário) .
#326 Marcus Moldi Enviado : 04/02/18 11:46
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Lançamento 2d20=4,6
Depois do pronunciamento, espero educadamente que o Diplomata me responda em relação se o Lorde que me ajudaria na exploração das minas, poderia ajudar na exploração das ruínas...Caso ele venha a me ignorar, irei tentar lembrar algo relacionado ao nome Thoros Aldebrenas. Posteriormente, vou na direção da Sta. Lucípide, prestando atenção nos comentários das pessoas a mesa em relação ao pronunciamento da Rainha.

Etiqueta 8 (Se a pessoa em questão não for da Nobreza, será Etiqueta 6)

Examinar 3

#327 saulocr Enviado : 05/02/18 19:28
FERNÃO COPPA

Citação:
Durante o anúncio, você se desloca até Lucípide, ela parecia relutante, entretanto recebe seu presente com um sorriso e acena que sim para sua pergunta. Pouco tempo depois ela volta a pegar seu alaúde e começa a tocar, juntamente aos outros bardos. Você então se concentra nas mesas, os talheres não eram de pratas, provavelmente somente na mesa da família real deveria haver.


MARCUS MOLDI

Citação:
Ao final do pronunciamento, Alanzo Martine olha para você e lhe diz: "Há... ainda está ai?" Você não sabe de nada da família Aldebrenas, entretanto o diplomata de Calco lhe aponta para um anão, bem vestido e de barba aparada em uma mesa falando com uma senhora. Você volta sua atenção para Lucípide, mas ela já estava em meio a uma canção.
#328 Fernão Coppa Enviado : 05/02/18 21:27
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 2d20=17,7
Presto atenção na festa, procuro ver com quem cada um dos gêmeos está falando. Tento observar quais são as diferenças de cada um, e pelas roupas, qual estava na mesma mesa que eu no começo da noite.

Depois tento ver se alguém está prestando atenção em mim. Então cumprimento a pessoa e tento conversar com ela.



#329 Marcus Moldi Enviado : 06/02/18 07:27
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Faço os cumprimentos formais para me despedir do Diplomata de Calco, com um sorriso no rosto, falo: "Que Cambú conserve sua sabedoria e o abençoe em todos os seus dias meu Lorde". Posteriormente caminho na direção do Lorde Anão apontado pelo diplomata de Calco, espero o momento propício para me apresentar e cumprimentar a ambos, e digo: "Me desculpe por estar atrapalhando a vossa conversa Lorde Thoros Aldebrenas e a Senhora que esta em sua companhia...Me chamo Marcos Moldi, e aqui estou representando meu Lorde o Barão Carlos Moldi de Pechara...É um honra poder conhece-lo meu Lorde...Se for possivel, gostaria de conversar com o Lorde... O assunto se refere aos negócios que Vossa Senhoria trabalha...Fui indicado a procura-lo pelo Diplomata de Calco, o Lorde Alonzo Martine." Mantenho um sorriso de felicidade por encontrar uma pessoa que possa vir a nos ajudar em nossa empreitada na construção da Universidade em Pechara, orando a Cambú que interceda em prol de nosso acordo.

(Pensamento: "Peço à Cambú que abençoe as minhas palavras e que eu consiga fechar um acordo com o Lorde Anão Thoros Aldebrenas para que consigamos investimentos para a construção de nossa Universidade...Prometo que caso consiga concluir o acordo de forma justa para ambas as partes, lhe concederemos 1/10 de nossos dividendos para Vossa Igreja, Lorde das Negociações e Diplomacia.")
#330 saulocr Enviado : 06/02/18 10:01
FERNÃO COPPA

Citação:
Percepção 4, Rolamento 17, Vermelho, Difícil.

Você volta para seu lugar na mesa, de onde estava você podia ver os irmãos Courim no seu campo de visão. Apesar de gêmeos um observador atento poderia notar diferenças sutis, a começar pelo físico. Larel era visivelmente mais robusto que seu irmão Darel, apesar das roupas folgadas esconderem um pouco, talvez até dois ou três centímetros mais alto, ambos tinham mais de 1,8 metros. O rosto de Darel era magro, havia uma cicatriz na horizontal abaixo o olho, que a propósito eram castanhos e profundos. Larel era um homem atraente, certamente deveria ser cavaleiro de profissão, também tinha uma cicatriz, na altura de um dos olhos verdes. Os nobres já começavam a deixar o banquete, somente a Baronesa Travescar, estava na mesa e também o anão, diplomata de acordo. Larel conversava com um homem gordo, o Visconde Lorreti e uma bela moça, provavelmente sua filha. Já Darel conversava com o Barão Alarco e a Baronetesa Martina Manhão Sul, ambos se despedem, o Baronete Darel então sai do salão na direção dos banheiros, enquanto os Manhão Sul seguem de volta a mesa. Quando menos esperava, Sir Marcus Moldi chega a mesa e começa a conversar com o anão que já parecia estar sobre efeito do álcool.


MARCUS MOLDI

Citação:
Você chega a mesa, eles não estavam conversando. Você então os cumprimenta e puxa assunto com o anão, ele parecia ter bebido um pouco e te responde: "O Martine te enviou..? Então sente e beba comigo..." Ele puxa uma caneca e enche com vinho. Só então se dá conta que Fernão Coppa observava a sua peleja em uma cadeira ali na mesa.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Mesa Central.jpg
Usuários visualizando este tópico
Guest (3)
14 Páginas «<910111213>»
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET