Editar Histórico Discutir Voltar para Lista

Criado por saulocr

São criaturas de aparência humana, existem de todos os tamanhos e etnias. Os Eternos, assim eram conhecidos por pertencerem a um pequeno grupo dentro da Ordem da Noite Eterna, pois hoje em dia não há relatos dessas criaturas vivendo em Tagmar.

Tudo começou ainda no segundo ciclo quando os deuses eram pouco cultuados pelos seres vivos, sendo que grandes reis feiticeiros dominavam vastos territórios, entre eles um império se destacou pelos seus governantes humanos. Tindael foi governada por homens justos e diplomáticos por mais de 100 anos, foi então que o ultimo rei da dinastia de Edron faleceu! O império se fragmentou nas mãos dos seus generais e foram atacados por reinos vizinhos sedentos por território e a riqueza conquistada pelos Tindaelis. Após décadas de sofrimento, um grupo de feiticeiros poderosos ofereceu ajuda mágica aos nobres Tindaelis para que pudessem trazer seu antigo regente de volta. Desesperados aceitaram o acordo e perderam a vida por isso. Edrom estava de volta a vida, mas estava diferente, uma criatura das trevas, sedenta por sangue e que se escondia da luz.

Nesta época os deuses já estavam descontente com seus "filhos", pois os mesmos deixaram de adorar os deuses e passaram a adorar criaturas terrenas. Foi no começo do cataclismo que os primeiros eternos foram criados, a partir dos poucos guerreiros crentes dos deuses que morriam em seu nome para voltarem a vida e lutar contra os Reis Imortais, que se intitulavam deuses. Após o cataclismo os Eternos sobreviventes continuaram vagando em Tagmar, caçando as criaturas sombrias criadas por Edrom, até que o ultimo Eterno morreu e o segredo da criação dos mesmos ficou guardado por centenas de anos, até o surgimento da Seita. Foi durante a invasão dos demonistas, que a Ordem da Noite Eterna percebendo o avanço dos Bankids sobre os reinos de Luna e Filanti, desenterraram o segredo da criação dos Eternos, feitiço esse que ficou conhecido como o Ritual da Noite Eterna, e com a permissão de Cruine, trouxeram de volta a vida membros da ordem dos Vingadores Negros em um corpo mais poderoso para combater a Seita. Até hoje o ritual somente é usado quando um ser muito poderoso quebra o ciclo da vida e então o objetivo da vida do Eterno é caçar seu alvo e somente depois de mandar sua alma para ser julgada por Cruine, o Eterno volta para a Ordem para seu descanso eterno.

O Ritual da Noite consiste em pegar o corpo de um Sacerdote de Cruine e embalsamar, utilizando-se de técnicas avançadas de alquimia onde esqueleto é modificado, o corpo fica em animação suspensa sem nunca apodrecer, até que quando necessário, Cruine recompensará seu fiel seguidor, permitindo que a alma volte a seu novo corpo e continue a luta em nome de seu deus. O eterno mantém todas as lembranças que tinha enquanto ainda estava vivo, mas não possui nenhuma lembrança de sua vida no reino de Cruine.

O Eterno tem a mesma aparência de que tinha em vida, exceto no caso dos pelos, pois eles caem durante o ritual, entretanto as coincidências param por ai. Através de algumas misturas alquímicas os ossos do Eterno se tornam uma liga metálica quase indestrutível pesando cinco vezes mais que um esqueleto de osso comum, conferindo imunidade a alguns críticos fatais a critério do mestre e quedas. Sem falar que eles recebem no máximo metade do dano de ataques com armas.

Sua vantagem mais impressionante são os ossos moldados do seu antebraço, que conforme sua vontade ativam lâminas retrateis do tamanho de espadas, que funcionam como armas consagradas +4, além do bônus mágico estas lâminas cortam praticamente qualquer coisa. Em termos de regras, ela ignora absorção e a defesa das armaduras, logo todas são consideradas defesas leves, somente com o ajuste da agilidade. Contudo não recebem nenhum beneficio contra defesa magica.

Apesar do que o nome sugere, eles não são imortais! Eles simplesmente não envelhecem e passam o restante dos seus dias com a aparência referente à idade que tinha quando morreram. Não precisam mais descansar e isso inclui dormir, não precisam respirar, não precisam comer nem beber. Mais podem contrair doenças e são afetados por venenos, além de poder ser mortos através de danos físicos.

Eles ainda podem conjurar os milagres de sacerdote. Eles usam para ajudar na procura por criaturas que corrompem o ciclo da vida ou mesmo para recuperar itens perdidos da ordem.

Por fim, eles são abençoados com as vantagens de todas as raças civilizadas, ou seja, eles ganham a Inteligência e Aura dos Elfos Dourados +2, a Força +1 e Físico +2 dos Anões, a Agilidade dos Pequeninos +2 e o Carisma e Percepção dos Elfos Florestais +1. Eles também receberam um poder de cura impressionante, na proporção da recuperação de 1 ponto de energia física a cada 10 minutos, e 1 ponto de energia heroica a cada 1 minuto. Eles também podem ver na escuridão parcial não mágica como os anões.

As únicas desvantagens são sua fraqueza contra magias, todas as mágicas arcanas lançadas contra eles ganham um nível a mais de poder (força de ataque para magias resistíveis ou a coluna de resolução para magias que são arremessadas). Além disso, não podem usar objetos mágicos e poções e similares não funcionam em favor ou contra eles.

Como todos os eternos são vingadores negros, eles tem os mesmos objetivos e restrições destes. Costumam envergar uma couraça negra semelhante a dos vingadores, entretanto não portam armas ou escudos, devido ao uso de suas garras em combate. Por fim não usam elmos pois ostentam o simbolo de Cruine tatuado em sua testa, quando muito usam um capuz para ficar mais discreto.

Há lendas, de espadas eternas criadas com as lâminas dos braços do Eterno e armaduras praticamente indestrutíveis forjadas com seu esqueleto.

Tipo de Criatura

Criaturas Divinas

Ambientação

Reinos / Terras Selvagens

Organização e Habitat

/ Qualquer

Magias e Poderes Especiais

Esconjuração 10; Contatos 5; Presença Divina 6; Solo Sagrado 10; Aura Divina 10; Detecções 10; Manipulação de Luz 10; Necroconhecimento 10; Necropotência 10; Piroproteção 8.

Peso/Altura

150 Kg / 1,7 a 2,1 m

Atributos

INT(2), AUR(3), CAR(3), FOR(2), FIS(2), AGI(3), PER(2)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralVB
Eternos 1026(41)0P3Garras201714262014812132015