Editar Histórico Discutir Voltar para Lista

Criado por fábio_cm

Os legrus são felinos grandes e audaciosos, de pelagem marrom escura ou marrom esverdeada. Possuem olhos aguçados e presas grandes destacadas em seu focinho, semelhantes a um tigre dentes de sabre. Suas patas possuem garras de 40 centímetros capazes de cortar armaduras com facilidade. As garras destes poderosos animais possuem um veneno mortal, capaz de matar monstros que nenhum outro animal ousaria se aproximar. Um Legrus adulto pode chegar facilmente aos 600 kg e ter mais do que 5 metros de comprimento e 1,6 metros de altura (até a cernelha).

Os Legrus vivem em várias montanhas ou florestas, mas concentram-se especialmente na costa oeste do continente, em uma região ampla que vai de Calco ao norte da Levânia. Dizem, contudo, que o entorno das Montanhas Morânicas e do Muro também são o lar de algum variante deste animal, com uma pelagem ligeiramente mais espessa.

Como a maioria dos felinos, os Legrus são animais solitários. Devido ao seu grande porte, eles dominam e tornam-se os principais animais predadores de uma área que pode chegar a 20 km de diâmetro. Eles não se afastam muito de seu território durante toda sua vida, exceto para fins reprodutivos. As fêmeas são tão grandes quanto os machos, mais ferozes e assustadoras, além de muito mais difíceis de lidar.

É muito raro conhecer alguém que viu um Legrus, pois são poucos os indivíduos que sobrevivem a um encontro. Estes animais são quase sempre hostis e atacam tão rápido quanto podem perceber seus alvos. Os Legrus não precisam estar com fome para matar, fazendo isso apenas como forma de defender seu território. Estes felinos terríveis tem uma percepção apurada e são bastante silenciosos e seu meio natural. Como normalmente percebem os intrusos antes de serem percebidos, é comum que seu ataque seja surpresa, além de rápido e fatal, especialmente para a primeira vítima. Eles são capazes de saltar até 10 metros de distância e incríveis 6 metros de altura.

Um Legrus defenderá seu território com a própria vida, especialmente se for uma fêmea com filhotes. Os filhotes desmamam com cerca de 1 ano, quando saem em busca de um novo território. A maioria deles morre neste momento, muitas vezes ao fracassar nas tentativas de caça. É neste momento que a maioria deles são capturados e levados à cativeiro. No entanto, eles são muito selvagens para adestramento e apenas 1 em 100 animais criados em cativeiro sobrevivem após seu 2º ano de vida.

Sua principal presa é o basilisco, um monstro terrível. Os Legrus desenvolveram uma estranha resistência ao olhar mortal da criatura, que não lhes afeta. Devido a isso, um basilisco irá tentar fugir assim que avistar esse felino. Enquanto alça voo, o Legrus salta rapidamente e tenta derrubar o basilisco. Se esse bote atinge o alvo, a caçada provavelmente terá sucesso.

Quando enfrenta criaturas terrestres, o Legrus combate utilizando suas garras venenosa e sua mordida. Eles sempre farão uso de seu bote sempre que puderem.

O veneno do Legrus afeta a coordenação e os sentidos da vítima. Imediatamente após ser atingido na EF ou com 100% na EH, a vítima deve ser bem sucedida em um teste de RF contra força de ataque 20. Em caso de sucesso, a vítima passa a sofrer com -4 de penalidades em qualquer ação física. Um fracasso deixa a vítima complemtamente imobilizada por 4 rodadas. Durante este tempo, a vítima não consegue respirar ou realizar qualquer ação, além de sofrer 3 pontos de dano extras por rodada. A menos que esteja sob fortes ataques, um Legrus costuma matar as vítimas de seu venenos antes de partir para novos alvos.

Domando um Legrus

Os Legrus podem ser domados, mas isso exige experiência e coragem. A maior parte dos animais capturados adultos matará a todos quando tiver a oportunidade. Quando capturado filhote, eles podem ser adestrados. Porém, há apenas uma pequena chance deles sobreviverem até a fase adulta. Os testes para domar um Legrus filhote deve ser realizado uma vez por semana. Os testes de Lidar com Animais é muito difícil. Após 4 testes bem sucedidos em sequência, o animal está domado e poderá ser utilizado como montaria. Um fracasso reinicia a contagem e provoca um ataque da criatura em seu adestrador, iniciando um combate.

O veneno do Legrus

O veneno de um Legrus mistura-se com sua carne e a corrói assim que o animal falece, tornando impossível extrair o veneno quando ele está morto. No entanto, é possível fazer isso quando ele está vivo. Porém, o processo é dolorido para a criatura e nenhum deles permitirá que alguém extraia seu veneno de boa vontade, nem mesmo aqueles submetidos a alguma forma de elo. Devido a estas dificuldades, uma dose de um veneno de Legrus pode chegar a valer 300 moedas e ouro no mercado negro.

Tipo de Criatura

Animais

Ambientação

Reinos / Terras Selvagens

Organização e Habitat

/ Montanhas e Florestas

Habilidades / Técnicas de Combate

Ações Furtivas(24), Acrobacias(24), Aplicar Esforço(16), Corrida(18), Escapar(9), Natação(18), Seguir Trilhas(26), Sobrevivência(26), Usar os Sentidos(26)

Magias e Poderes Especiais

Resistência ao olhar mortal do basilisco. Ataques múltiplos (x2). Território de caça: o animal consegue pressentir e é atraído por qualquer anormalidade grave que esteja acontecendo em seu território. Essas anormalidades incluem uma batalha, a entrada de uma criatura muito grande ou outro Legrus, ou a realização de magias poderosas (nível 10 ou maior).

Peso/Altura/Comprimento

600 Kg / 1,4 a 1,8 m / 5 a 7 m

Atributos

INT(i), AUR(0), CAR(0), FOR(6), FIS(3), AGI(4), PER(6)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralVB
Legrus 20510M4Garras2724213830221423203540
Mordida25242330241812