Editar Histórico Discutir Voltar para Lista

Criado por samuel.azevedo

Acredita-se que estes licantropos raríssimos são originários do litoral da península de Tessaldar, mas eles podem se adaptar facilmente a climas áridos ou mesmo temperados. Possuem duas variações: homem-sapo e homem-rã. E apesar de algumas características similares, eles possuem algumas diferenças.

O Licantropo Sapo normalmente é mais robusto, além da forma humana, pode assumir uma forma humanoide e intermediária entre homem e sapo, com alguns traços de sapos e andar curvado. Nesta forma ele possui um couro rugoso, cheio de verrugas e seco. A cabeça é uma continuação do corpo, sem pescoço, e abaixo do maxilar possui um papo que pode inchar e desinchar fazendo sons de coaxar que usa para se comunicar com o bando em diversas situações. A pele pode ser em tons verdes, escuros ou da cor da terra. Pode usar uma habilidade chamada Inchar, que lhe permite tanto inflar quanto desinflar em relação a sua postura normal, permitindo que escape de ataques de constrição ou passe por lugares apertados com facilidade. Enquanto na forma intermediária também pode esguichar um jato de veneno de duas glândulas laterais na mandíbula. Seu veneno pode provocar cegueira temporária. Como seu couro possui espaço para ar, ele também amortece impactos. Suas pernas são curtas e mais adaptadas para a terra. Uma característica peculiar, é que na forma intermediária eles tem uma arma secreta: podem projetar um osso de cada antebraço que funciona como um punhal. Devido a sua capacidade de inflar, pode armazenar oxigênio e prender a respiração por até uma hora.

O Licantropo Rã normalmente é mais esguio, além da forma humana, pode assumir uma forma intermediária entre homem e rã. Nesta forma, suas pernas são mais longas e com nadadeiras adaptadas para nadar. Seu corpo é liso e pegajoso, e a cabeça é semelhante a dos homens-sapo, entretanto possuem uma postura mais ereta. Pode rastejar por paredes, grudando suas mãos na superfície. E pode projetar sua língua a uma distância de até 3 metros, em um golpe rápido, forte e preciso de contusão que também pode prender e puxar criaturas minúsculas (como ratos, pequenas aves, ou insetos) para se alimentar. Esta habilidade com a língua também pode ser usada para pegar um objeto ou mesmo para tentar arrancar uma arma das mãos de um oponente (mirando na empunhadura da arma). Como suas mãos são grudentas ou com sua língua, tem um nível de dificuldade a menos em testes que envolvam puxar ou prender um objeto. Sua pele pode ter cores fortes e vibrantes, e pode secretar uma toxina alucinógena por todo o corpo. São capazes de saltar até 20 metros de altura e cair desta mesma distância sem se machucar, ou saltar até 25 m para frente subindo alguns poucos metros de altura. Podem prender a respiração por meia hora.

Não há indícios de relação entre estes seres e os gouras. Apenas especulações que algo tenha se perdido no passado do segundo ciclo, e esses tessaldarianos tenham sido usados pelo Círculo Hermético Arconti ou mesmo pelos Reis Feiticeiros para criar a outra raça. Uma grande diferença, entretanto, é que estes licantropos podem assumir a forma humana e podem sentir emoções, enquanto a raça de homens-sapo não pode sair da raça intermediária e normalmente não sentem ou exprimem emoções.

Ambos os licantropos sapo ou rã são imunes a suas respectivas toxinas ou venenos, e podem entrar na forma intermediária para extrair o veneno e usar em armas empunhadas na forma humana quando desejarem.

O totem do sapo e o totem da rã são respectivamente representações dos deuses Quíris e Líris.

Tipo de Criatura

Animais

Organização e Habitat

/ Rios, lagos, litoral, mangues. Região do Império. Península de Tessaldar.

Magias e Poderes Especiais

  • : Rastejar em Paredes - pode se mover livremente em qualquer direção em paredes e superfícies íngremes sem necessidades de teste de Escalar, rastejando com suas mãos pegajosas.Resistência a venenos - bônus de +8 na resistência física contra venenos. Toxina Alucinógena - podem secretar na pele uma toxina alucinógena que equivale a um veneno tipo iii. Qualquer criatura que tocar um licantropo rã deve fazer um teste contra força de ataque 8 ou sofrerá alucinações por uma hora, ficando com -7 colunas em quaisquer ação. O combate desarmado também tem este veneno, e se atingir a EF ou 100% a EH pode envenenar da mesma forma. Uma criatura tocada ou que tocar o tessaldariano rã só precisa fazer 1 teste contra envenenamento por encontro. Saltar - podem saltar até uma altura de 20 metros, e esta altura deve ser descontado da altura de quedas para calcular o dano sofrido.
  • Sapo: Esguichar veneno - pode fazer dois esguichos de veneno por dia. O esguicho atinge um oponente a até 6 metros, e para definir se ele atingiu o oponente deve ser feito um ataque na coluna 6, caso o ataque atinja a EF ou 100% a EH, então o esguicho atingiu a vítima que poderá fazer seu teste de resistência física. Cada esguicho contém um veneno tipo III com força de ataque 8 que causa cegueira se não for resistido por até 12 horas, e depois deste período ainda deixa a vítima com a visão embaçada, causando -2 colunas de penalidade por mais 12 horas em qualquer teste envolvendo o uso de sua visão. Resistência a venenos - bônus de +8 na resistência física contra venenos.

Peso/Altura

  • : 70 Kg / 1,6 a 1,8 m
  • Sapo: 100 Kg / 1,5 a 1,7 m
Atributos

  • : INT(2), AUR(1), CAR(3), FOR(0), FIS(2), AGI(5), PER(3)
  • Sapo: INT(2), AUR(1), CAR(-2), FOR(2), FIS(4), AGI(-3), PER(3)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralVB
Licantropo Anfíbio Rã 5180L5Cabeçada12951296376418 (andando), 25 (saltando), 30 (nadando).
Combate Desarmado13968642
Língua1411712963
Licantropo Anfíbio Sapo 524(30)0M0Cabeçada41-3181410696516
Punhal50-11814106