Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

3 Páginas <123>
Capítulo 03c - Discórdia nas Geleiras Opções
#31 Garet, O Vingador Negro Enviado : 20/12/16 16:35
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Acha que sou tolo? Quer que eu aceite a trazê-la aqui e o frio me obrigar a voltar para poder salvá-la. Entenda, mulher? Não está lidando com um idiota. E se ela morrer aqui saiba: que abandonarei essa busca e irei caçar você. E não vou matá-la rápido, mas irá sofrer muito.
#32 Leonardus Borgo Enviado : 20/12/16 18:12
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Quando Ygrite toca meus lábios e fala novamente sobre casamento hesito mais uma vez

Tão novo... Tantas mulheres que não conheci... Mas ela é tão linda e esses olhos me encantam...

Depois de tanto tempo sentir seu corpo encostado ao meu, a sua respiração ofegante também deixa ofegante a minha e o seu "Eu quero" é tão doce que não consigo mais raciocinar direito.

- Sim, eu quero!

Quando Fryda me fala sobre o grupo de caçadores, demonstro preocupação.

- Realmente é uma ótima ideia, o único problema é estarmos perto demais da região dos Raposas Brancas... Temos apenas 3 cavalos, quer dizer que posso mandar apenas Frost e Byte, junto com Hagar, sem dizer no desgaste dos cavalos... Quando atingirmos seu território não poderemos fazer mais isso, a caça terá que ser a pé e com um grupo maior, enquanto acampamos... Pelo menos até conseguirmos passagem ou conseguirmos dobra-los... Faz ideia de qual a quantidade dos Raposas Brancas?

- E... discurso?!... Eu?!... Obrigado, vou pensar em alguma coisa. - Estranhamente mesmo as mãos estando cobertas ficaram mais frias.

[off: Novamente as reticências são para esperar Ygrite traduzir. Se Fryda parecer segura quanto aos caçadores não toparem com nenhum Raposa Branca, dou a ordem para Frost e Byte irem, questiono-os quanto ao peso da caça nos cavalos e se acham prudente levar Snow, caso contrário a criança é remanejada para junto dos artesãos. A noite quero ver eu mesmo o estado dos cavalos, da caça e se encontraram algo, além de neve.]
#33 samuel.azevedo Enviado : 21/12/16 11:28
Garet:
Citação:
Garet, sobrevivência 8, rolamento 4, branco, rotineiro.
Garet, sobrevivência 8, rolamento 10, laranja, médio.

Você tinha andado pouco com a dificuldade de locomoção na neve até ter a ideia de falar com Uli. Depois que mandou a feiticeira o deixar em paz, ela havia encerrado o contato (por isso o espelho tinha ficado negro e depois voltado ao normal) e sua persuasão aparentemente não foi ouvida, você descarrega sua frustração gritando com o espelho na esperança que ela o ouça, mas apenas no dia seguinte o item poderia voltar a ser usado. Enquanto praguejava, você vê um esquilo correndo graciosamente na neve e subindo numa árvore congelada. Então você se lembra novamente do truque de amarrar cascas de árvore nos pés, que Cameron havia mencionado no início da viagem. Dessa vez, você vai até a árvore, arranca dois pedaços grandes de casca e prende em suas botas. Agora você conseguia andar sobre a neve. E assim você segue andando um dia e uma noite, parando apenas para comer e beber o que restava do whyskey que levara. A noite, uma luz brilha no céu e faz você olhar para o oeste. Havia luzes coloridas brilhando no céu mais ou menos onde deixara o corpo do cavalo.

Amanhece, você lembra que poderia usar novamente o espelho ou simplesmente continuar andando até a exaustão. Pelas suas contas, hoje é o 24o dia do mês do talento.

//off: sem o whyskey, agora você precisa descrever como vai se manter aquecido e rolar um teste de resistência física; caso queira acender uma fogueira ou fazer algo mais complexo, também precisará do teste de sobrevivência. Preste atenção na EH, que está se esgotando, representando o cansaço. Um bom descanso num abrigo (teste de sobrevivência) irá recarregar suas energias. Depois de descrever suas ações, role ainda 1d20 extra.


Leonardus e Cameron:
Citação:
Na noite do dia 22 do mês do talento, você e Ygrite trocam juras de amor e "fogem" para a tenda dos suprimentos para uma noite de amor. No primeiro toque da pele da ruiva, Leonardus percebe que a pele dela era quente, sua respiração ofegava e as carícias começam meio atrapalhadas. O cheiro da pele dela era o melhor cheiro que o guerreiro já sentiu em sua vida, e o casal passa a noite em núpcias de amor. Em um dado momento, depois da segunda ou terceira vez, vocês ouvem um barulho fora da tenda, a pele se movimenta e vocês ouvem algumas crianças correndo rindo. Ela diz, meio envergonhada:

- Parece que estavam nos curiando.

Mas logo vocês esquecem de tudo e continuam com a noitada...

Pela manhã, o Chefe dá as ordens e os velhos gêmeos partem para caçar acompanhados do guerreiro Hagar. A noite do 23o dia do Talento, quando a tribo para para acampar, eles trazem arrastando sobre trenós improvisados com galhos dois alces e outro animal. Para horror da tribo, o animal era o cavalo que Garet havia levado! Vocês já conseguiam entender algumas palavras rúbeas, e com a ajuda de Ygrite, entendem que Kílder diz:

- O animal aparentemente morreu congelado, mas não havia sinal do seu amigo, tentamos seguir o rastro dele, até onde deu, ele continua na direção leste. Talvez amanhã o alcancemos.

Na fogueira noturna, Fryda pede para Leonardus e Ygrite se aproximarem, e diz:

- Nosso chefe, Leonardus, tomou para si Ygrite como escrava do amor! Vida longa aos esposos! Que Crezir os abençoe e os permita ter uma vida juntos cheia de vitórias!


Ela faz uma oração, e a tribo comemora a união de seu chefe e sua salvadora. Cameron ensina um truque de manipulação de luz, e pede para sua pupila repetir as palavras e gestos em élfico, usando a varinha. Ela faz algumas tentativas, e é corrigida, até que uma explosão de luzes coloridas cobre os céus sobre o acampamento. Ele fica mais que satisfeito com o progresso, a jovem realmente era um prodígio. E ele pensa que está na hora de providenciar o material para ela fazer o ritual de focus, talvez uma varinha ou um anel.

Na manhã do dia 24 do mês do talento, Fryda lembra Leonardus que hoje é a comemoração dos artesãos, e conta que eles passaram a noite aproveitando as peles dos animais caçados. Ela diz que Leonardus deve dar a ordem para os homens. Enquanto isso, Cameron observa que sua primeira leva de queijos está quase ficando pronta!
#34 Leonardus Borgo Enviado : 21/12/16 13:23
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Quando trazem o cavalo de Garet, fico assustado e irritado ao mesmo tempo, soco qualquer coisa próxima.

- O que aquele idiota está fazendo?!

Fico enrubescido pelo pronunciamento de Fryda à frente de toda a tribo, respondo aos olhares com sorrisos, agradeço as parabenizações. Vislumbro os fogos abraçado a Ygrite. Agradeço a Cameron e Fyord. Me alimento e logo vou me deitar, talvez para passar mais tempo com Ygite, talvez ainda preocupado com Garet.

No dia seguinte, faço uma anotação mental do discurso. Dou a ordem para Frost e Byte se prepararem para caçar novamente. Peço para Ygrite dizer para Vládia e Kílder descansarem por hoje e para ficarem longe do serviço, podem utilizar o mamute de Frost e Byte que ficará vazio. Me dirijo a Hagar coloco uma mão em sem ombro e com dificuldade tento lhe dizer.

- Hoje... eu cavalo... você mamute... encontrar Garet... amigo[off: Se não souber as palavras ou ele fazer cara de quem não entendeu, chamo Ygrite e digo que quero eu mesmo procurar Garet]

[off: Já já posto o discurso da noite. E com relação Vládia, Kílder e Lyan, usarem outro mamute, era para eles ficarem longe do cheiro rsrsrs]
#35 Leonardus Borgo Enviado : 21/12/16 14:24
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Antes de partir chamo Ygrite.

- Estou preocupado com Garet, vou sair com Frost e Byte e procura-lo - Dou-lhe um beijo e digo com um sorriso - Me ajuda a dizer aos dois para começarmos por onde encontraram o cavalo?
#36 Garet, O Vingador Negro Enviado : 21/12/16 15:19
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Lançamento 3d20=16,5,19
Uso o espelho de novo e chamo Uli.
O que você fez ontem foi chantagem, mulher, e você sabe disso.
Me leve até a próxima tribo pois já disse que sei onde Terseph está e o que ele planeja. Sua terra e seu povo dependem do que decidir agora
.
Persuasão, resistência física e sobrevivência.

#37 samuel.azevedo Enviado : 22/12/16 11:32
Garet:
Citação:
Quando você acusa a feiticeira de chantagem, ela reage com um sorriso irônico e, diz:

- "Você tem duas escolhas ou me ajudar a chegar até a próxima tribo e aprender a língua desse povo maldito. Ou me deixar morrer aqui e Terseph destruir tudo." Quem chantageia quem?! Você me procura pedindo um milagre e não quer sofrer a consequência do custo da magia que o poderia ajudar. Depois me chantageia com um problema que eu não entendo direito e nem você me explicou, esperando que eu vá me sensibilizar pelo que não sei bem do que se trata. É grosso com aquela que poderia lhe ajudar. Repense seu comportamento. Quando lhe presenteei com este espelho, vi seu potencial de ser um grande líder; mas se você estivesse liderando algum povo este seria o comportamento de um tirano. Aliás, cadê o povo que estava com você?! Você não soube aproveitar a potencialidade das pessoas ao seu redor e agora se arrisca viajando sozinho... Isso também não é atitude de líder.


O tempo do espelho está passando, então, ela diz, apressada:

- Vou lhe explicar porque não fiz o que você queria. Estou distante do lugar onde me encontraram, não tenho como lançar magias através do espelho. Se eu forçá-lo, ele vai ser consumido no processo. Não tenho magias para incluir uma língua na memória de uma pessoa ou em um item mágico, precisaria de outro conjurador que soubesse tal magia para criar item com tal poder. Ofereci trazer sua amiga para perto de você, naquele dia que lhe dei o espelho vi em sua mente que ela tem o poder e o conhecimento para ajudar a vocês dois. Mas você recusou esta oferta e me disse grosseiramente para deixá-lo morrer.

Faltavam poucos segundos para a magia acabar, ela conclui:

- Pelo potencial que vi em você, farei-lhe um favor. Depressa, diga-me, qual é a próxima tribo a que se referia? Vou mandar uma mensagem para a feiticeira deles lhe procurar.

//off: você percebe que se perder tempo retrucando, a magia pode acabar antes de responder qual a tribo...


Cameron e Leonardus:
Citação:
Ygrite traduz o pedido do Chefe, e os caçadores o acompanham a cavalo. Leonardus observa que os três animais estão com cascas de árvore presas aos cascos como uma espécie de ferradura maior que o tamanho das patas dos animais, o que aparentemente os dá mais mobilidade na neve.

Enquanto isso, o acampamento se levanta e segue caminho para o leste, logo depois.

Cameron continua treinando sua pupila na tenda, mas sem um focus mágico e correndo o risco de destruir a tenda se ela tentasse magia, ela não poderia fazer muita coisa a não ser aprender élfico e conhecimento teórico sobre misticismo. Na parada do meio dia o mago vê o avanço de seus queijos. Ele prova, e um deles ficou emborrachado. Ele faz uma anotação em seu livro e descarta aquela cumbuca de queijo. Restavam três cumbucas e pareciam mais promissoras. Elas ficavam sempre sobre as costas do mamute, dentro dos palanquins, para que o calor permitisse a fermentação. Enquanto Fryda e Freya preparavam a refeição da tribo, Kílder e Vládia se oferecem para ajudá-la, mas ela não deixa eles trabalharem de acordo com as ordens do Chefe, e Ygrite treinava Brenda quando todas as crianças apareceram em volta dela pedindo para experimentar o arco, impressionadas com as histórias que vinham sendo contadas. Até os guerreiros adultos se aproximam curiosos, e pedem para experimentar um tiro. Yvonne vê um esquilo, e tenta acertá-lo, mas a flecha passa longe. Ygrite toma o arco e prende o animal na árvore que ele escalava com apenas um tiro. As crianças correm para pegar o bicho e o levam para Freya aproveitar no cozido. Hagar diz:
- Onde há esquilo, há castanhas!
Então ele e os guerreiros começam a examinar as árvores por perto, batendo no tronco procurando qual delas tinha o tronco oco. Ygra encontra a árvore, e faz um buraco no tronco. Logo várias castanhas começam a cair no chão e os rúbeos apanham enchendo duas cestas e guardam para o estoque de alimentos.
A tribo come, e segue viagem.
Pouco tempo depois que saíra do acampamento, Leonardus encontrava o corpo do cavalo, e junto aos caçadores segue como um trio de batedores rastreando a trilha deixada por Garet. O trio para para comer algo ao meio dia, mas Frost percebe neve amarela. Ele toca, e Leonardus demora alguns segundos para entender as poucas palavras em rúbeo:
- Mijo fresco, vamos!
#38 Garet, O Vingador Negro Enviado : 22/12/16 11:48
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Raposas Brancas
#39 samuel.azevedo Enviado : 22/12/16 12:00
Um pouco mais do meio dia, Garet descansava um pouco enquanto aguardava a ajuda prometida. Repentinamente, alguns homens vestidos de peles brancas da cabeça aos pés aparecem ao lado dele sem ele ter notado a aproximação. Eles dizem algo em rúbeo, que Garet não entende. De repente há barulho de cavalos, o grupo olha para o oeste e de longe vê três cavalos se aproximando.

Os cavaleiros eram Leonardus e seus caçadores, que param a poucos metros de Garet e dos homens em branco. Os homens perguntam alguma coisa, Leonardus entende alguma pergunta do tipo "quem ser vocês". E entre palavras em rúbeo mencionam "Uli" e "Garet", e dizem as palavras em rúbeo para "Mata-gigantes" dentro de uma frase que parecia uma pergunta.

#40 Garet, O Vingador Negro Enviado : 22/12/16 12:06
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Digo a eles:
Procuro líder
A pontando para eles para indicar que era o líder deles.
2 palavras das 6
#41 Leonardus Borgo Enviado : 22/12/16 13:47
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Bosta... Devia ter trazido Ygrite!.. Estamos perto do limite das terras dos Raposas Brancas e eles estão todos de branco...

Faço cara de concentração para lembrar as palavras certas

- Nós Mata-Gigantes... Garet - Aponto para Garet, depois aponto para eles e forço o tom de pergunta - Raposas Brancas? - Aponto com o polegar para o brasão estampado na Gigacida - Leonardus, chefe Mata-Gigantes

Me aproximo de Garet desconfiado por que diabos falaram de Uli e estão ali, lhe estendo a mão para ajuda-lo a levantar.

- Achei que estivesse morto à essa altura, ainda tem comida, água? O que aconteceu com o cavalo?
#42 samuel.azevedo Enviado : 23/12/16 09:47
Prestem atenção na conversa um do outro e façam um teste de observar.
#43 Leonardus Borgo Enviado : 23/12/16 09:56
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 1d20=5
[1d20][off: Observar]
#44 Garet, O Vingador Negro Enviado : 23/12/16 09:58
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Lançamento 1d20=14
Espero a reação dos raposas brancas antes de responder
observar
[1d20]
#45 samuel.azevedo Enviado : 23/12/16 19:53
Leonardus, observar 4, rolamento 5, branco, rotineiro.
Garet, observar 8, rolamento 14, vermelho, muito difícil.

Quando Garet fala que procura o líder, uma das pessoas de branco retira o capuz e um lenço branco do rosto, revelando belos cabelos brancos presos com uma fita dourada e uma aparência muito jovem apesar dos cabelos.



Ela diz algo como:

- Uli ... .... Eu ... Chefe ... Raposas Brancas ... nome é Na'tasha.

Então Leonardus os apresenta e faz uma pergunta a Garet. Os guerreiros de Na´tasha eram todos franzinos, um carregava em cada mão uma espada, outro menor, trazia duas facas, e três deles estavam armados com lanças. A própria Na´tasha carregava um sabre e uma faca.

Garet observa no horizonte mamutes se aproximando pelo oeste.
#46 Garet, O Vingador Negro Enviado : 23/12/16 20:04
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Respondo a Leonardus sem me voltar pra ele, mas de frente e olhando a líder dos Raposas Brancas:
Não há tempo pra perguntas. Eu cuido disso. Traga Ygrite, rápido.

Depois digo a Na`Tasha:
Procuro Lazulis
3 das 6 palavras.
#47 Garet, O Vingador Negro Enviado : 23/12/16 20:14
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Depois de uma pausa pra ver a reação deles digo:
Lazulis ajuda a caçar bruxo
6 das 6 palavras
#48 Leonardus Borgo Enviado : 23/12/16 22:44
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Quando Na'tasha se apresenta, fico impressionado com a sua beleza, olho-a de cima embaixo, em seguida limpo a garganta e olho para Garet, enquanto fala. Balanço as mãos, fazendo chacota de Garet enquanto me viro para Frost e Byte.

- Uhhh! Claro que nem cuidou do cavalo que eu lhe dei.

Desde quando ele fala rúbeo?!

Fecho os olhos e inspiro tentando lembrar das palavras e digo para Frost e Byte.

- Desculpa... Caçada acabou... Byte fica... - Aponto de onde viemos - Frost, Ygrite e Hagar aqui... - Aponto para o chão e entrego a rédea de Pé de Pano para um dos dois.

Me viro com as mãos nas costas e olho de Na'tasha para Garet e vice-versa, com cara de quem perdeu alguma coisa.
#49 samuel.azevedo Enviado : 24/12/16 11:40
Quando Garet pergunta pelos Lazulis, a mulher aponta para o sul. Mas quando ele usa a palavra ajuda, os raposas-brancas ficam tensos, até mesmo os rúbeos que acompanhavam Leonardus ficam irritados ou ofendidos com a frase. De repente, Na´tasha rí e diz algo que apenas Leonardus e os rúbeos entendem como "isto é uma piada?".

Frost sai galopando e levando os dois cavalos em direção ao acampamento, enquanto Byte toca no ombro de Leonardus e diz algo para ele e Na´tasha, como "esperar ... Ygrite ... traduzir". Então os raposas brancas ficam olhando em volta e esperando.

Agora vocês tem tempo para conversar enquanto aguardam a tradutora.

...

Duas horas depois, Cameron está no acampamento quando Frost chega trazendo dois cavalos sem os cavaleiros. Ele fala algo, e Ygrite e Hagar sobem nos cavalos e galopam em direção ao leste. Antes que eles saiam, Ygrite explica o que está acontecendo, e ele pede para ir no cavalo com ela.

...

Menos de duas horas depois, Byte, Leonardus, Garet e os raposas brancas comiam carne assada numa fogueira quando Cameron, Ygrite, Frost e Hagar chegam cavalgando.
#50 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 13:32
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Lançamento 1d20=8
Quando ela acha graça e diz que é piada, fico sério para demonstrar que não é piada.
Depois sento e espero a chegada de Ygrite. Aceito a comida e fico calado estudando a líder dos raposas brancas. Sem responder pergunta nenhuma.

Quando Ygrite chega digo:
Não há tempo para perguntas. Essa é a líder dos raposas brancas. Preciso que traduza o que vou dizer a ela.

Entrego a Na'tasha o Espelho mágico que Uli me deu e digo:
Esse espelho é mágico e me foi dado por Uli. Ele tem a propriedade de ver o futuro.
(imagino que tenha se passado já uma semana desde a última vez que eu usei quando derrotamos os gigantes)

Persigo um bruxo chamado Terseph que planeja abrir um portal e libertar aqui os príncipes infernais. Eu sei quando e sei onde ele planeja fazer isso se não for detido. Use o espelho e tente ver o que vai acontecer daqui a um ano nessa mesma época, tente ver o que pode acontecer se você não nos ajudar e nos impedir, tente ver o que acontecerá se Terseph conseguir o que planeja Concentre-se em ver daqui a um ano, o que acontecerá com seu povo e sua terra se Terseph vencer.

Paro e espero Ygrite traduzir e ela ver. Fico atento as suas reações. Se os deuses querem que Tersephh seja detido, então dará a Na'tasha a visão certa.

Observar
[1d20]
#51 Leonardus Borgo Enviado : 24/12/16 14:45
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Observo a tensão e a pergunta irônica de Na'tasha. E meio assustado pergunto a Garet.

- Que merda você falou? Ela perguntou se isso era uma piada.

Quando Byte toca no meu ombro, assisto com a cabeça.

Devo ter falado algo errado, era pro Byte ir também... Mas foi melhor assim...

Ao vê-lo sério e calado e me ignorando, começo a ficar irritado, ainda de pé falo, gesticulando.

- Olha aqui. Você saiu daquele acampamento me dando um sermão dizendo que eu era orgulhoso demais para perceber meu erro de levar uma tribo sem estar capacitado para isso, talvez você tenha razão, mas não sou eu que matei um cavalo e quase coloquei a negociação entre duas tribos a perder. - Aponto para mim e Na'tasha - A caçada à Terseph não acontece em volta do seu umbigo, ou do meu, tem mais 4 caras sabem os Deuses a onde, sem falar em Sagae e Uli, arriscando seus pescoços pra parar esse desgraçado, então ou você para de ser um idiota arrogante ou não cruze mais o meu caminho. - Respiro fundo para passar a raiva e já ia virando de costas, quando me lembro e me volto para Garet - E só pra você não dar nenhuma bola fora, tenha respeito ao falar com Ygrite por que agora somos casados.

Por fim mais calmo me sento com as pernas cruzadas de frente para Garet.

- Agora há muito tempo para perguntas, então vou perguntar de novo. Que merda você falou? E o que você tem em mente?

[off: Os "4 caras" é o outro grupo. Quando disse "Byte fica" na verdade era pra ele ter ido e ficado no acampamento, mas ficou legal, demorou pra ter algum problema de comunicação kkkkk. Por enquanto estou ignorando as outras ações de Garet.]
#52 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 14:57
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Depois do chilique de Borgo respondo devagar sem desviar o olhar de Na'tasha:
Espere que você já ai entender tudo.
#53 Leonardus Borgo Enviado : 24/12/16 15:22
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
- Não, não vou esperar, a sua "estratégia", já começou errada, ou você me fala, ou Byte e eu vamos embora e Ygrite não virá.
#54 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 15:46
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Continuarei esperando Ygrite chegar em silêncio, ja que Byte já foi.
Se Borgo tentar impedir algo, direi a Ygrite:

Essa é a líder dos raposas brancas. Olhe para ela. Não é bonita?
Você já deve conhecer seu marido, não é? Veja como ele olha para a beleza dela e a deseja.
Mas ele não pode falar a língua dela, então advinha quem vai falar com ela por ele?
Vai permitir isso? Acho que não.
Sendo assim, traduza o que vou dizer a ela e me ajude por favor.


Já contando com os ciúmes e o temperamento forte de Ygrite.
(off: kkkkkkkkkkkkkkkkkk)
#55 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 15:47
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Off: A mensagem está no post #50 quero que Na'tasha use o espelho e veja os príncipes demoníacos saindo e destruindo tudo
#56 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 16:10
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Off: e se ele voltar e tentar impedi-la no caminho, tbm estou contando com o temperamento selvagem dela, não vai obedecer assime agra que foi chamada vai querer saber o que está acontecendo e ir até ali.
(Diria o Chapolim colorado: meus movimentos são friamente calculados... kkkkkkkkkk)
#57 Leonardus Borgo Enviado : 24/12/16 18:33
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 1d20=2
[off: Byte está conosco, Frost seguiu até os mamutes para trazer Ygrite e Hagar, isso levará mais de 3 horas e meia, no momento que conversamos se passaram 15, 20 minutos desde que Frost saiu com os cavalos]

Depois de ignorado por Garet minha expressão fica abatida, mas um riso acaba brotando, falo enquanto me levanto.

- Fryda sempre certa, sua arrogância é mesmo a de um nobre. Lhe ofereci minha amizade e meu respeito, você recusou, agora lhe ofereço minhas lâminas.

Saco minhas duas espadas, me viro de costas e me afasto para que a luta não inclua mais ninguém.

[1d20][off: Força Interior]

[off: Se não vier a té mim, olho tanto para Byte quanto para Na'tasha e seus homens, na intensão de que se afastem]
#58 samuel.azevedo Enviado : 24/12/16 18:40
Antes que a ajuda pudesse ser trazida, vocês ficam discutindo enquanto Frost cavalga em direção ao acampamento ambulante sobre mamutes. Ele não estava nem na metade ainda, quando Leonardus se afasta com as armas em punho, e diz "Afastem" em rúbeo. Byte e os raposas brancas se afastam e deixam os dois resolverem sua diferença.

off: Os dois rolem as iniciativas e podem descrever os ataques de 3 rodadas (a não ser que Garet arranje um jeito de evitar o combate).
#59 Garet, O Vingador Negro Enviado : 24/12/16 22:02
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Levanto-me e digo:
Quer tanto assim me matar? Faça...

Me aproximo e coloca as espadas dele no meu pescoço.
Não vou defender.
#60 Cameron Enviado : 25/12/16 11:46
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Lançamento 1d20=13

Quem sabe ao tentar na teoria com a pequena pupila ela se desenvolve aprendendo manipulação de luz.

Se for muito bem com que vir aprender sigo encinando outra magia.
Off. Ensinando manipulação de luz.
[1d20].

Faço um englu com geomanipulação.

Usuários visualizando este tópico
Guest (4)
3 Páginas <123>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET