Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Combate Final  

Nessa parte é onde os jogadores descobrirão quem realmente é Eme e se tombarão ao seu controle ou se libertarão todos do seu domínio.

Um serviçal acorda vocês, dizendo que Eme os chama no hall pois quer conversar sobre a morte de sua mãe.


Quando os jogadores chegarem no hall, diga que Eme está sentada numa cadeira com Charles ao seu lado. Há dois guardas nos cantos da sala.

Vocês chegam e Eme os convida a sentar. Ainda está com os olhos vermelhos de tanto ter chorado. Quando vocês se sentam, ela pergunta se vocês têm idéia de quem matou sua mãe.


Deixe os jogadores articularem um pouco. Caso nada de interessante seja dito, siga abaixo:

Eme levanta os olhos para vocês, quando vocês notam um sorriso maligno. Ela começa a gargalhar e fala: “- Como são ingênuos... Fizeram exatamente aquilo que eu queria e agora farão parte da minha coleção. Quem contratou os assassinos? Quem matou minha mãe? EU! HAHAHA! Eu queria a herança do idiota do duque. Mas antes de vocês se tornarem meus fantoches, um pequeno teste!”- ela esfrega um bracelete em seu braço direito e continua: “-Charles, Guardas! Acabem com eles!”


Agora, Charles pega sua espada e avança contra o guerreiro mais forte do grupo. Os guardas atacarão depois de uma rodada.
A luta se dará normalmente, sendo que os guardas não respondem a nenhuma comunicação por parte dos jogadores. Eme ficará longe apenas observando a luta.
Se os jogadores fizerem menção de atacar Eme, os guardas os impedirão e Charles também. Eles só conseguirão se aproximar, quando derrotarem todos.
Quando os guardas e Charles tombarem ou morrerem, continue:

Vocês derrotam os guardas e se viram em direção de Eme, que parece inofensiva. Ao se aproximarem dela, ela começar a falar com uma voz grossa: “Como esperado, mortais! Agora enfrentem o verdadeiro desafio!!”
Na frente de vocês, o corpo de Eme começa a borbulhar e a alongar. Em questão de segundos, os cabelos de Eme se tornam cobras; suas pernas se alongaram e formaram um único membro. Diante de vocês se encontra uma Medusa, que os lança seu olhar petrificante!


É bem provável que os jogadores estejam com o Colar de Lena dado pelo sacerdote Lucas. Nenhum será petrificado se estiver usando.

“Como?! Porque não viraram pedra?! Eu vejo agora. Vocês carregam uma proteção de Lena. Maldita! Acha que isso os protegerá? Vocês morrerão da mesma forma!


A luta se dará normalmente. A Medusa atacará com suas garras e suas cobras. Mesmo com o colar, Medusa é uma oponente forte e pode ser mortal para alguns jogadores.
Quando os jogadores vencerem, diga que o corpo da Medusa vira pó e apenas sobra o bracelete que estava usando.
Caso algum jogador vá pegar o bracelete, deverá fazer um teste de Resistência à Magia contra força de ataque 8. Se falhar, o bracelete se enroscará no pulso da pessoa e não sairá, apenas se a mão da pessoa for amputada ou o jogador ser alvo da magia Quebra de Encantos 5. Caso passe, um choque percorrerá o corpo da pessoa e sentirá uma sensação de perigo.
Os efeitos do Bracelete estão descritos no Apêndice.
Logo depois que os jogadores tiverem matado a Medusa, um serviçal aparece. Siga.

Vocês, cansados depois da luta, estão parados ainda surpresos com o rumo que as coisas levaram. Um serviçal aparece vindo de uma das portas. Ele parece meio tonto e cambeleante. Ele para na frente de vocês e começa a falar:
“- Então vocês a mataram. Graças a Palier! Pensei que nunca me veria livre daquele monstro.”


O serviçal contará aos jogadores que ela os controlava usando um bracelete. Ele sabia o que acontecia, porém não tinha controle sobre o próprio corpo. Ele também não saberá qual a origem desse bracelete.

Quando o serviçal termina de contar a história e dá um grito: “AMIGOS! A verdadeira filha do duque não está morta. Ela está aprisionada dentro do seu próprio quarto. Rápido, vão libertá-la.


Ele entregará a chave do quarto.

Assim que os jogadores chegarem no quarto siga abaixo:

Vocês entram em um quarto luxuoso. Há algumas poltronas com almofadas macias e uma cama muito confortável. O quarto está todo fechado por cortinas e a luz do sol quase não entra. Logo quando vocês abrem a porta, escutam um gemido vindo de trás da cama. Se aproximando, vocês vêem o que parece ser a verdadeira Eme. Ela está amarrada e amordaçada e muito machucada. Ela possui um corte longo no braço, onde parece que foi feito várias vezes. Ela os olha com uma expressão assustada, mas logo que vê que estão a soltando, sua expressão se torna alegre.


Quando os jogadores a soltarem, ela perguntará quem são eles. Deixe os jogadores conversarem e interpretarem. Ela dirá algumas coisas também:
  • Ela foi capturada há alguns meses talvez. A Medusa precisava manté-la viva, pois precisava do sangue dela para a utilização de algum tipo de ritual de transformação.
  • Ela os recompensará enormemente, dando para cada um 9 M.O.
  • Eles poderão ficar na casa o tempo que precisarem e sempre que quiserem.


Depois da conversa, ela pedirá um tempo para ficar só, pois ainda está abalada devido à morte de seus pais. Os jogadores poderão descansar agora e esperar a próxima aventura que os aguarda.

Pontos de Experiência

  • Àqueles que lutaram contra os guardas: +1 ponto
  • Àqueles que lutaram muito bem contra a Medusa e não desmaiaram: +3 pontos
  • Àqueles que lutaram contra a Medusa, porém desmaiaram: +2 pontos
  • Quem interpretar uma conversa com a verdadeira Eme: +1 ponto
  • Quem tiver uma idéia brilhante no decorrer da aventura: +1 ponto
  • Quem derrotar Charles: +2 pontos

Verbetes que fazem referência

Aventura O Assassinato, A Morte de Ivone

Verbetes relacionados

Convocados | Seguindo Viagem | Chegando em Centilha | Investigações 1º Dia | Casa do Duque | Investigações 2º Dia | A Morte de Ivone | Combate Final | Anexos
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.