Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Questão da Enquete : Revis (Enquete fechada)
Escolha Votos Estatísticas
Aprovado 6 100 %
Reprovado (precisa de melhorias) 0 0 %

2 Páginas 12>
Revisão da Lista de Magias de Arautos Opções
#1 Hector Folha-Palida Enviado : 25/09/16 19:50
#2 Sistema Automático Enviado : 05/01/17 09:02
A Terefa foi solicitada pelo usuário samuel.azevedo
#3 samuel.azevedo Enviado : 09/01/17 11:45
#4 samuel.azevedo Enviado : 09/01/17 12:07
Análise da lista

Magia
Ausência - muito fraca, sugiro refazer, ajudando em furtividade por exemplo. Porque com a magia de identificação a pessoa já se passa por outra pessoa... Porque ter duas magias para se passar por outra pessoa (esta que se passa por um zé ninguém, e a outra que se passa por um conhecido)?
Boato - é boa, só precisa rever os números de pessoas afetadas para padronizar o crescimento...
Contatos Musicais - é bastante limitada, talvez pudesse ser remodelada para transmitir mensagens secretas não só em música como em outros meios.
Detectar Intenção - eliminaria o efeito 1 e colocaria parte do texto do efeito 2 no corpo da magia.
Identificação - acho que precisa ser totalmente refeita, para personificar outra pessoa qualquer, não só um amigo.
Leitura Labial - está muito limitada, em tempo e número de palavras ou conteúdo; sugiro refazer ou misturar os efeitos com os da magia linguagem.
Manipular Confiança - acredito que ao manipular a confiança poderia melhorar testes sociais, não só persuasão.
Motivação - ela é muito boa para depois de uma batalha, devido ao tempo de evocação é útil para restaurar o grupo ao explorar dungeons, mas inútil durante um combate.Talvez fosse mais útil se servisse de motivação também antes de combate (oferecendo EH extra).

Resumindo:
Alterar um pouco: Boato, Contatos Musicais, Detectar Intenções, Manipular Confiança.
Pequena revisão: Motivação.
Mesclar Ausência + Identificação e adicionar a possibilidade de personificar desconhecidos no efeito mais alto. Abrindo-se espaço para uma nova magia para dar bônus durante o combate (quem nunca ouviu falar de arautos de guerra).
Leitura Labial está bem fraquinha e poderia ser mesclada com linguagem, que saiu da lista básica.


Antes de eu fazer, alguém concorda ou discorda com estas opiniões?

#5 Hector Folha-Palida Enviado : 10/01/17 11:06
Sobre a sua analise das magias, minha sugestões:

Ausência - Concordo plenamente.

Boato - OK.

Contatos Musicais - Pode utilizar deforma mais ampla a habilidade Arte e seus muitos ramos, não só musica.

Detectar intenções - Ok

Identificação - Pode mudar o nome também.

Leitura labial/Linguagem - Dependendo do jeito que ficar, ela pode constar na lista básica de bardo com custo 2, e na lista dos arautos com custo 1. Isso te daria 1 pontoa mais na lista para deixar alguma magia mais forte. Mas se entrar na lista básica, os efeitos até o nível 4, devem ser mais fracos, podendo escalar a partir do nível 5.

Manipular Confiança - Concordo, e tem que adaptar a nova lista de habilidades também.

Motivação - Em vez de EH extra, poderia dar bônus pequeno na iniciativa para todo o grupo no níveis baixos, e depois agregar EH extra, colunas de combate, e até algum outro bônus. Podendo ser uma magia de custo 3, ou seja, bem forte e muito requisitada.

Abraços
#6 samuel.azevedo Enviado : 10/01/17 11:08
#7 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 17:23
Personificar = Ausência + Identificação
Evocação: Instantânea
Alcance: Pessoal
Duração: variável

Com este encanto, o evocador consegue se passar por outra pessoa de forma convincente, quer seja para passar despercebido, quer seja para representar alguém importante e usar deste disfarce para ter acesso a locais. É possível que um interlocutor consiga "quebrar" o véu do efeito desta magia se passar em um teste de resistência a magia.

Para usar este encanto é preciso usar um estojo de maquiagem ou disfarces.

Personificar 1 - Permite se passar por uma pessoa diferente, da mesma raça e gênero, mas com aparência, idade e trejeitos diferentes, com o intuito de apenas esconder a própria identidade ou representar um personagem em uma apresentação artística. O efeito dura 1 hora.
Personificar 3 - Permite se passar por uma pessoa comum no local, como um guarda, um mendigo, um serviçal... Alguém que não chame a atenção. Dessa forma, o personificador passa pelas pessoas sem ser notado, a não ser que a figura comum não tenha acesso ao local onde ele estiver (por exemplo, um cozinheiro ter acesso a um cofre). O efeito dura 1 hora.
Personificar 5 - Permite se passar por uma pessoa específica, de qualquer raça ou gênero, ou mesmo de porte físico um pouco diferente. O personificador terá a aparência, a voz, os trejeitos e até o cheiro da pessoa personificada. O efeito dura 1 hora.
Personificar 7 - idem efeitos 1 e 3, mas a duração é de um dia.
Personificar 9 - idem efeito 5, mas a duração é de um dia.
#8 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 17:38
Boato
Evocação: 20 rodadas
Alcance: 5 metros
Duração: Variável

Com este poderoso feitiço, o evocador pode espalhar um boato de forma que seja tido como verdade por aqueles que o ouviram, manipulando o pensamento destas pessoas.

Isso se dá da seguinte forma: primeiramente o evocador deverá conversar por, no mínimo, 5 minutos com uma, e somente uma pessoa sobre o assunto que deverá se tornar o boato. No final da conversa o evocador deverá dizer uma frase, geralmente resumindo o que ele disse até então, de no máximo 20 palavras que será justamente o boato. A pessoa então deverá fazer um teste de Resistência à Magia e, se falhar, assimilará o boato como verdade, sentindo a necessidade de passar essa informação para outras pessoas.

O número de pessoas que ela necessariamente deverá passar a informação adiante, variará de acordo com o nível da magia. Quando a vítima espalhar o boato para o número máximo de pessoas descrito no nível, ela não sentirá mais a necessidade de passar adiante a informação, embora ela possa fazê-lo caso seja de seu desejo. O boato espalhado pela vítima necessariamente deverá ser fiel ao transmitido do evocador a ela. Observe que as pessoas as quais o boato for transmitido podem acreditar ou não no que a vítima disser. Isso é uma decisão particular de cada pessoa. Por conta disso, é sempre importante para o evocador escolher a pessoa certa, que tenha mais credibilidade o possível, para que passe o boato. Assim, se a vítima for uma criança, muitas pessoas possivelmente não acreditarão no que ela disser, alegando ser fruto da imaginação dela. No entanto, se a vítima for um sacerdote respeitado, as pessoas tenderão a ser muito mais receptivas ao que ele disser.

Além disso, a vítima após uma hora de enfeitiçada esquecerá quem foi a pessoa que lhe passou a informação. Ela não se lembrará de seu nome nem rosto nem qualquer outro elemento que possa identificá-la, mas só saberá que veio de uma fonte altamente “confiável”.

Boato 1: O boato se espalha para mais 3 pessoas, totalizando 4 pessoas.
Boato 2: Idem ao anterior, mas as últimas pessoas que ouviram o boato a espalham para mais 3 cada, totalizando 10 pessoas que sabem do boato.
Boato 4: Idem ao anterior, totalizando 28 pessoas.
Boato 6: Idem ao anterior, totalizando 82 pessoas de uma vila ou cidade.
Boato 8: O boato se espalha de boca em boca em uma cidade pequena ou vila no prazo de 1 semana.
Boato 10: O boato se espalha de boca em boca e se espalha por uma cidade grande em 1 semana ou reino no prazo de 1 mês (nos reinos mais civilizados) a 2 meses (nos mais ermos).
#9 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 17:54
Contatos Artísticos
Evocação: Variável
Alcance: Variável
Duração: Instantânea

Contatos artísticos é uma magia que permite a utilização de algum meio de arte para transmitir informações a pessoas específicas. A arte é tão instigante que em si carrega uma mensagem que o destinatário do encanto percebe claramente. Não é possível saber de onde o encanto veio, se o encantador não quiser se identificar.

O tempo de evocação vai depender do tempo necessário para produzir a arte específica (menos tempo para cantar, e mais tempo para fazer um quadro ou escultura elaborado). O alcance da mensagem secreta é o alcance que a obra de arte tiver (a distância de audição, se for uma música, ou onde uma obra de arte estiver).

O contato artístico não pode ser entendido por nenhuma pessoa (uma música tocada é audível mas a mensagem codificada só é perceptível pelo destinatário, o quadro expressa para todos uma cena, mas o destinatário consegue ver a mensagem através dele, etc).

Assim o evocador pode fazer com que no meio de uma multidão uma pessoa específica entenda o que ele está dizendo de forma codificada enquanto todos os outros não podem.

É necessário que se faça um teste de resistência à magia para a pessoa cuja mensagem está direcionada e ela deverá falhar neste teste para que possa perceber a mensagem, a não ser que voluntariamente ela queira perceber a mensagem.

O alcance da magia é variável, pois depende do meio de execução e o ambiente no qual está inserido. Assim se o instrumento estiver sendo tocado em meio a muito barulho, é impossível a mensagem chegar a seu(s) destinatário(s). Fica a cargo do MJ determinar se o som do instrumento chegará ou não até a(s) pessoa(s), levando em consideração a sua intensidade e a quantidade de outras fontes sonoras que atrapalham a mensagem.

O destinatário pode ser uma pessoa específica, ou pode ser quem souber a senha. Se o efeito escolhido foi o de transmitir a mensagem, deve ser escolhido se o destinatário é uma pessoa ou o portador de uma senha secreta. No segundo caso, será preciso usar novamente esta magia para compartilhar a senha de forma segura.

Contatos Artísticos 1: Permite transmitir uma mensagem codificada de até 10 palavras para 1 destinatário, ou criar e compartilhar secretamente uma senha para até 3 pessoas.
Contatos Artísticos 2: idem anterior, a senha pode ser dada secretamente para até 5 pessoas, a mensagem pode conter até 25 palavras.
Contatos Artísticos 4: idem anterior, a mensagem pode conter até 50 palavras.
Contatos Artísticos 6: idem anterior, a mensagem pode conter até 100 palavras, ou pode ser transmitida secretamente uma senha para até 15 pessoas.
Contatos Artísticos 8: idem anterior, a mensagem pode conter até 500 palavras.
Contatos Artísticos 10: idem anterior, a mensagem não tem limite de palavras, desde que o meio artístico seja maior que a mensagem.
#10 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 18:03
Detectar Intenção
Evocação: Instantânea
Alcance: Pessoal
Duração: 3 rodadas

Com este encanto, o evocador pode detectar fortes intenções que uma pessoa possa ter em relação ao evocador, ou alguma pessoa mencionada - de acordo com o efeito usado. Essa magia só pode ser evocada em uma conversa entre a vítima e o evocador da magia. A evocação é totalmente discreta e imperceptível por meios normais.

Intenções fracas não são podem ser detectadas (exemplo de fraca intenção: vou ficar perto do taverneiro pra ver se eu consigo um pouco de vinho).

Este encanto permite saber se a vítima possui alguma intenção em relação ao evocador. E caso a vítima tenha alguma intenção no evocador, a magia permite saber algo a respeito da intenção. Poderão ser 5 as respostas da magia:

Muito ruim ( desfavorece muito o evocador - Ex: coloca em perigo a vida do evocador).
Ruim ( desfavorece o evocador - Ex: deseja o mau e/ou tenta manipular)
Neutra ( não desfavorece nem favorece o evocador - Ex: um jogo político que favorece os dois lados, troca de favores)
Boa (favorece o evocador - Ex: deseja o bem do evocador / oferece favor sem receber nada em troca)
Não aplicável (algo que não favorece nem desfavorece necessariamente um ou outro - Ex: A pessoa está apaixonada pelo evocador)

Detectar Intenção 1: Permite saber a intenção de um interlocutor em relação ao evocador.
Detectar Intenção 2: idem ao anterior, mas permite saber a intenção de até três interlocutores em relação ao evocador e até 3 pessoas presentes.
Detectar Intenção 4: Idem ao anterior, mas permite saber a intenção de todos os interlocutores em relação ao evocador e as outras pessoas presentes e mencionadas na conversa.
Detectar Intenção 6: Idem ao anterior, mas permite saber também se as vítimas possuem alguma intenção sobre alguém mencionado na conversa mesmo que não esteja presente.
Detectar Intenção 8: Idem ao anterior, mas permite saber alguns detalhes de cada intenção ( o MJ decide o que revelar).
Detectar Intenção 10: Permite saber com precisão qual é a intenção, geral ou individual, das vítimas sobre qualquer pessoa citada pelo evocador ou próxima a ele no espaço físico, incluindo o próprio.
#11 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 18:33
Comunicação = leitura labial + linguagem
Evocação: instantânea
Alcance: variável
Duração: variável

Com este feitiço é possível adquirir a capacidade temporária de comunicação em um idioma, por meio escrito ou falado conforme o efeito escolhido. Caso o evocador saiba ler em alguma língua, o feitiço também lhe permite de ler e escrever nesta nova língua.

Após a duração da magia, os conhecimentos obtidos através dela desaparecem completamente. O uso deste feitiço não ajuda em nada o aprendizado de uma língua.

Em todos os níveis, é preciso ter algum estímulo nos idiomas afetados (alguém deve estar falando neles, ou deve haver algo escrito no novo idioma para ativar a habilidade).

Comunicação 1: Permite ao evocador ler e falar em um idioma que não sabe, ou fazer leitura labial perfeita de palavras em um idioma que domina normalmente desde que consiga ver os lábios do interlocutor. O efeito dura por 1 hora.
Comunicação 2: idem ao anterior, mas o evocador se torna temporariamente poliglota em qualquer idioma com que interagir dentro de 1 hora.
Comunicação 4: idem anterior, também permite ler lábios em idiomas desconhecidos por 1 hora.
Comunicação 6: idem anterior, mas o efeito dura por 1 dia ou dura por 1 hora para até três pessoas tocadas pelo evocador.
Comunicação 8: Permite ao evocador ler em qualquer idioma um livro de 100 páginas em um minuto, ou copiar uma página por minuto.
Comunicação 10: Idem anterior, permite perceber a existência de mensagens secretas dentro de um texto lido ou falado, concedendo bônus de 1 nível em testes de Códigos para entender o conteúdo.
#12 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 18:50
Manipular Confiança
Alcance: Variável
Evocação: 10 rodadas
Duração: variável

Com este encantamento o evocador canta uma canção ou conta uma história acerca de uma pessoa, que pode ter efeito depreciativo ou inspirativo sobre os ouvintes. As vítimas do encanto ficarão tão apreciadas pela história que ficarão extremamente admiradas com a pessoa citada, caso o evocador tenha contado uma história positiva, ou ficarão temerosas e ressentidas caso a canção seja depreciativa. Assim o evocador com este mesmo feitiço pode escolher exaltar ou depreciar a imagem de alguma pessoa. O efeito causado é que a pessoa em questão terá facilidade ou dificuldade em qualquer teste de habilidades do grupo influência sobre a platéia do efeito, ex: arte, extrair informação, empatia, etiqueta, liderança, negociação, persuasão, etc.

A magia afeta todas as pessoas que falharem no teste de Resistência à Magia e todas as pessoas tem que ser capazes de ouvir e entender o que o evocador está cantando ou contando para que o feitiço funcione.

Manipular confiança 1: Concede um ajuste de -1/+1 nível de dificuldade para platéia em um alcance de 5 metros; a duração é de 1 dia.
Manipular confiança 2: Concede um ajuste de -1/+1 nível de dificuldade para platéia em um alcance de 15 metros; a duração é de 3 dias.
Manipular confiança 4: Concede um ajuste de -2/+2 níveis de dificuldade para platéia em um alcance de 15 metros; a duração é de 9 dias.
Manipular confiança 6: Concede um ajuste de -2/+2 níveis de dificuldade para platéia em um alcance de 45 metros; a duração é de 12 dias.
Manipular confiança 8: Concede um ajuste de -3/+3 níveis de dificuldade para platéia em um alcance de 45 metros; a duração é de 15 dias.
Manipular confiança 10: Concede um ajuste de -3/+3 níveis de dificuldade para platéia em um alcance de 100 metros; a duração é de 1 mês.
#13 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 19:02
Motivação
Evocação: variável.
Alcance: 20 metros.
Duração: Instantânea

Este encanto permite que o evocador instigue seus aliados para a batalha. Em alguns efeitos mais altos, ela também serve para recuperar o fôlego de soldados fatigados para novas investidas em curto tempo.

A EH recuperada não pode ultrapassar o máximo, sendo assim, caso recupere-se mais que o total da EH de alguém os pontos extras são perdidos. Apesar da cura não ser tão intensa quanto à de um sacerdote, a vantagem é a capacidade de atingir grande quantidade de pessoas.

Os bônus de iniciativa e ataque não se acumulam com outros efeitos dessa mesma magia, permanecendo os maiores bônus.

Motivação 1: concede um bônus igual ao modificador de Carisma do evocador, para sua iniciativa e a dos seus aliados; a evocação é de 1 rodada.
Motivação 3: idem ao anterior, e concede 4 pontos de EH extra para todos dentro do alcance.
Motivação 5: idem ao anterior, e concede um bônus de +1 nos ataques e danos de todos os aliados.
Motivação 7: idem ao anterior, mas o bônus de ataque e de iniciativa é o mesmo (o carisma do evocador).
Motivação 9: idem ao anterior, mas a EH extra para o combate em andamento é de 8 pontos na EH.
Motivação 10: revigora em até 20 pontos a EH perdida de todos dentro do alcance, todos precisam descansar e ouvir a música durante seus 5 minutos de evocação.
#14 samuel.azevedo Enviado : 16/01/17 19:04
Bom, aí em cima estão as versões modificadas ou mescladas das magias que já existiam...

Felipe, creio que precisam estar organizadas em links para discussão...
#15 Hector Folha-Palida Enviado : 19/01/17 10:44
Vamos lá boss, excelente trabalho.

Alguns pontos:

Personificar: Coloca no texto que no efeito de chamar atenção, é necessário ter visto a pessoa a ser personificada, ter tido uma conversa ou algo do gênero, para ter ao menos a referencia na personificação.
E o teste de RM seria incorreto, creio que o mais lógico seria um teste artes (Cênicas). O que acha?

Efeito 5 – Qualquer raça é amplo demais, um anão virar um ogro caberia nesse escopo? Ou só quis dizer das raças jogáveis?

Boato
O Alcance precisa ser apenas 5 metros? Acha viável e lógico aumentar esse parâmetro?

Contatos Artísticos
O nome poderia ser mudado.
A resistência a magia me parece desnecessária.
A coisa da senha me pareceu meio perdida na magia, pois a mensagem já é direcionada e secreta. A Ideia de senha é redundante, mandar uma senha por mensagem secreta para ele ouvir as mensagens secretas.

Pela não combatividade da magia, creio que seria melhor deixar com apenas 5 níveis, tendo cada nível um efeito. Isso aumentaria o interesse na magia, por ser mais barata e prática.

Detectar intenções

O primeiro e o terceiro paragrafo estão se repetindo.

Comunicação

Só uma ideia, descarte se quiser: Que tal, em vez de aprender magicamente a língua, o Bardo entrar em um transe, que permita ele compreender a língua e se comunicar nela, assim quando o transe termina ele perde a capacidade dada pela magia, assim entrar em combate romperia o transe.

No efeito 8 – Copiar e/ou traduzir uma pagina por minuto.

Manipular confiança: Muito bom.

Motivação:

Colocar no texto que a motivação deve ser conjurada a partir de um discurso, uma musica, algo que esconda a magia per si.
Os feitos de EH podem aumentar um pouco, e no efeito 7, pode colocar o bonus de carisma no dano também. No efeito 9, seria bom colocar resistência a magia, contra efeito mágicos de medo. Podendo até mesmo dar imunidade temporária.
#16 Hector Folha-Palida Enviado : 19/01/17 10:45
Boss pode abrir um verbete no tagmarpedia e vincular a tarefa, se não conseguir me avisa que eu faço.
#17 samuel.azevedo Enviado : 28/01/17 16:53

Coloquei a lista neste link.


Acompanhando as sugestões:

Hector Folha-Palida escreveu:
Vamos lá boss, excelente trabalho.

Alguns pontos:

Personificar: Coloca no texto que no efeito de chamar atenção, é necessário ter visto a pessoa a ser personificada, ter tido uma conversa ou algo do gênero, para ter ao menos a referencia na personificação.
E o teste de RM seria incorreto, creio que o mais lógico seria um teste artes (Cênicas). O que acha?

A Resistência a Magia é para as outras pessoas perceberem através da magia. Acho que o uso da habilidade seria adequado para perceber se alguém está fingindo apenas com a habilidade.

Efeito 5 – Qualquer raça é amplo demais, um anão virar um ogro caberia nesse escopo? Ou só quis dizer das raças jogáveis?

Tirei isso daqui e botei o qualquer raça no último efeito.

Boato
O Alcance precisa ser apenas 5 metros? Acha viável e lógico aumentar esse parâmetro?

Modifiquei para alcance audível.

Contatos Artísticos
O nome poderia ser mudado.
A resistência a magia me parece desnecessária.
A coisa da senha me pareceu meio perdida na magia, pois a mensagem já é direcionada e secreta. A Ideia de senha é redundante, mandar uma senha por mensagem secreta para ele ouvir as mensagens secretas.

Pela não combatividade da magia, creio que seria melhor deixar com apenas 5 níveis, tendo cada nível um efeito. Isso aumentaria o interesse na magia, por ser mais barata e prática.

Retirei o negócio de senha e da resistência, deixei os efeitos todos por enquanto. Lembrando que o foco do bardo e mais especificamente desta magia é a interação e não a combatividade.

Detectar intenções

O primeiro e o terceiro paragrafo estão se repetindo.

Corrigido.

Comunicação

Só uma ideia, descarte se quiser: Que tal, em vez de aprender magicamente a língua, o Bardo entrar em um transe, que permita ele compreender a língua e se comunicar nela, assim quando o transe termina ele perde a capacidade dada pela magia, assim entrar em combate romperia o transe.

No efeito 8 – Copiar e/ou traduzir uma pagina por minuto.

Corrigido e atualizado.

Manipular confiança: Muito bom.

Motivação:

Colocar no texto que a motivação deve ser conjurada a partir de um discurso, uma musica, algo que esconda a magia per si.
Os feitos de EH podem aumentar um pouco, e no efeito 7, pode colocar o bonus de carisma no dano também. No efeito 9, seria bom colocar resistência a magia, contra efeito mágicos de medo. Podendo até mesmo dar imunidade temporária.

Feito.



#18 Hector Folha-Palida Enviado : 09/03/17 10:53
Perfeito, só falta criar uma nova magia ao seu gosto. Está magia pode ser de suporte combativo ou não, mas deve seguir na linha de Alteração (sensorial ou material) ou Detecção (Sensorial). Com as 8 magias completas, peço que calcule os custos das magias para que não ultrapasse o custo total de 16 pontos.

Abraços
#19 samuel.azevedo Enviado : 11/03/17 19:13
Olá, fiz duas magias novas. Poderia me ajudar a escolher qual fica melhor na lista?

Proclamação Solene
Habilidades de Arauto
#20 Hector Folha-Palida Enviado : 13/03/17 19:39
Do jeito que estão, Habilidade de Arauto sem duvida nenhuma.

Excelente de magia de suporte, dependendo do contexto das outras magias, pode até custar 3 pontos.

A Proclamação Solene ficou boa mas precisa de alguns ajustes objetivos.

Abraços
#21 Fábio_CM Enviado : 14/03/17 09:06
samuel.azevedo escreveu:
Olá, fiz duas magias novas. Poderia me ajudar a escolher qual fica melhor na lista?

Proclamação Solene
Habilidades de Arauto

Olá.
Eu gostaria de sugerir que não fossem criadas magias que concedessem graus de bônus em testes de habilidades. Os graus possíveis de sucesso em habilidades são apenas 5, desconsiderando a falha e o crítico. Portanto, se você concede 5 graus automáticos é como atribuir sucesso automático no teste.

Em vez disso, eu sugiro que as magias concedam um resultado mínimo ao teste. Por exemplo, em vez de "Habilidades de Arauto 1: diminui um nível de dificuldade em um teste da habilidade escolhida.", escrever que "Habilidade de Arauto 1: o personagem deve considerar como um resultado rotineiro se obtiver um verde no lançamento de dados para uma habilidade.". Da mesma forma, em vez de "Habilidades de Arauto 9: diminui cinco níveis de dificuldade em um teste da habilidade escolhida, ou torna Muito Difícil algo que seria Impossível.", escrever "Habilidade de Arauto 9: o personagem deve considerar como um resultado muito difícil se obtiver qualquer lançamento vermelho ou pior no lançamento de dados para uma habilidade, ou torna Muito Difícil algo que seria Impossível.".

Esse tipo de troca ainda mantém a necessidade do personagem ser bom na habilidade se não for realmente bom na magia, mas garante a utilidade da magia para tarefas mais fáceis, em níveis menores. Além de forçar o personagem a usar os níveis mais altos se quiser obter um resultado realmente bom.
#22 Fábio_CM Enviado : 14/03/17 10:00
Algumas sugestões quanto a todas as outras magias:

Personificar
Citação:
Personificar 9 - idem efeito 5, e permite personificar a aparência de uma pessoa de qualquer raça inteligente, mas a duração é de um dia.

Sugiro limitar o tamanho da raça inteligente (gigantes e dragões são raças inteligentes).

Boato
Ficou bem poderosa essa magia. Um boato do tipo "o taverneiro matou o filho desaparecido do rei" pode causar facinho uma execução.

Detectar Intenção
Dúvidas: (1) Pessoas mencionadas são pessoas que o evocar nomeia em voz alta? (2) Os níveis falam em interlocutores. É preciso que a vítima esteja conversando com o evocador para a magia funcionar?

Comunicação
Citação:
Caso o evocador saiba ler em alguma língua, o feitiço também lhe permite de ler e escrever nesta nova língua.

Só para lembrar que todos os bardos sabem escrever.

Também falta esclarecer uma coisa: é preciso saber qual o idioma que se deseja utilizar? Se não precisar, ele saberá em que idioma interagiu depois que a magia acabar?

Manipular confiança é muito poderosa e parece potencialmente "combável" com boato.

Motivação
Citação:
Motivação 10: revigora em até 40 pontos a EH perdida de todos dentro do alcance, todos precisam descansar e ouvir a música durante seus 5 minutos de evocação.

Nos outros níveis não é preciso que se escute a música durante 5 minutos? Além disso, "ouvir o recital" não seria mais genérico (de acordo com a descrição inicial da magia) do que "ouvir a música"?
#23 samuel.azevedo Enviado : 16/03/17 13:51
Fábio_CM escreveu:
samuel.azevedo escreveu:
Olá, fiz duas magias novas. Poderia me ajudar a escolher qual fica melhor na lista?

Proclamação Solene
Habilidades de Arauto

Olá.
Eu gostaria de sugerir que não fossem criadas magias que concedessem graus de bônus em testes de habilidades. Os graus possíveis de sucesso em habilidades são apenas 5, desconsiderando a falha e o crítico. Portanto, se você concede 5 graus automáticos é como atribuir sucesso automático no teste.

Em vez disso, eu sugiro que as magias concedam um resultado mínimo ao teste. Por exemplo, em vez de "Habilidades de Arauto 1: diminui um nível de dificuldade em um teste da habilidade escolhida.", escrever que "Habilidade de Arauto 1: o personagem deve considerar como um resultado rotineiro se obtiver um verde no lançamento de dados para uma habilidade.". Da mesma forma, em vez de "Habilidades de Arauto 9: diminui cinco níveis de dificuldade em um teste da habilidade escolhida, ou torna Muito Difícil algo que seria Impossível.", escrever "Habilidade de Arauto 9: o personagem deve considerar como um resultado muito difícil se obtiver qualquer lançamento vermelho ou pior no lançamento de dados para uma habilidade, ou torna Muito Difícil algo que seria Impossível.".

Esse tipo de troca ainda mantém a necessidade do personagem ser bom na habilidade se não for realmente bom na magia, mas garante a utilidade da magia para tarefas mais fáceis, em níveis menores. Além de forçar o personagem a usar os níveis mais altos se quiser obter um resultado realmente bom.


Alterei a magia com base nesta sugestão, veja se entendi direito, por favor.
#24 samuel.azevedo Enviado : 16/03/17 13:51
Hector Folha-Palida escreveu:
Do jeito que estão, Habilidade de Arauto sem duvida nenhuma.

Excelente de magia de suporte, dependendo do contexto das outras magias, pode até custar 3 pontos.

A Proclamação Solene ficou boa mas precisa de alguns ajustes objetivos.

Abraços


Coloquei os custos das magias.
#25 samuel.azevedo Enviado : 16/03/17 14:01
Fábio_CM escreveu:
Algumas sugestões quanto a todas as outras magias:

Personificar
Citação:
Personificar 9 - idem efeito 5, e permite personificar a aparência de uma pessoa de qualquer raça inteligente, mas a duração é de um dia.

Sugiro limitar o tamanho da raça inteligente (gigantes e dragões são raças inteligentes).

Alterado!

Boato
Ficou bem poderosa essa magia. Um boato do tipo "o taverneiro matou o filho desaparecido do rei" pode causar facinho uma execução.

Isso mostra a importância do bardo em interações sociais.

Detectar Intenção
Dúvidas: (1) Pessoas mencionadas são pessoas que o evocar nomeia em voz alta? (2) Os níveis falam em interlocutores. É preciso que a vítima esteja conversando com o evocador para a magia funcionar?

1. São pessoas que o evocador ou o interlocutor mencionou na conversa.
2. Sim, conforme a descrição no texto da magia, é preciso estar conversando com as pessoas que se deseja saber a intenção. Sugere melhorar e ampliar este efeito?


Comunicação
Citação:
Caso o evocador saiba ler em alguma língua, o feitiço também lhe permite de ler e escrever nesta nova língua.

Só para lembrar que todos os bardos sabem escrever.

Também falta esclarecer uma coisa: é preciso saber qual o idioma que se deseja utilizar? Se não precisar, ele saberá em que idioma interagiu depois que a magia acabar?

Não é preciso saber, é como um tradutor universal que se ativa sozinho quando há o estímulo na nova língua. Coloquei uma parte no texto para excluir esta dúvida, agora a pessoa não lembrará de nada sobre o idioma que não soubesse antes do efeito.

Manipular confiança é muito poderosa e parece potencialmente "combável" com boato.

Mas para isso o bardo gastará karma, então tem que ser bem calculado. Sugere colocar uma restrição nos efeitos para proibir este combo?.

Motivação
Citação:
Motivação 10: revigora em até 40 pontos a EH perdida de todos dentro do alcance, todos precisam descansar e ouvir a música durante seus 5 minutos de evocação.


Nos outros níveis não é preciso que se escute a música durante 5 minutos? Além disso, "ouvir o recital" não seria mais genérico (de acordo com a descrição inicial da magia) do que "ouvir a música"?

Não, porque nos outros níveis a evocação é em tempo menor. Substitui música por recital.


Obrigado pelas colaborações! Dancing Applause
#26 Hector Folha-Palida Enviado : 22/03/17 02:14
Aguardando as seguintes decisões antes de por pra votar:

Fechar o Detectar Intenção e após isso revisar os custos.

O Combo Boato/Manipular Confiança é válido pelo estágio necessário e custo de karma, além de exigir roleplay.

Abraços
#27 Fábio_CM Enviado : 22/03/17 09:13
Só restou uma dúvida para mim:

Detectar intenção
samuel.azevedo escreveu:
1. São pessoas que o evocador ou o interlocutor mencionou na conversa.

É que esse "mencionar" me parece muito amplo. Por exemplo, apontar e dizer "aquele ali", ou "o taverneiro" servem como menção? Ou precisa ser o nome verdadeiro da pessoa?
samuel.azevedo escreveu:
2. Sim, conforme a descrição no texto da magia, é preciso estar conversando com as pessoas que se deseja saber a intenção. Sugere melhorar e ampliar este efeito?

Mas o quão complexa precisa ser esta conversa? O texto fala em "todos os interlocutores". Isso significa que se em uma apresentação teatral o bardo fizer uma pergunta para a plateia toda a magia já funcionaria?
#28 samuel.azevedo Enviado : 31/03/17 00:42
São boas perguntas. Alguém tem alguma sugestão para não deixar tão vago?
#29 Hector Folha-Palida Enviado : 04/04/17 10:41
Minhas opiniões pessoais:

1 - Em vez de mencionada, o ideal seria especificada, não sendo necessário o nome verdadeiro, pois até um "aquele ali dormindo no canto" serviria.

2 - Precisa que os interlocutores estejam aptos e interessados em responder, não pode ser uma resposta a um bom dia por exemplo, tem que existir um nexo causal entre a conversa e a pergunta feita.

Abraços
#30 samuel.azevedo Enviado : 14/04/17 12:46
Ok, na descrição de Detectar Intenção retirei pessoa mencionada e deixei os efeitos apenas para os interlocutores. No texto de alguns efeitos citei quando a pessoa mencionada precisa estar próxima.

Acrescentei a possibilidade de detectar a intenção sobre um objeto.

Por exemplo, o bardo menciona a joia perdida de uma condessa, e descobre se alguém tem alguma intenção sobre a joia.

Os efeitos estão evoluindo assim: primeiro a magia só afeta o evocador e um interlocutor, depois pode afetar mais interlocutores, depois pode sondar a intenção de um interlocutor em relação ao outro, depois amplia a sondagem sobre outra pessoa ou objeto não necessariamente presente (só desvenda se a intenção é boa, ruim, neutra), depois amplia a sondagem para mostrar detalhes, depois detalha a revelação sobre as intenções em relação a alguém ou algo que está presente e próximo.


Não entendo qual é a dificuldade de se achar razoável que um bardo, mencionando uma pessoa, sonde pela reação dos interlocutores qual é a intenção deles.

Abraços
Usuários visualizando este tópico
Guest
2 Páginas 12>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET