Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Castelo  

Ao concordarem em seguir o empregado leia:

O pequeno ser começa a andar meio que desajeitado na direção do que parece a porta principal do Castelo.

O castelo é todo negro com poucas janelas, que são do mesmo tipo da carruagem, há bastante animais presos em cativeiro e para está hora da madrugada também há bastante gente trabalhando.

O interior do castelo é extremamente luxuoso com várias obras de artes e móveis com vários detalhes em ouro. Vocês estão em uma espécie de salão bem mobiliado e o pequeno ser que os acompanha diz: “Esperem aqui que o nosso senhor virá falar com vocês em breve” e se retira do salão.

Caso os Aventureiros tentem vasculhar o local encontraram diversos itens de valor, porem impróprios de se carregar.

Alguns minutos depois desce pela escada um homem de aparência bela com mais ou menos 1,80 metros de altura e pesando 90 Kg, forte com uma roupa e capa preta que diz:

“Primeiramente quero agradecer vocês por terem vindo ate aqui, sentem-se vou lhes contar o que quero de vocês”.

“Meu nome é Renauld, eu era um grande lorde quando uma maldita besta me atacou e me transformou no que sou hoje, um VAMPIRO, uma criatura desprezível e odiada por todos, estou nesta condição de morto-vivo a mais ou menos 110 anos. Tudo começou em Marana na Época do Terceiro Ciclo ou Tempo da Mentiras Infernais, como desejarem e foi nesta época que eu e minha amada mulher fomos atacados por estas bestas, minha mulher não agüentou por muito tempo esta situação e se entregou a um dos grupos que caçavam vampiros e acabou morrendo. Porém antes ela me fez prometer que eu não transformaria mais nenhum ser inocente nesta coisa horrível que sou hoje.

Apesar de não poder evitar que meus seguidores o façam eu mantive minha promessa e desde então não ataquei nenhum homem ou mulher do mundo conhecido, venho me alimentando de animais por vários e vários anos apesar de estes terem um sangue com gosto horrível.

Foi então que um dia lendo uns livros bem antigos que possuo que fiquei sabendo da lenda do Cálice da Vida que pode trazer qualquer vampiro a vida novamente, pode parecer incrível mais todos os vampiros que eu comuniquei o fato não estavam interessados em voltar a vida e todos eles me davam conselhos para que eu aproveita-se meu poder e segui-se meu destino “Mata-se por prazer”, porém minha promessa era mais forte do que tudo e imediatamente vim para este lugar e comecei a minha longa procura.

O Livro dizia que o cálice se encontrava nesta região mais não dizia o lugar exato, minha procura levou 45 anos exatos até que em uma madrugada a duas semanas atrás encontramos o lugar, uma porta toda dourada que leva para o subterrâneo. Vocês devem estar se perguntando então qual é o problema é só abrir a porta e pegar o cálice. Porem tem algo que ainda não os contei, o livro continha uma passagem que dizia que apenas seres livres da praga do demônio poderiam se aproximar do cálice e que o caminho até o mesmo seria árdua e cheio de armadilhas e embora eu tenha avisado isto a todos os meus seguidores a ambição de ter o cálice foi maior e um dois meus seguidores desafiou o poder dos grandes magos do segundo e terceiro ciclo e tentou entrar, e foi totalmente desintegrado apenas ao encostar na porta que liberou uma forte luz sobre sues olhos.

Por isso é que nós seres condenados não podemos pegar o cálice e aí é que entra você darei a vocês infinitas riquezas se conseguirem me trazer o cálice. Eu sei que vocês devem seguir seus deuses e esses deuses devem ser totalmente contra a nossa raça, porém o que eu peço a vocês é uma esperança de viver em paz novamente”.

Caso os aventureiros não aceitem o acordo como vampiro, na saída do castelo um grupo de 6 vampiros sanguinário irão atacar o grupo com um único objetivo “matar”, e caso sobrevivam poderão ir embora, terminando a aventura.

Caso os aventureiros aceitem o acordo Renauld dirá:

“Muito obrigado por me ajudarem vocês não se arrependeram, venham comigo”.

Continue na CENA 5 - Em Busca do Cálice.


Verbetes que fazem referência

Aventura Pacto com o Demônio, Encontro na Praça

Verbetes relacionados

Castelo
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.