Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

4 Páginas «<234
Capítulo 01 - As Ruínas de Kal-eron Opções
#91 Hagilyak Enviado : 28/07/16 20:38
Jogador: Buliwyf
EF: 17
EH: 44
Karma: 12
Lançamento 2d20=10,17
circundado a criatura para flanquear digo mantenha a atenção desse troço em vcataco
#92 Soturno Abascal Enviado : 30/07/16 18:09
Jogador: Térom Lanister
EF: 34
EH: 61
Karma: 27
Lançamento 1d20=7
Ao ver que a Tetuda caiu, que somente restou uma monstruosidade e que apenas alguns homens lutam contra ela eu grito para a enviada, apontando minha espada para o inimigo e insinuando que ela ataque:

- Somente restou um deles. Que seja derramada a ira do Juiz!

Grito em MALÊS para os demais, que estão na defesa da cidade:

- Hoje é um bom dia para morrer! E se formos morrer, que seja pela glória dos Senhores das Almas e da Guerra! Por Cruine na nossa passagem! Por Blator, na força e na guerra!

Avanço de volta para o combate, nem que seja cambaleando de cansaço, mas motivando alguns a irem junto comigo

No meio do caminho evoco Curas Heroicas 1 em mim. [1d20]
#93 samuel.azevedo Enviado : 02/08/16 11:21
16a Rodada
Citação:
Borr, ataque com arco composto, rolamento 9, coluna 4 (coluna da arma P4 - defesa P0), branco, erro.
Garet, ataque com arco composto, rolamento 2, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0), branco, erro.
Hagilyak, ataque com cimitarra, rolamento 10, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0 ), amarelo, 25% de dano.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 19, coluna 14 (coluna da arma P17 - defesa P3), azul escuro, 125% de dano.
Enviada I, ataque com arma de luz, rolamento 10, coluna 9 (coluna da arma P9 - defesa P0), laranja, 50% de dano.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 16, coluna 14 (coluna do ataque M16 - defesa M2), azul, 100% de dano.

Os arqueiros tentam mirar no monstro, mas nenhuma flecha passa perto o suficiente para ameaçar a criatura.
Gáldor sai de baixo do monstro, desvinculando-se facilmente de suas tetas e tentáculos usando sua força interior.
Hagilyak tenta cortar uma perna da abominação com sua cimitarra, mas a criatura desvia do golpe e contraataca com seu cutelo. A lâmina da arma risca a armadura do sacerdote, e alguns anéis se rompem. Hagilyak sente que teria morrido se não tivesse desviado um centímetro do golpe, mas é tomado pelo cansaço.
Soturno comanda, e a enviada ataca em defesa do bárbaro. O golpe da foice de luz da mulher angelical passa raspando no braço que segurava o cutelo, e o monstro aproveita que ela se aproximava e agarra as pernas da enviada com seu terceiro braço. Ela se debate, tentando puxar seu corpo para o alto com a ajuda de suas asas.
Depois, o representante de Cruíne começa a tentar estimular as pessoas. Mas apenas dois bárbaros sobreviventes parecem entender suas palavras (Clemildes e Loki).


#94 samuel.azevedo Enviado : 02/08/16 11:36
17a Rodada
Citação:
Borr, ataque com arco composto, rolamento 6, coluna 4 (coluna da arma P4 - defesa P0), branco, erro.
Garet, ataque com arco composto, rolamento 10, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0), amarelo, 25% de dano.
Hagilyak, ataque com cimitarra, rolamento 17, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0 ), vermelho, 75% de dano.
Soturno Abascal, Curas Heróicas 1, rolamento 7, coluna 7 (estágio 4 + aura 3), amarelo, 25% de cura.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 5, coluna 14 (coluna da arma P17 - defesa P3), amarelo, 25% de dano.
Enviada I, ataque com arma de luz, rolamento 17, coluna 9 (coluna da arma P9 - defesa P0), azul, 100% de dano.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 17, coluna 14 (coluna do ataque M16 - defesa M2), azul, 100% de dano.

Gáldor golpeia a cabeça da abominação derrubada, para que ela não se regenerasse. Borr lança mais uma flecha, mas a proximidade da enviada o faz ter mais cuidado para não atingi-la e ele erra novamente o tiro.
Garet é mais afoito e mira na mão do monstro que segurava a enviada, e a criatura afasta o braço da flecha sem soltar a enviada, mas ao menos a afasta de sua boca.
Hagilyak salta com a cimitarra golpeando em direção ao braço que segurava a enviada. A criatura novamente se esquiva, e o acerta com o cutelo destruindo o resto da armadura do sacerdote. Muitos elos da armadura se quebram, e ela cai no chão, por pouco o bárbaro não morre, e, apesar da armadura ter sido destruída aparando o golpe, ele sente uma forte dor no corpo do impacto do golpe, machucando os outros ferimentos da batalha anterior que ainda não tinham se curado.
A enviada percebe o esforço de todos em ajudá-la, e junta forças para fazer um ataque cortando o braço que a prendia a criatura. O monstro urra de dor ou fúria, e usa o gancho para puxar novamente a enviada, que é letalmente ferida e explode deixando algumas plumas para trás ao mesmo tempo em que Soturno fazia uma prece, pedindo mais energia a Cruíne. O clérigo sente uma nova energia para lutar, em vingança por sua enviada que caiu em combate.



#95 samuel.azevedo Enviado : 02/08/16 12:00
18a Rodada
Citação:
Borr, ataque com arco composto, rolamento 17, coluna 4 (coluna da arma P4 - defesa P0), vermelho, 75% de dano.
Gáldor Tinúviel, ataque com montante +1, coluna 22 (coluna da arma P12, - defesa P0, força interior +3, fúria +3, golpe letal +4) = 50% + coluna 2, rolamento 14, laranja; resultado= 50+50=100% de dano.
Garet, ataque com arco composto, rolamento 10, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0), amarelo, 25% de dano.
Hagilyak, ataque com cimitarra, rolamento 17, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0 ), vermelho, 75% de dano.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 2, coluna 12 (coluna da arma L14 - defesa L2), branco, erro.
Abominação Média Carniceiro, rolamento 20, coluna 14 (coluna da arma P17 - defesa P3), cinza, crítico, rolamento 9, 75% de dano crítico.

Borr finalmente consegue atirar uma boa flecha, e a criatura se abaixa para não ser atingida na cabeça.
Gáldor corre em direção a abominação e a atinge com um golpe poderoso de sua montante mágica, a criatura não consegue desviar totalmente do golpe, e um corte superficial se abre de cima a baixo no tronco da criatura.
Garet consegue fincar uma flecha no braço do cutelo da criatura, e ela solta a arma com um novo urro.
Hagilyak corta uma das pernas da criatura, que tropeça mas se mantém em pé com as duas pernas restantes.
A abominação tenta acertar Hagilyak com uma garra, mas não consegue alcançá-lo.
Soturno se aproxima, plumas negras da enviada caíam sobre todos e grudavam no sangue sobre seus corpos.
Clemildes e seus homens se aproximam da luta, bradando gritos de guerra.
Então a abominação gira seu gancho, e puxa um dos bárbaros para sua boca, e engole pedaços dele, regenerando o corte de seu tronco.

#96 samuel.azevedo Enviado : 02/08/16 12:01
[1d20] crítico
#97 samuel.azevedo Enviado : 02/08/16 12:07
Rolem as ações de apenas 1 rodada.
samuel.azevedo anexadas as seguintes imagens:
parte01k.jpg
#98 Garet, O Vingador Negro Enviado : 02/08/16 12:57
Jogador: Marcelo Villanova
EF: -18
EH: 0
Karma: 14
Lançamento 1d20=14
Continuo disparando flechas
[1d20]
#99 Gáldor Tinúviel, o Sombrio Enviado : 02/08/16 13:11
Jogador: saulocr
EF: 84
EH: 132
Karma: 36
Lançamento 1d20=17
Arranco o braço que tem o gancho.

[1d20]
#100 Borr Mythigar Enviado : 02/08/16 14:29
Jogador: Carlos Azevedo
EF: 33
EH: 64
Karma: 22
Lançamento 1d20=11
atk
[1d20]
#101 Soturno Abascal Enviado : 02/08/16 15:34
Jogador: Térom Lanister
EF: 34
EH: 61
Karma: 27
Lançamento 1d20=20
Me aproximo e tento golpear a cabeça da criatura, com muita raiva e gritando [1d20]
#102 Soturno Abascal Enviado : 02/08/16 15:35
Jogador: Térom Lanister
EF: 34
EH: 61
Karma: 27
Lançamento 1d20=3
Cruine sorriu de canto de boca em seu trono frio e metálico Muito Feliz

[1d20]
#103 samuel.azevedo Enviado : 03/08/16 09:09
Garet, ataque com arco composto, rolamento 14, coluna 3 (coluna da arma P3 - defesa P0), laranja, 50% de dano.
Gáldor Tinúviel, ataque com montante +1, coluna 22 (coluna da arma P12, - defesa P0, força interior +3, fúria +3, golpe letal +4) = 50% + coluna 2, rolamento 17, vermelho; resultado= 50+75=125% de dano.
Borr, ataque com arco composto, rolamento 11, coluna 4 (coluna da arma P4 - defesa P0), amarelo, 25% de dano.
Soturno Abascal, ataque com espada, rolamento 20, coluna 3 (coluna da arma p3 - defesa p0), cinza, crítico! rolamento 3, branco, 50%.

Garet consegue fincar uma flecha no tronco da criatura, onde deveria haver um coração. Muito sangue escuro jorra, mas o monstro continua vivo. Será que ele teria mais de um coração ou será que seu coração de morto-vivo já não batia antes da flecha?
Gáldor concentra uma última vez sua força interior, visando cortar o braço do gancho da criatura. O golpe arranca o braço e um pedaço do tronco junto com a cabeça do monstro!
Para espanto de todos, a cabeça com o braço continua se movendo. Usando o braço, o monstro se arrasta para perto de um corpo e mergulha a boca na carne, em busca de se regenerar.
Ao mesmo tempo, o resto do corpo do monstro cambaleia e dá ataques a ermo para todos os lados. Borr dispara uma flecha no corpo sem cabeça, e é seguido pelos bárbaros que chegam o enchendo com golpes de machados e espadas. O corpo tomba!
Furioso pelo que a enviada sofreu, e agora coberto de sangue e suas plumas negras, Soturno sente-se abençoado por Cruíne por ter a chance de finalizar a criatura. Ele ergue a espada, e grita:

- Em nome de Cruíne e sua enviada!
Então, a espada desce abrindo a cabeça do monstro em dois.
Nenhuma das partes da criatura se move.
Os bárbaros urram em comemoração.


Os zumis erguem os heróis que derrotaram a abominação sobre os ombros: Soturno Abascal, Borr, Garet, Hagilyak, e até mesmo o gigante Gáldor Tinúviel.
Jorel sai da taverna para ver o que está acontecendo nos últimos instantes.
Sagæ Rilel desce do telhado e se junta ao grupo nos arredores da cidade.
Jefer distribui os frutos das mandrágoras para os feridos, e, junto aos sacerdotes sobreviventes rapidamente faz poções de cura com o restante do material das mandrágoras e distribui para todos.
Crianças, idosos e doentes saem das casas para saudar os heróis.
Depois de algumas horas, as comemorações diminuem.
Clemildes ordenara aos bárbaros, que se organizavam em quatro equipes de trabalho: uma equipe limpava a cidade de corpos e detritos, outra equipe cavava uma vala ao redor da cidade numa tentativa de oferecer alguma proteção e retardar possíveis novos ataques, outra equipe coletava troncos de árvores na mata e uma equipe menor formada por ela e os sacerdotes sobreviventes cuida dos feridos. Todas as equipes trabalhavam com uma mão e seguravam a arma em outra, olhando sempre sobre os ombros, na espera de um novo ataque.
Então, ela se aproxima de vocês e diz:

- O povo zumi estará eternamente grato pela ajuda de vocês. Sei que vocês vieram a cidade em busca de suprimentos para a viagem, e vocês ganharão tudo o que precisarem como recompensa. Entretanto, a causadora deste levante de mortos ainda está livre. Meu povo está cuidando em tornar a cidade novamente segura, vocês poderiam investigar o paradeiro dela nas ruínas que se revelaram com a destruição da represa?
- Antes de discutirem, quero explicar o que descobrimos. Há muitos anos um casal e uma criança foram os únicos encontrados em uma aldeia que havia sido totalmente exterminada. Descobrimos que eles eram da vila, mas eram os últimos descendentes de um povo que havia desaparecido há muitas gerações. Eles haviam usado uma magia antiga de sangue contra o povo da própria aldeia que não compartilhava do mesmo sangue que eles. Loki ajudou a descobrir tudo, e os derrotou junto com um guerreiro elfo chamado Finwe, mas pouparam a criança. Loki adotou a menina Lori como sua filha. Os livros de feitiços dos pais dela foram levado para a biblioteca élfica de Citira. De alguma forma, a menina parece ter conseguido reencontrar ao menos um dos livros, pois é visível que aqui foi usada a antiga e proibida magia do sangue junto com necromancia. Acho que ela sacrificava alguns vivos que ela capturava nas brumas, para realizar aqueles "milagres" nas águas da represa, alimentando algum ritual. Não sei porque ela manteve algumas prisioneiras mulheres, mas elas não parecem estar bem de saúde, algo me diz que algum outro plano maligno estava em curso para elas. Aqueles mortos-vivos se regenerando são um sinal de que magia do sangue foi usada neles. Parece que ela quer trazer a glória de seus antepassados de volta, e algo me diz que ela ainda está nas ruínas. Vocês podem nos ajudar uma última vez, e capturá-la? Tragam-na viva, queremos dar a ela uma morte justa: ela receberá uma facada para cada vida que ela tirou.

Fim da parte 01
Experiência: Todos ganham 15 de experiência, Gáldor e Soturno ganham 20.
Subam de nível (acho que todos conseguiram), e quem for continuar na aventura me mande a ficha atualizada em PDF. Quem chegar no estágio 5 e ainda não é especializado, por favor escolha a especialização que vou encaixar no começo da próxima parte.
Usuários visualizando este tópico
Guest
4 Páginas «<234
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET