Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

2 Páginas 12>
Raças das Ilhas Independentes Opções
#1 samuel.azevedo Enviado : 06/06/18 18:44
Olá,

O objetivo desta tarefa é definir as raças inteligentes/civilizadas das ilhas independentes.

Esta tarefa deve obedecer as seguintes diretrizes:
- Pode ter raças inspiradas no folclore das culturas (ou nestas regiões): Africana, Polinésia, Filipinas, Indonésia, Chinesas (exceto se já forem muito manjadas em RPGs "orientais"), Indianas, Australianas;
- Alguma raça ou povo pode ser canibal;
- Entre os humanos tem um subgrupo chamado Os Moltas, altamente desenvolvido, inspirado em Walkanda;
- Novas raças inteligentes, sendo elas "evolução" de seres conhecidos como lagartos, gorilas e tigres;
- Uma ou mais raças aquáticas, ao menos uma delas tem um reino submarino;
- Devem ser listadas algumas raças novas, além da descrição da raça humana nesta ambientação;
- O texto de cada raça deve conter alguns parágrafos abordando estes assuntos: história ou lenda da raça, povos onde ela é mais comum, características físicas, habilidades especiais, vantagens/desvantagens ou pontos fortes/fracos comuns a todos os membros da raça em relação a outras raças, idioma (se possuir idioma próprio exclusivo), clãs/famílias, tempo de vida médio, facilidade/dificuldade de reprodução, relação com magia, religião (se existir religião própria, quem é seu "panteão"), relação com outras raças (inimigos/aliados "naturais"), profissões heroicas mais indicadas e porquê;
- Aproveitar raças do material extraoficial da TagmarPedia sobre as raças esta região, respeitando as diretrizes deste tópico (note que o tópico raças do material extraoficial está muito extenso misturando o que seria texto de nações com raças, fazer uma filtragem).


Deve ser evitado, nesta tarefa, por ter sido rejeitado nas etapas anteriores:
- Nada inspirado em RPGs de fantasia medieval clássico ou em RPGs de "aventuras orientais" conhecidos;
- Foi considerado que já existem muitas raças de elfos e sua presença é bem marcante em outras ambientações, então eles estão vedados nesta ambientação;
- Variações de raças já existentes em outras ambientações, como Pequeninos variando para Ginetes e Iogs (presente no material extraoficial).


Abraços
#2 samuel.azevedo Enviado : 06/06/18 19:03
Este post não é diretriz, apenas uma sugestão minha.

Poderia haver duas raças rivais surgidas na lenda em que o grande Dragão sobrevoava um vale quando viu uma belíssima mulher sendo atacada por salteadores. Ao salvá-la, ele descobriu que ela se chamava Vitória. Eles se tornou seu protetor, e com o passar dos anos se apaixonaram e tiveram dois filhos gêmeos. Um dos irmãos, era mais parecido com sua mãe e por isso se chamou Vítor, o outro tinha escamas e como se parecia com o pai foi chamado de Draco.

Eles tiveram filhos com mulheres humanas e seus descendentes se tornaram estas duas novas raças: os draconianos e os vitorianos (ou outro nome). Os draconianos seriam basicamente dragonianos férteis (ver livro de criaturas), e os vitorianos seriam muito parecido com humanos mas teriam algumas vantagens em relação a estes: grande beleza, uma vida mais longa que os humanos, e uma resistência a fogo ou gelo. Um rancor sempre existiu entre os irmãos, um com inveja das qualidades do outro, e essa rivalidade foi transmitida e aumentada pelos seus descendentes.

O grande Dragão, sua esposa, e seus dois filhos; poderiam ser considerados divindades por estes dois povos; que teriam este mesmo "panteão" em comum.

Abraços
#3 Azurius Enviado : 06/06/18 21:42
A ideia de draconianos e vitorianos é legal, se for pra esse lado abrimos espaço pra coisas como gnomos (acho topzera) asushauisa, centauros (tem até uma ilustração de tagmar com uma mulher centaura e quem sabe as banshees citadas como mentoras.

<3
#4 samuel.azevedo Enviado : 06/06/18 21:52
Imagina gnomos canibais, inspirados num misto de gnomo e pigmeu canibal.
#5 Azurius Enviado : 07/06/18 07:05
Eu prefiro aproveitar a mística deles pra serem os representantes mágicos do lugar, assim como os elfos dourados o são. Tenho até um material de gnomos engavetado.
Se for rolar de fazer a raça me avisa que essa aí eu gostaria de fazer.

Mas dá pra pensar em tribos de dworcs pra raças selvagens fazendo isso aí.
#6 Sistema Automático Enviado : 07/06/18 19:38
A Terefa foi solicitada pelo usuário sonofbalthor
#7 Ares Enviado : 28/06/18 14:16
Curti esse conceito de duas raças irmãs, mas belicosas entre si e com culturas divergentes, algo como Vulcanos e Romulanos. Mesmo que ao invés de uma humana, ela poderia ser uma ninfa dos mares ou talvez algum ser de maior poder e a relação deles só ser frutifera graças as bençãos dos deuses após algum grande sacrificio.

Com isso daria para dizer que os Vitorianos herdaram os talentos da mãe em relação aos oceanos e teriam algum grande imperio maritimo, enquanto os draconianos herdando os talentos do pai, não seriam tão afeitos as águas e sim as chamas, logo grandes artificies e artificies magicos também. Ambas as raças estando em guerra a muito tempo, impedindo assim que avancem sobre os demais povos e colocando um impasse na politica da região deles.

Já falaram em certo lugar de uma região com brumas, eu não consigo não pensar em Pequeninos lá, talvez finalmente um reino só de um grupo de Pequeninos, protegidos por recives e brumas magicas em alguma ilha.
#8 SonOfBalthor Enviado : 29/06/18 01:58
Gostei da ideia, estou trabalhando nessa tarefa, espero o mais breve possível trazer o conteúdo, idéias legais como essa são sempre bem vindas, ajudam mt
#9 samuel.azevedo Enviado : 29/06/18 09:15
Eu também gostei da ideia das raças irmãs e inimigas serem uma marítima e uma aérea ou terrestre.

#10 samuel.azevedo Enviado : 07/07/18 17:26
Boa tarde, alguma novidade sobre a tarefa?

Segue abaixo uma sugestão minha, que desenvolvi sobre o conceito de uma ilha de mulheres amazonas.

As Elladrim

Sabe-se que no misterioso arquipélago de Ellas, vive uma nação de mulheres guerreiras, chamadas elladrim. Acredita-se que elas surgiram na ilha central do arquipélago, chamada Santuário. O Santuário é um lugar sagrado para todas as elladrim, e qualquer visitante externo que se aventura a entrar na ilha nunca mais é visto. Uns dizem que são mantidos prisioneiros, outros acreditam que todos acabam mortos de uma forma ou de outra (executados, sacrificados às deusas desse povo, ou lutando em arenas para o divertimento das mulheres), e por isso pouco se sabe sobre esta ilha. Nas demais ilhas é permitido um contato controlado em seus portos, para troca de mercadoria com embarcações diversas.

A lenda de sua origem remonta ao início da criação e conta o seguinte: No passado, um grupo de deusas resolveu criar para si um povo. Primeiro, elas precisavam escolher a terra para seu povo prosperar, então a deusa da forja fez uma explosão na profundeza do mundo fazendo jorrar muito magma que formou a ilha Santuário. A deusa da navegação e pirataria partiu em seu barco para procurar por riquezas para abençoar a ilha, e voltou trazendo muitas gemas preciosas que foram escondidas em suas minas mais profundas. A deusa da guerra explicou que daquela terra nada cresceria se a rocha não fosse quebrada, então convocou tormentas e terremotos por mil dias e mil noites para tornar a rocha em terra. A deusa da caça disse que ali não haveria nada interessante se não houvessem plantas e animais, então armou seu arco celeste e disparou a si mesma para caçar nos cantos mais diversos do mundo e voltou trazendo muitas espécies vegetais e animais. Chegou a vez de escolher uma raça, e a deusa do amor, da fertilidade e da saúde, percorreu o mundo em seu trovão para escolher casais apaixonados que fossem dignos de sua escolha. Ela buscava se orientar pela sua sensitividade e empatia divina, procurando por lugares em que pudesse sentir muito amor. Então ela sentiu um pouco mais ao sul um ponto de onde emanava um grande amor e desespero na mesma medida, por isso decidiu agir primeiro naquele lugar. Ao chegar no local viu duas mulheres apaixonadas lutando sozinhas contra um bando de homens que queriam possuí-las a força. Lançando seu trovão a deusa destruiu os homens, e em honra a bravura e ao amor das mulheres perguntou às elas qual era o maior desejo de seu coração: "termos uma filha só nossa, mas longe dos homens que desejam nos machucar"- responderam em uníssono as mulheres. A deusa estendeu suas mãos para os ventres de ambas, e lançou sua bênção "que a força do amor que as une seja a mesma que permita que se fecundem". Depois disso, ela retornou para o Santuário trazendo as mulheres e as apresentou às outras deusas, que decidiram juntas que aquele seria o povo escolhido para povoar sua ilha. As mulheres se chamavam Ella e Elladria, e logo engravidaram. Sua primeira filha se chamou Elladria e com ela surgiu a raça das elladrim. Todas as deusas ensinaram algo para este povo e viveram juntas com elas por mais de mil anos na ilha de Santuário; mas a deusa do magma e a deusa da guerra se desentenderam e com sua luta o vulcão do centro de Santuário explodiu mais uma vez, fazendo surgirem outras ilhas mais próximas, formando o arquipélago de Elas. A guerra entre as deusas fez com que a deusa do magma fosse banida para algum lugar do sul, e as demais se recolheram da presença das mortais, mas não antes da deusa do magma amaldiçoar as elladrim, fazendo com que suas vidas fossem curtas por terem escolhido ficar do lado das outras deusas.

As elladrim são uma raça inteiramente de mulheres que se parecem com humanas, porém sua força é muito maior. Seu tempo de vida é de apenas 8 anos, e parecem envelhecer 1 ano ao mês. Até o fim do 1o ano de idade atingem o início da puberdade, e em seis meses depois disso, atingem totalmente a maioridade adulta. Por causa desse metabolismo acelerado, comem três vezes mais que uma mulher humana. Para compensar seu curto tempo de vida, elas aprendem rapidamente e tem uma memória inigualável. Seus genitais são mais desenvolvidos do que os das humanas, mas tem seu ciclo menstrual como o delas. Seus óvulos tem propriedades magnéticas de intensidades diferentes entre cada uma. O que permite que no ato sexual o óvulo mais magnético seja atraído para dentro do corpo da outra elladrim, fecundando o óvulo desta. Este magnetismo também está presente no corpo delas, produzindo faíscas de eletricidade estática quando elas estão nervosas ou com TPM, e lhes permite também fazer ataques de toque elétrico. Além dos poderes eletromagnéticos, elas tem grande empatia e a capacidade de sentir os .
O tempo de gestação de uma elladrim é de apenas 9 semanas, durante este período ela tem uma fome ainda maior, e na hora do parto no lugar de sentir dor, sente prazer.

Sua sociedade é organizada em casas, cada qual com seus próprios objetivos e meios de vida, e a chefe de cada casa é sempre a que apresentar mais poder em combate. Mas todas as casas tem os princípios comuns de: bravura, laços de amor, proteção da nação elladrim, e adoração às deusas elladrim. As elladrim gostam de se ornamentar com gemas preciosas, e algumas as usam como focus mágico.

Para os outros povos são conhecidas como fortes guerreiras e poderosas caçadoras, e é sabido que as coisas que fazem com tanta intensidade quanto lutar e comer é comemorar e amar. Além de proteger o território de sua nação, algumas casas das elladrim por vezes se aventuram no mar para conquistar novos tesouros seja explorando terras inexploradas, atacando outros navios ou invadindo comunidades litorâneas para saques. Além de poderosas guerreiras e piratas, há grandes usuárias de magia entre as elladrim. Suas feiticeiras estudam magias paraelementais. As bardas tem uma confraria de odaliscas e uma confraria de encantadoras. E há uma tradição de bersekers que canalizam os poderes natos de sua raça.

Abraços
#11 Ares Enviado : 08/07/18 01:21
8 anos não é tipo super pouco?
Além de se crescerem de população nesse ritmo, vivendo em ilhas e comendo o triplo do que uma pessoa normal, eu só me pergunto de onde viria tanta comida sem causar um problema ambiental.

Conta rápida, vamos dizer que elas sejam férteis por 5 anos (8-1.5 para a idade adulta -1.5 de velhice). Se a cada ano, cada uma delas tiver uma filha, nada impede isso, a população vai dobrar. No próximo ano a população vai quadruplicar em relação a original.

Além do fato de ter um filho nesse caso ser extremamente prazeroso. Ou elas evitam ter filhas num mundo sem medidas anticoncepcionais de alguma forma, ou existe uma taxa de mortalidade muito grande.

Além de eu achar o detalhamento sobre as questões de TPM, óvulos e tal, completamente desnecessárias e meio estranhas de se colocar.
#12 Ares Enviado : 08/07/18 01:23
Mas se ao invés de se reproduzirem entre si, elas consigam se reproduzir com qualquer raça e a filha herde alguma característica da raça paterna? Mesmo sendo da raça materna e isso nunca mudando, não importando com quantas gerações leve.
#13 samuel.azevedo Enviado : 08/07/18 10:37
Acho que eu colocaria uma proibição delas se reproduzirem com outras raças. Quanto ao tempo de vida, apetite, descrição da reprodução, podemos repensar. Foi só um esboço inicial.

Abraços
#14 samuel.azevedo Enviado : 08/07/18 10:45
Ah, e colocaria que elas são extremamente xenófobas, principalmente com homens.
#15 SonOfBalthor Enviado : 10/07/18 09:17
Em si tbm acho que 8 anos uma quantidade muito baixa para tempo de vida, sobre se reproduzir só entre si poderia explorar a parte de usarem os homens externos nas arenas e colocar que elas usam os homens para se divertir em combates mortais e o vencedor e mais digno ficará "preso" servindo apenas para atos sexuais com elas, ele ficará sendo usado por elas até o momento que aparecer alguém mais forte e elas colocarem eles para duelar.
Mas achei a ideia muito interessante.
#16 samuel.azevedo Enviado : 13/07/18 18:11
Matheus, você pode ir atualizando o tópico no primeiro post desta tarefa com o esboço do que você tem feio?

Abraços
#17 samuel.azevedo Enviado : 16/07/18 18:20
Boa noite,

O usuário anterior da tarefa me informou que não está com tempo disponível para cumpri-la, então eu poderia deixar a tarefa disponível mas eu mesmo quero assumir a tarefa.

Abraços
#18 Rywv Enviado : 17/07/18 00:06
Lembrei que existe uma raça no Império que é uma especie de homem-lagarto, se me lembro bem essa raça se dividiu em 2 grupos aonde um grupo ficou no Império e outro foi pra algum lugar. Dps dou uma olhada e posto aqui.
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#19 Fábio_CM Enviado : 18/07/18 10:02
Pessoal, pergunta: qual a intenção final desta tarefa? Porque, com exceção dos humanos, estou vendo apenas raças novas, e são muitas!!!

Citação:
O objetivo desta tarefa é definir as raças inteligentes/civilizadas das ilhas independentes.
#20 Azurius Enviado : 18/07/18 11:57
São muitas e são legais.
Tô curtindo.
#21 elton10pkn Enviado : 18/07/18 12:08
Todas essas raças serão jogáveis? Ou a tarefa visa apenas definir as racionais?
#22 Arion Enviado : 18/07/18 17:54
Olá!!!
Estou gostando bastante das raças das Ilhas Independentes... Seguem algumas considerações, idéias e comentários:

Humanos:

1) Valons: Os valons seria a etnia que formaria um império poderoso do leste que teria uma guerra histórica com os reinos formados pela etnia Molta pela hegemonia da região... (algo do tipo Alemanha nas guerras mundiais)

2) É preciso criar a etnia dos povos das terras geladas... Estilo Vikings;

3) Doriates: é preciso afastar da idéia dos dothrakis... Sugestão: trocar cavalos por uma montaria exótica e falar que a tribo deles é pequena em função da escassez de terra firme;

4) Vancos: existe menção ao dragão de 7 cabeças Tiamat, personagem icônico do D&D... Melhor ajustar isso aí para nossa ambientação;

Reptantes:

1) Essa raça mais bélica poderia ter algumas montarias exóticas, como Iguanas Gigantes... Essas Iguanas seriam poderosas combatentes... Sou a favor de um império dessa etnia dominando algumas ilhas... Um Império reptante.

Magornos:

1) Constar a informação de que essa raça não domina as artes náuticas, nem gosta muito da água do mar...

2) Poderia haver menção sobre uma árvore nobre cuja madeira seria extremamente cobiçada pelos armadores, por sua resistência e leveza impressionantes... Navios construídos com essa madeira seriam os mais resistentes e rápidos do mundo!!!

Meio gigantes

1) Acho que essa questão de raças irmãs antagônicas poderia ser trabalhada nesses meio gigantes...

2) Poderia constar a informação que é uma raça muito rara, com clãs relativamente pequenos...

3) Clã adorador do titã terra na terra do fogo? Melhor ajustar essa informação para uma terra mais árida, rochosa...

Sem mais...
#23 samuel.azevedo Enviado : 18/07/18 22:38
Boa noite,

Procurei absorver as últimas sugestões, menos em questão a deixar os meio-gigantes como raças irmãs inimigas.

Algumas explicações:

1) A tarefa originalmente foi pensada para definir as raças jogáveis e civilizadas; mas se desejarem podemos listar também as "raças selvagens" desta região. Ex: tritões, nolusgos, rainhas feiticeiras, dragões imperiais do gelo.

2) Esta é a primeira versão "completa" e está passível a ser muito podada. Principalmente nas partes que se referem as religiões (vou entrar em consenso com o colega que está com a tarefa das religiões). Preciso destacar que inclusive raças podem ser riscadas desta lista caso os senhores considerem assim.

3) Como cheguei em tantas raças? Foi definido na rodada inicial que não usaríamos as raças das outras ambientações, com exceção dos humanos. No material extraoficial haviam 14 raças, algumas juntei em uma só (como no caso dos meio gigantes) e adicionei algumas que foram sugeridas por mim ou outros usuários neste tópico.

Agora conto com a ajuda de vocês para polir a tarefa, cortar o que estiver exagerado, e incluir o que vocês sugerirem.

Depois disso irei padronizar os textos para conterem: descrição da aparência da raça, características (em relação a atributos), tempo de vida, história, religião, ilhas que ocupa, profissões permitidas ou proibidas e menção a possíveis especializações.

O objetivo aqui não é detalhar o reino de cada raça, apenas alguns parágrafos iniciais sobre cada raça para nos ajudar no que vem depois... Depois que as tarefas atuais ou em aberto deste livro forem atendidas, criarei alguns capítulos para detalharmos os reinos/impérios/povos.

Abraços e obrigado pelos posts
#24 Fábio_CM Enviado : 18/07/18 22:53
Eu acho muita misturança de raças estranhas. Mas, se é assim que a maioria acredita que deve ser esse novo cenário... daí eu vou junto com a maioria.

samuel.azevedo escreveu:
Depois disso irei padronizar os textos para conterem: descrição da aparência da raça, características (em relação a atributos), tempo de vida, história, religião, ilhas que ocupa, profissões permitidas ou proibidas e menção a possíveis especializações.

Aqui devo destacar algumas coisas.
❆ Lembre-se que Ilhas Independentes é um livro de ambientação. Portanto, não deve-se entrar em detalhes de atributos, profissões permitidas/proibidas, ou especializações.
❅ Você pode falar em termos gerais se uma raça é mais ou menos apta para o combate, para a magia, para as artes, etc. No entanto, não enuncie explicitamente algo como "esta raça não forma magos".
#25 Arion Enviado : 19/07/18 12:13
Olá... Um comentário...

Estava pensando aqui sobre os "Pantos"... Acho interessante afastar um pouco da idéia original dos "thundercats", arautos da justiça, heróis, etc ... Acho que poderíamos avançar um pouco... Dar algumas características humanas para eles, algumas até de gosto duvidoso... Podemos incluir algumas características da sua personalidade como temperamento forte, individualistas, arrogantes, reservados, desconfiados com outras raças e, até mesmo, ambiciosos... Enfim... Fica a idéia!

Sem mais
#26 samuel.azevedo Enviado : 19/07/18 14:19
Fábio_CM escreveu:
Eu acho muita misturança de raças estranhas. Mas, se é assim que a maioria acredita que deve ser esse novo cenário... daí eu vou junto com a maioria.

samuel.azevedo escreveu:
Depois disso irei padronizar os textos para conterem: descrição da aparência da raça, características (em relação a atributos), tempo de vida, história, religião, ilhas que ocupa, profissões permitidas ou proibidas e menção a possíveis especializações.

Aqui devo destacar algumas coisas.
❆ Lembre-se que Ilhas Independentes é um livro de ambientação. Portanto, não deve-se entrar em detalhes de atributos, profissões permitidas/proibidas, ou especializações.
❅ Você pode falar em termos gerais se uma raça é mais ou menos apta para o combate, para a magia, para as artes, etc. No entanto, não enuncie explicitamente algo como "esta raça não forma magos".


Bem observado! Então quando eu fizer a revisão vou padronizar para não constar diretamente algumas destas coisas que já estão constando em alguns dos textos.
#27 Azurius Enviado : 19/07/18 14:46
No Magic tem uma raça chamada Leoninos. Poderia aproveitar algo deles. A imagem é bem legal.

https://magic.wizards.co...ntor-heroes-2014-04-09-0
#28 samuel.azevedo Enviado : 19/07/18 14:46
Arion escreveu:
Olá... Um comentário...

Estava pensando aqui sobre os "Pantos"... Acho interessante afastar um pouco da idéia original dos "thundercats", arautos da justiça, heróis, etc ... Acho que poderíamos avançar um pouco... Dar algumas características humanas para eles, algumas até de gosto duvidoso... Podemos incluir algumas características da sua personalidade como temperamento forte, individualistas, arrogantes, reservados, desconfiados com outras raças e, até mesmo, ambiciosos... Enfim... Fica a idéia!

Sem mais


Obrigado, fiz umas alterações no texto dos pantos.
#29 samuel.azevedo Enviado : 19/07/18 14:48
Azurius escreveu:
No Magic tem uma raça chamada Leoninos. Poderia aproveitar algo deles. A imagem é bem legal.



E no jogo Skyrim tem os khajiit, homens-gato que também podem inspirar boas ilustrações.

Abraços
#30 Azurius Enviado : 19/07/18 14:50
Editei e pus o link alí em cima.
Usuários visualizando este tópico
elton10pkn, Guest
2 Páginas 12>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET