Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

3 Páginas 123>
Capítulo 03e - As Tribos do Norte das Geleiras Opções
#1 samuel.azevedo Enviado : 26/12/16 22:17
Cameron e Leonardus:
Citação:
A tribo se distancia de Garet o suficiente para ele não os alcançar andando, então acampa para o descanso dos mamutes ao lado de Na'tasha e sua comitiva. Então vocês poderão comemorar a noite dos artesãos. Cameron mostra a Fyord como manipular o gelo e criar um iglu. As crianças ficam brincando enquanto os adultos preparam a refeição. Ygrite pergunta:

- Você está bem? Seria uma decisão difícil, mas o cabeça dura deixou as coisas mais fáceis para nos separarmos. Uma pena que ele não compartilhou as informações que disse ter. Se é que eram verdade.

Segundo a líder dos raposas-brancas, o resto da viagem até a caverna onde a tribo dos raposas-brancas está abrigada vai demorar mais três dias.

//off: haverá a passagem de tempo, podem descrever o que farão nos 3 dias em que viajam com Na'tasha e companhia.
#2 Leonardus Borgo Enviado : 26/12/16 22:52
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Ainda olhando para o chão respondo a Ygrite.

- Com ou sem informações preferia ele aqui, apesar de tudo eu gostava dele, não concordava, mas acho que vou sentir falta de ter com quem discutir. Bom só queria que ele soubesse que não o acho um traidor e no fundo nem covarde. - Termino com um sorriso amarelo

Pergunto à Cameron
- O queijo está pronto? Quer ajuda para traze-lo?

[off: Se estiver pronto ajudo Cameron a traze-lo, com Hagar ou Hodor se for necessário]

Pergunto à Na'tasha
- Por um acaso há artesãos entre os Raposas Brancas?

[off: Se sim peço para que se sentem perto de Vládia e Kilder]

Eu mesmo vou até a fogueira pegar os pratos de cada um.[off: Seja lá o que for, rsrs]Ofereço a Vládia, Kilder e Lyan[off: E algum artesão Raposa Branca e com o queijo se for o caso]Aceno para que Ygrite também se levante, para me ajudar, traduzindo, ou me apoiando, pois a garganta começa a secar e as mãos estão geladas.

- As histórias normalmente falam sobre os grandes feitos de feiticeiros ou guerreiros, de sua bravura, de suas armaduras, mas eles nunca contam toda a história, não falam onde o feiticeiro dormiu antes da batalha, não falam sobre quem fez a armadura do guerreiro. Mas hoje, 24º dia do mês do talento, essa ordem se inverte, gostaria de agradecer na frente de todos à Vládia, Kilder e sua aprendiz Lyan, pois sem vocês nós não teríamos um teto sobre nossas cabeças e nem roupas nos protegendo do frio. Que vossas vidas sejam longas e que Crezir os abençoem.

Paro de falar com o coração acelerado e a vista já começando a ficar turva, com a impressão de ter falado demais, mas ao mesmo tempo de que não disse o mais importante.

[off: Essa comitiva de Raposas Brancas são quantos? Estão todos a pé? 3 dias de viagem de mamutes?]
#3 samuel.azevedo Enviado : 27/12/16 11:11
Cameron avisa que o queijo está pronto. Ao todo 3 grandes bacias de queijo ficaram prontas, e agora ele sabia qual técnica dava certo com o leite das mamutes. Quando o queijo saiu das formas, ficou no formato de três rodas de 80 cm de diâmetro x 30 cm de largura. Hagar e Hodor ajudam a trazer e a servir às pessoas.

Na'tasha informa (traduzida):

- Esta comitiva que me acompanha é apenas de batedores. Apesar de todos termos nossas habilidades, nosso foco é em montar armadilhas, caçar e matar antes que o alvo nos veja.

Fryda diz alguma coisa, e Ygrite explica:

- A tribo dos raposas brancas é conhecida por ser ardilosa, para compensar a constituição menos robusta deles. Eles podem parecer franzinos, mas seus guerreiros são conhecidos como perigosos assassinos e caçadores. A feiticeira deles é belíssima, e dizem que pode encantar as pessoas com suas palavras.

Depois do discurso de Leonardus, Fryda diz:

- Sim, estes artesãos merecem nossa homenagem. Mas acima deles, devemos homenagear o Grande Artesão, Parom! Louvado seja o deus que trouxe o conhecimento do artesanato para os mortais, que ele os abençoe com talento e habilidade! Hoje todos povos que seguem a religião dos deuses celebram este dia em Sua homenagem.

Nestes três dias de viagem de mamutes, era possível notar que com a chefe dos raposas brancas, eram 6. Todos viajavam montados em belos cavalos brancos de uma linhagem de pelo longo e espesso e de constituição robusta. Os cavalos estavam calçados com ferraduras de madeira maiores que as patas, que os ajudavam a andar com firmeza e protegia seus cascos do frio. Durante a viagem, eles iam na frente desarmando armadilhas no caminho.Eles se moviam com graciosidade e com a camuflagem das roupas brancas quase não dava para notar quando um deles se aproximava para falar alguma coisa. Enquanto viajavam, Ygrite ensinava o idioma rúbeo dentro da tenda, para não perderem tempo. E você já falavam o básico do idioma.

No fim do 27o dia do mês do talento, vocês se aproximam da entrada de uma grande caverna. Os batedores de Na'tasha entram e muitos rúbeos começam a sair para ver os mamutes e a outra tribo. Entre eles uma mulher ainda mais bela que a Chefe, também de aparência jovem e cabelos brancos, ela tira o capuz do rosto e diz:


- Meu nome é Ka'tya, sou a Feiticeira dos raposas-brancas. Olá prima - fala, olhando para Na'tasha.

Enquanto ela falava, parecia que vocês se apaixonavam por cada palavra. Ygrite cutuca Leonardus e ele volta a si.


#4 Leonardus Borgo Enviado : 27/12/16 16:11
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Penso nas palavras de Fryda e Na'tasha sobre serem ardilosos e silenciosos.

Tá... Um grupo perigoso em um campo de batalha, mas como diabos uma garota desse tamanho pensa me derrotar em uma arena?

Fico satisfeito quando Fryda me salva do discurso, aproveito para ajudar a servir ou me servir e entregar a cena à ela.

[off: Com tantas armadilhas espalhadas, não posso mandar Byte e Frost. Então assumo que comemos 3 dias da comida que tínhamos estocado?]

Depois que Ygrite me cutuca começo a evitar olhar para Ka'tya diretamente.

- Leonardus chamar eu, minha esposa Ygrite ser, nós tribo Mata-Gigantes. - Aponto para o brasão no meu peito.

Fico observando os Raposas Brancas que saem da caverna, tentando conta-los por cima, vendo que armas os guerreiros carregam, na verdade mais como distração, para não olhar Ka'tya.

- Conversar, mais tarde precisar nós. - Falo para Na'tasha.

[off: Meu sonho falar que nem mestre Yoda kkkkkk. Se for pra adiantar quero saber se a batalha será no dia seguinte, se ela vencer se pensa em seguir para o sul, se existem cavalos para todos, qual seria a tribo mais próxima. Nessa reunião quero Fryda, Ygrite e Hodor]
#5 Cameron Enviado : 27/12/16 16:47
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Procuro Leonardus e pergunto a ele no que ele pretende quais os planos para encontrar Tersep ou se ele desistiu?
E o Garet ? Onde ele está? O que ele lhe disse? Por que ele esta obsecado por encontrar Terseph?

#6 Leonardus Borgo Enviado : 27/12/16 18:08
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Depois das apresentações feitas, quando Cameron me procura, pego Ygrite pelo braço e sussurro no seu ouvido.

- Já volto, não morra de saudades.

Me viro e andamos alguns metros para conversarmos melhor

- Pra resumir, tanto nós quanto Garet queremos parar Terseph, mas infelizmente ele não está pensando nos por menores, a dificuldade de caminharmos no gelo, onde deixar as crianças, velhos e mulheres, ele está tão concentrado em caçar Terseph que neste momento está caminhando sozinho pelas geleiras, mesmo depois da última experiência que teve onde matou um dos cavalos da Ygrite de frio. Com relação aos planos a ideia é unirmos as tribos e marcharmos contra Terseph depois das geleiras. A união entre os Mata-Gigantes e os Raposas-Brancas será decidida amanhã, em um combate entre Na'tasha - Aponto para ela - e eu. E por fim o mais aterrador, vimos através do espelho que Terseph deseja e tem capacidade para montar um exército de orcos e demônios. Por isso temos que detê-lo
#7 Cameron Enviado : 27/12/16 23:26
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Nobre Leonardus.
Acho que você se esqueceu que o tempo esta contra nos.

Mas mesmo assim a neura do Garet em insistir deve de ser muito serio ja que ele esteja arriscando tudo para dete-lo ha menos que eateja mesmo pensando em um plano B.

Deter o Tersep pode ser difícil ou mais fácil.

#8 samuel.azevedo Enviado : 28/12/16 00:11
Os raposas-brancas passam o resto do dia organizando sua bagagem para seguir viagem na grande tribo, com o vai e vem da caverna, não era possível contar quantos eram. Ao menos metade andava armada com espadas e facas ou lanças, também ao menos metade da tribo tinham cabelos totalmente brancos, mesmo crianças, a outra metade se dividia entre loiros e ruivos.

No fim da tarde Leonardus, Fryda, Ygrite, Hodor e Cameron se juntam a Na'tasha, Ka'tya e dois guerreiros e um rastreador que se apresentaram como Tosho, Osho e Ka'yo, respectivamente os dois irmãos da chefe e o irmão da feiticeira. Fryda fica impressionada:


- Somos abençoados, trouxemos 4 portadores de magia, eu, sacerdotisa de Crezir, minha pupila e filha Fryda, o mago Cameron e sua pupila Fyord. Nesta tribo notei ao menos dois portadores de magia! Ka'tya, você é uma barda?! E seu irmão Ka'yo é um rastreador? Consigo sentir o mana fluindo em vocês. Possuem pupilos também? E ainda há algo mais. Além disso há algum poder primitivo, não sei dizer o quê, nas pessoas de cabelos brancos. Acho que somos as duas tribos mais poderosas entre os rúbeos. Precisamos discutir sobre a união das tribos. A sua chefe deve ter falado algo, não?

Ka'tya responde, com sua voz doce e olhar cativante:

- Eu tenho uma pupila, meu irmão ainda não encontrou um jovem com aptidão mágica com a natureza... Minha prima contou tudo sobre a tal visão. A Feiticeira Uli nos avisou para procurarmos seu amigo que mostrou o espelho encantado a ela. Parece uma situação grave, e talvez requeira a união de mais tribos para lidar com ela. Também será difícil viajar até o sul, mas com estes mamutes e estes poderes será mais fácil. Sobre sua intuição, há uma lenda sobre a origem de nossa tribo. Ela é nosso segredo, mas depois de nos unirmos, poderemos dizer.

Ela faz uma pausa, e continua:

- Mesmo que a visão fosse falsa, sua tribo traz riqueza e prestígio com os mamutes e a vitória sobre uma tribo de gigantes, nossa tribo é reconhecida como a mais astuta e traz guerreiros e batedores que a sua necessita. Nossa união tem muitos motivos para acontecer.

Na'tasha fala:

- Amanhã, na primeira luz, uma luta de Chefe contra Chefe decidirá qual dos dois chefes será o Chefe da tribo unida. Ele escolherá entre manter o nome de sua tribo, adotar o nome da tribo do chefe perdedor, ou criar um novo nome para a tribo. Precisamos definir agora se a feiticeira será escolhida também por confronto, se deixaremos o chefe eleito escolher, ou se teremos um conselho de feiticeiras. Assim que a luta acontecer, os feridos serão tratados e transportados no mamute de Fryda. Partiremos logo que a luta acabar, e celebraremos à noite.


Ela olha para Leonardus e diz:

- A próxima tribo é a dos Ursos Marrons, o território de caça deles fica a cinco dias daqui. Pelos relatórios dos meus batedores não temos notícias deles há quase duas semanas. Talvez tenham ido para mais longe, talvez tenham sido atacados como a tribo original de Fryda. E o inverno está chegando!
#9 Leonardus Borgo Enviado : 28/12/16 10:21
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Respondo à Cameron
- Sim concordo. Quanto mais tempo demoramos, mais tempo Terseph tem para se preparar. Mas no Forte do Escudo ele usou ou trabalhou junto com um exercito orcos, pelo que vocês falaram, Lori também invocou vários zumbis. Por mais que eu não seja o tipo que pensa antes de agir, acredito que andarmos sozinhos nessas geleiras seria atraso na caminhada e quando chegarmos sós ele estaria nos esperando com um exército de orcos, zumbis e seja lá mais o que.

[off: Na reunião...]

Quando Fryda fala do poder nas pessoas de cabelo branco, olho para Na'tasha
Então é isso, que merda você pretende fazer na batalha? Será que eu vou ter que apelar para a Gigacida?!

Depois que todos falam com um sorriso no rosto eu começo.
- Nossa união boa ser de verdade. - Olho para Ka'yo - Pupilo para você eu ter. - Olho para Ka'tya, mas rapidamente desvio de sua beleza olhando para Fryda - Com certeza mais tribos nós precisar, com mais tribos costumes precisar adequar, tudo novo para Ygrite, Cameron e eu ser, você aconselhar precisar. - Olho para Na'tasha - Conselho sábio sempre ser, de feiticeiras, chefes, caçadores e de guerra. Mas conselho precisa presidente ter e novo chefe escolher deve, depois conselhos autonomia deve ter. Falta de Ursos Marrons, preocupar eu, perigo deles também perigo nosso será. Batedores fora daqui existir? Jantar juntos boa ideia ser. Explicar situação para tribo necessário é, seguidores são, mas sem informação, duvidar começarão. Tribo sua por enquanto ser - Dou uma piscadinha, para acentuar a piada - mas querer eu falar com eles. Falar eu você deixar?

[off: Se Na'tasha autorizar...]

Enquanto todos comem me levanto e toco o braço da Na'tasha para que faça o mesmo, espero o silêncio.
- Boa noite! Leonardus me chamar, chefe tribo Mata-Gigantes. Hoje festa muito boa, agradeço Raposas-Brancas - Faço uma reverência apenas com a cabeça para Na'tasha - Amanhã tribos se unir e depois mais outras juntarão. Alguns talvez tenham ouvido algo, mas explicar para todos eu querer. - Faço uma pausa - Minha mãe contar histórias de um mau atingir toda Tagmar, independente de raça ou religião. Um mau que não corpo atingir, mas coração. Fazendo irmão contra irmão lutar, por poder. Esse mau não ser deste mundo, mas por bruxaria trazido ser. Terríveis batalhas acontecer, pessoas muitas morrer. No final, mau ser contido. Um homem, Malim, seu nome era, tão poderoso que uniu todas as pessoas, de reinos todos, todas raças, e dessa união poder para derrotar esse mau nasceu. - Faço outra pausa - Hoje, um homem, intenção tem de trazer esse mau novamente e parar ele nós poder, parar ele nós dever, antes que batalhas e mortes acontecer, antes que mau, coração dos homens corromper.

[off: Se houver oportunidade...]

Apresento os caçadores
Estes Frost, Byte e Snow, caçadores Mata-Gigantes, Este Ka'yo, caçador, irmão de Ka'tya, ele usar magia, além de conhecimento, agora muitas bocas para alimentar somos, talvez conversar vocês querer.
#10 Cameron Enviado : 28/12/16 12:57
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Lançamento 1d20=16
Ajudo a servir o queijo as pessoas.
[1d20]
Procuro saber mais sobre quem fez as armaduaras.
"Vou dar uma sondada "
Depois vejo com a feiticeira e a sacerdotisa quem poderia saber sobre a magia geneses de artefato ou os quais saberiam mais sobre a possibilidade de magia de geneses de artefato.
#11 samuel.azevedo Enviado : 28/12/16 13:49
Cameron, você serve o queijo aos líderes durante a reunião, Ka'tya saboreia lentamente com uma expressão sensual de que está se deliciando, então ela diz, em rúbeo (que você já entende):

- Hum... Isto é uma delícia! - ela lambe os lábios obscenamente e volta a tratar do assunto da reunião.

Você aproveita que todos os conjuradores estão lá e pergunta da Gênese de Artefatos. Ka'yo olha sem entender do que se trata, Fryda e Ka'tya se entreolham e Fryda diz:


- Só quem domina esta magia que saibamos é a Feiticeira Uli.

Ka'tya diz:

- Eu posso me comunicar com ela, se for preciso. - então pisca um olho para Cameron.

Leonardus, Ka'tya lhe responde pausadamente:

- Você ... precisar ... estudar ... mais ... língua ... rúbea. - Então pisca um olho, olha para Na'tasha que assente para que ela fale, então ela responde:

- Desculpe a brincadeira, mas reconheço o esforço que tem feito para entender nossa língua. Se entendi o que você queria dizer, sugere que formemos um conselho de chefes e feiticeiras. Os costumes precisam ser revisados. Devemos escolher um chefe provisório até que o conselho se firme? Cada tribo é governada por uma dupla, talvez funcione com um conselho. Sim, temos batedores na fronteira com as terras dos ursos marrons. Acho melhor eu e Na'tasha explicarmos tudo para a tribo na fogueira do jantar.

//off: os outros não estão na reunião.

#12 Leonardus Borgo Enviado : 28/12/16 14:54
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Acabo rindo da piada que Ka'tya faz comigo e coçando a cabeça meio sem graça, depois quando ela fala do conselho único e misto abano as mãos em sinal de negação e desenho no chão 3 círculos um ao lado do outro e por último um círculo acima de todos e ligo um a um os círculos de baixo ao de cima, enquanto tento falar de novo.

- Conselhos vários. Conselho de feiticeiras, conselho de caçadores, conselho de guerra, respondendo todos à conselho de chefes. - Paro de desenhar e vou olhando para cada rosto no grupo - Juntas muitas tribos, muitas ideias também, conselho para ouvir todas bom ser e cada conselho presidente ou líder, palavra final dar. Hoje Chefe decide líderes dos conselho, depois cada conselho seu líder escolher.
#13 Cameron Enviado : 28/12/16 21:26
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Lançamento 2d20=11,5
Ka'tya precisamos ter contato e marcar um ponto de encontro e trazermos toda ajuda necessária.

Off. Me parece que a Ka'tya seja uma jovem interessante quanto ela tem de Carisma, Sameuel? percepção e observar quais as intenções

Estou preocupado com Garet.
Mas Ka'tya você esta sendo prestativa lhe agradeço muito e certamente podemos conversar sobre ao que possamos de fazer para melhor atender e satisfazer aos interesses de ambas as partes.
#14 samuel.azevedo Enviado : 29/12/16 09:42
Leonardus, Fryda então diz:

- Concordo. Um conselho de cada coisa: feiticeiras, guerra, caça. Conselho de feiticeiras: Fryda, Ka'tya e - olha meio na dúvida - Cameron? Conselho de Guerra: Leonardus, Ygrite, Na'tasha, Hodor, Tosho e Osho. Caçadores: Ka´yo, Frost e Byte. O chefe dos conselhos será definido amanhã pela manhã, antes de partirmos, num combate entre Leonardus e Na'tasha.

As outras pessoas na reunião assentem com a ideia,

Cameron, Misticismo 7, rolamento 11, laranja, médio.

Cameron, você acha a jovem Ka'tya muito bonita, mas acha que parte do encanto dela pode ser um poder da tiara de cristal que ela usa. Ela sorri para sua proposta de conversar depois...

A noite, todos os rúbeos se reúnem para comer em volta de uma grande fogueira. Haviam 21 pessoas antes de encontrarem a tribo das raposas-brancas, agora há 81 pessoas. Um terço tem cabelos vermelhos, um terço tem cabelo loiro, e um terço tem cabelo branco, exceto Cameron e Leonardus que tem cabelos escuros. A tribo dos raposas-brancas era em sua maioria de jovens adultos no auge da força, mas tem constituição física magra e ágil. Vocês descobrem que um terço dessa outra tribo era de 8 artesãos (eram os velhos da tribo) e 12 crianças; um terço de caçadores (20); e um terço de guerreiros (20). Na'tasha e Ka'tya se revezam explicando.

Na'tasha começa:


- Povo das tribos rúbeas! Amanhã a poderosa tribo dos mata-gigantes, domadores de mamutes, se unirá com a poderosa tribo dos raposas-brancas, a mais astuta de todas as tribos. Juntos, seremos a maior tribo do povo rúbeo, e marcharemos para o sul unindo as tribos que quiserem se unir a nós no caminho. Nosso objetivo é formar um exército do clã rúbeo, que seja capaz de proteger nossas terras contra a guerra que se aproxima se nossos campeões não conseguirem evitá-la.

Ka'tya explica:


- Foi revelado em visão que um bruxo do norte, chamado Terseph, está se preparando para abrir portais para os treze infernos. Legiões de demônios entrarão em guerra com as pessoas. Os dragões acordarão e enfrentarão os sobreviventes. Demônios e dragões lutarão para definir quem nos comerá. Nós não deixaremos isso acontecer! E para isso esta união deve ser feita. Em uma assembléia dos líderes, hoje definimos que a nova tribo terá três grandes conselhos: o conselho de feiticeiras, o conselho de guerra, e o conselho de caça. - ela aponta para as pessoas de cada conselho. Amanhã haverá a luta entre Leonardus e Na'tasha para definir o chefe do conselho da grande tribo antes que todos partam. Depois disso, marcharemos sem perder tempo.


Há um burburinho, e depois o povo começa a comemorar sob a música tocada por Ka'tya e sua pupila Bel´ya. Na manhã seguinte, todos se levantam cedo e carregam trenós que são amarrados em alces que usam ferraduras de madeira para andar na neve. Há seis trenós carregados de suprimentos para alimentar as raposas-brancas por um mês; outros seis trenós carregando os bens da tribo (peles, ferramentas, armas,etc) - cada trenó carregado por dois alces machos ou fêmeas. Todos se posicionam em volta do local onde aconteceria a luta. Fryda e Ka'tya tomam a frente, e chamam respetivamente Leonardus e Na'tasha. A tensão do combate e de expectativa quase podia ser tocada, as duas conversam, e Ka'tya fala:


- No combate de hoje, não haverá morte. Apenas deve-se subjugar o oponente. Todo tipo de arma e truque será permitido pelos dois, mas quem está do lado de fora não poderá ajudar.

//off: Cameron, não vou dizer o valor do Carisma, mas é alto, bem alto!
//off: Leonardus, role iniciativa e descreva como vai atacar em três rodadas.
#15 Leonardus Borgo Enviado : 29/12/16 10:05
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 1d10=6
Entro na arena improvisada, com a confiança de já ter vencido. Quando ouço Ka'tya falando de truques, encaro Na'tasha com menos convicção e mais preocupação.

Que diabos esses cabelos brancos podem fazer?! Não é possível que eu não consiga ver seus truques antes de mostrar os meus...

[off: Iniciativa]
#16 Leonardus Borgo Enviado : 29/12/16 10:20
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 5d20=17,15,8,4,4
- Do que é capaz, ver vamos.

Fico parado, com as mãos nas espadas, esperando que faça o primeiro movimento

[off: Força Interior, Ambidestria (6) considerar Golpe Letal (3) na 2ª rodada por ter ficado parado.]
#17 Cameron Enviado : 29/12/16 11:29
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Entre os dias um e outro.
Entre o meio tempo procuro saber entre aos lideres quais deles possua armas ou objetos magicos.
Procuro recuperar kama.
#18 Cameron Enviado : 29/12/16 12:50
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Lançamento 1d20=13
Ka'tya é sacerdotisa ou qual profissão dela?
Detecção de Magia 2 com dois pontos de karma a poder verificar se aos lideres são ou não bem equipados.
Alem disso saber se eles estão sob algum efeito de magia.
Procuro trocar informações com ela.
Busco saber um pouco mais sob a sua história.
[1d20]
Irei estar atento as respostas.
E me certificar se é ou não um ser de outro plano ou talvez algo qual quer.
Uso de habilidades.
#19 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 09:18
Leonardus, faça um teste de resistência física contra força de ataque 4.


//off: Cameron, respondo no próximo post.
#20 Leonardus Borgo Enviado : 30/12/16 09:35
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 1d20=5
[1d20][off: Resistência Física (8)]
#21 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 10:13
#22 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 10:19
#23 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 10:48
Cameron
Citação:
O único objeto mágico que você notou na tribo dos raposas-brancas foi a tiara de Ka'tya. Pelo que você observou, ela deve ser uma barda. As pessoas com cabelos brancos parecem ter uma aura de magia um pouco mais forte do que as outras, em geral, mas não há magia em efeito sobre elas. Quando você pergunta a história deles, Ka'tya diz:
- Sua curiosidade é linda, mas só revelaremos nossa história depois da luta. Quando oficialmente as duas tribos estarão juntas.


1a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Leonardus, força interior 4, rolamento 17, vermelho, difícil: +3 na força.
Na'tasha, pó cegante.
Leonardus, resistência física 8 x força de ataque 4, rolamento 5, falha: cego por 4 rodadas (penalidade de -7 +3 de luta às cegas = penalidade de -4), depois terá visão parcial por mais 4 rodadas (com -4+3 de luta às cegas = -1).

A expectativa da platéia se torna em silêncio, quando Fryda e Ka'tya autorizam o início da luta. Enquanto Leonardus se concentra, evocando sua força interior, Na'tasha joga um pó no rosto dele. O guerreiro sente seus olhos arder, e não consegue abri-los.


2a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Na'tasha, ambidestria 6.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 7, amarelo, 25% - 25% da ambidestria = erro.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 8, laranja, 50% - 25% da ambidestria = 25% de dano.
Leonardus, golpe letal 3 e ambidestria 6.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 15, vermelho, 75% - 25% da ambidestria = 50% de dano.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 8, amarelo, 25% - 25% da ambidestria = erro.

Leonardus fica parado, esperando a oponente atacar.
A chefe dos raposas-brancas parte para cima do oponente com uma cimitarras em cada mão, mas o chefe dos mata-gigantes esquiva do golpe e contra-ataca com um golpe letal com suas duas espadas. O que a assassina não sabia, é que o guerreiro possuía treinamento em combate às cegas. Ele quase a acerta com um dos golpes letais, e ela tem que desviar, se cansando um pouco.



3a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Leonardus, ambidestria 6.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 4, branco, erro.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 4, branco, erro.
Na'tasha, ambidestria 6.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 6, branco, erro.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 5, branco, erro.

Os olhos ardiam, e Leonardus não consegue se concentrar direito nos ataques, golpeando o ar com as duas espadas. Mas Na'tasha não consegue se aproximar dele dessa vez.


Na'tasha, EF 17, EH 42 - 17 = 25, defesa L5.
#24 Leonardus Borgo Enviado : 30/12/16 11:00
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 6d20=8,5,19,7,7,10
- Merda!

Mas quando vejo que eu a acerto e ela não, começo a rir.

- Esse grande truque ser?!

[off: 3 rodadas, Ambidestria (6)]
#25 Cameron Enviado : 30/12/16 11:41
Jogador: Nironde
EF: 14
EH: 54
Karma: 43
Com voz firme digo:

Concentre-se em seu oponente Leonardus não a substime.

Torço para que tenha sucesso.
Boa sorte...

#26 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 15:54
#27 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 15:54
2 críticos
#28 samuel.azevedo Enviado : 30/12/16 17:04
4a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Leonardus, ambidestria 6.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 8, amarelo, 25% - 25% = 0 de dano, erro.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 5, branco, erro.
Na'tasha, ambidestria 6.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 12, vermelho, 75% -25% = 50% de dano.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 15, vermelho, 75% -25% = 50% de dano.

O pó ardia nos olhos de Leonardus, que dessa vez se engana com os sons e se vira para o lado errado. Na'tasha se aproveita e quase o acerta com suas duas espadas, mas ele percebe o movimento suave dos pés dela e desvia.


5a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Leonardus, ambidestria 6.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 19, azul, 100% - 25% = 75% de dano.
Leonardus, ataque com espada, coluna 3 (L12-L5-4 penalidades), rolamento 7, branco, erro.
Na'tasha, ambidestria 6.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 20, cinza, crítico, rolamento 16, azul: 100%. Corte no músculo do braço inutiliza o mesmo por uma semana.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 12 (M11-M5+6 ataque oportuno), rolamento 3, branco, erro.

Leonardus encontra a posição de Na'tasha, então tenta acertá-la com um golpe horizontal em cada espada, uma acerta o ar, e outra quase acerta o peito da oponente, que recua a tempo. Na'tasha parecia um pouco cansada com a luta, porém ela reage com um corte diagonal no braço esquerdo do guerreiro. Com o impacto, ele não consegue segurar a arma, que cai ao chão.


6a rodada
Citação:
iniciativas: Leonardus 6, Na'tasha 2
Leonardus, ataque com espada, coluna 6 (L12-L5-1 penalidades), rolamento 7, amarelo, 25% de dano.
Na'tasha, ambidestria 6.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 6 (M11-M5), rolamento 1, verde, falha crítica, rolamento 8, amarelo: Sua arma escapa da sua mão, caindo a 3 metros de distância.
Na'tasha, ataque com cimitarra, coluna 6 (M11-M5), rolamento 9, amarelo, 25% de dano.

Com dificuldades, Leonardus consegue abrir os olhos, suas pálpebras estão vermelhas e ardendo, mas ele já consegue ver com menos dificuldade. O guerreiro investe com a única espada e quase acerta a ágil oponente, sua espada ainda corta a ponta dos branquíssimos fios de cabelo dela, que gira e ataca com os dois sabres. Porém, uma das armas de Na'tasha cai de sua mão e Leonardus desvia da outra. Agora, cada um segura apenas uma arma e os oponentes se estudam antes do próximo golpe.



Na'tasha, EF 17, EH 0, defesa L5.
#29 Leonardus Borgo Enviado : 30/12/16 17:29
Jogador: LeoPersan
EF: 48
EH: 58
Karma: 0
Lançamento 3d20=13,10,15
Ofegante, mas feliz.

- Não inteligente ser, o braço do seu chefe cortar. Eu, truques, não precisar pra você mostrar.

Embainho a espada novamente, espero que faça seu próximo movimento

[off: Ataques. Se ela tentar pegar o seu outro sabre Ataque Oportuno (6), se vier pra cima de mim Golpe Letal (3), nas outras duas rodadas ataque normal, se por um acaso ela conseguir zerar minha EH eu viro gigante, se ela me cegar de novo, uso as botas para voar fora do seu alcance e espero o efeito passar.]
#30 samuel.azevedo Enviado : 31/12/16 14:31
Usuários visualizando este tópico
Guest (10)
3 Páginas 123>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.