🎵 Zombaria (nova magia) - Bardos (revisão) - Tagmar
Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

2 Páginas <12
Responder...
🎵 Zombaria (nova magia) Opções
#31 Marcelo_Rodrigues Enviado : 05/04/21 16:17
Beleza,

coloquei o seguinte texto: Para que a ofensa tenha efeito é necessário que o oponente compreenda o que está sendo dito, logo se o evocador não falar uma língua que o oponente compreenda, a magia não terá feito

Confiram Feliz
#32 Marcelo_Rodrigues Enviado : 06/04/21 13:40
Fechamos?
#33 Edilton Oliveira Enviado : 06/04/21 15:15
Marcelo_Rodrigues escreveu:
Fechamos?

Grande Marcelo,

Refleti um pouco no que você falou (zombar com gesto e trejeitos), e pensei acrescentar o seguinte:
“Para que a ofensa tenha efeito é necessário que o oponente compreenda o que está sendo dito ou interprete como ofensa o gesto do evocador, logo, se o místico não falar uma língua que o inimigo compreenda ou não entenda o gesto como pejorativo, a magia não funciona”. Por exemplo:
- O bardo humano está enfrentando um guerreiro napói. O bardo não fala a língua dos napois e o guerreiro não entende o idioma do humano. O bardo evoca Zombaria e faz gestos para provoca-lo, entretanto, o gesto não tem efeito insultuoso para o napoi. A magia não funciona. Mas o ladino do grupo avisa ao bardo que os napois se sentem ofendidos quando os xingam de bico pequeno. Fazendo gestos com as mãos, simulando um bico pequeno, o bardo evoca novamente a magia Zombaria, e dessa vez tem efeito.

#34 T.REX Enviado : 06/04/21 18:29
Srs,

Eh? No meu ponto de vista, um indivíduo levar uma ofensa pode ser tranquilo para aquele que lança a magia (pois é o caso das escritas apresentadas aqui), como pode ser perigoso. Teria que depender do gênio do indivíduo atacado. Na vida real, se um cara me ofende, vai me deixar mais zangado. Posso me descontrolar, mas não a ponto de deixar cair algo das mãos.

Se a ideia da magia é cometer uma falha no oponente, não concordo com o nome. Do contrário, deveria existir outros meios de aplicar uma falha no adversário. sem ser ofendido. Das duas uma.

No aguardo.
#35 Flores Enviado : 06/04/21 19:10
T.REX escreveu:
Srs,

Eh? No meu ponto de vista, um indivíduo levar uma ofensa pode ser tranquilo para aquele que lança a magia (pois é o caso das escritas apresentadas aqui), como pode ser perigoso. Teria que depender do gênio do indivíduo atacado. Na vida real, se um cara me ofende, vai me deixar mais zangado. Posso me descontrolar, mas não a ponto de deixar cair algo das mãos.

Sinceramente, este é o efeito da magia, é tipo magia de Psique. Não que eu esteja defendendo..
Todavia vejo assim, se HUMANOS podem soltar bolas de fogo, armas podem cair das mãos.

T.REX escreveu:
Se a ideia da magia é cometer uma falha no oponente, não concordo com o nome. Do contrário, deveria existir outros meios de aplicar uma falha no adversário. sem ser ofendido. Das duas uma.

Vou ser sincero contigo, caso algum dia eu volte a narrar aventuras de Tagmar, será like Tagmar 1, sem toda esses detalhes e pormenores. As vezes vejo todos os detalhes atualmente existente no T3 e penso que deixou de ser um RPG e está quase um minimundo de um jogo virtual com todos os detalhes de regras, ações de guerreiros e tals. Sempre fui do RPG mais action e o que é criado no projeto é mais assemelhado ao Social. Pra mim, é um ponto totalmente estranho. Entendeu?
Agora, em relação as minudências, no fim pouco importa, pois o MJ e jogador farão exatamente o que está escrito no texto da magia, e quanto mais detalhes, menos ações no final do dia de jogatina por ficaram presos em excesso de trâmites.

Rola o dado!

#36 Nironde Enviado : 08/04/21 09:10

E se o alvo for mudo?

Gestos podem ser interpretados, linguagem corporal ser compreendido com facilidade.

Não vejo impedimento.

#37 Flores Enviado : 08/04/21 19:13
Nironde escreveu:

E se o alvo for mudo?

Gestos podem ser interpretados, linguagem corporal ser compreendido com facilidade.

Não vejo impedimento.



A magia então deve estar em alcance visual?
#38 Marcelo_Rodrigues Enviado : 09/04/21 13:53
Acho que ele quis dizer "surdo"....

De qualquer forma na magia já está explicito: "Para que a ofensa tenha efeito é necessário que o oponente compreenda o que está sendo dito"

Quanto a estar no "alcance visual", isto também não se aplica, já que é uma magia válida apenas para combate corpo-a-corpo.

#39 Flores Enviado : 09/04/21 18:27
Então, realmente fiquei em dúvida após a colocação dele.

A minha opinião é que por ser magia pode ignorar determinadas particularidades, devendo ser funcional.
#40 Nironde Enviado : 10/04/21 09:02
Marcelo
Citação:
Acho que ele quis dizer "surdo"....

De qualquer forma na magia já está explicito: "Para que a ofensa tenha efeito é necessário que o oponente compreenda o que está sendo dito"


Sobre linguagem corporal

Em outras palavras, a linguagem corporal é a transmissão de mensagens ao interlocutor por meio da expressão do corpo. Elas podem ser faciais, posturais, visuais ou gestuais. Alguns exemplos de sinais transmitidos pela linguagem corporal são:

duração de um olhar;
movimentos de mão;
braços cruzados ou descruzados;
expressão facial;
pernas e pés inquietos etc.

Por serem mais subjetivos do que a linguagem verbal, esses sinais são bem mais difíceis de serem interpretados. Especialmente aqueles mais sutis e inconscientes.

Isso porque a linguagem corporal, na maioria das vezes, é controlada por estímulos inconscientes — tanto para quem emite a mensagem quanto para quem a interpreta.

Apesar de alguns gestos serem conscientemente exteriorizados, outros são mais sutis e até mesmo ocultos.

Portanto, a percepção das mensagens transmitidas pela linguagem corporal nem sempre são conscientes. Em outras palavras, o receptor pode captar informações transmitidas pelos gestos de seu interlocutor sem perceber.
Marcelo
Citação:
Quanto a estar no "alcance visual", isto também não se aplica, já que é uma magia válida apenas para combate corpo-a-corpo.

Não quer dizer que precise ser só quando inicia um combate.
Mas pode ser antes de começar um.
Ambos estejam próximos e a ligação entre eles.
Qual é o problema nisso?
#41 Marcelo_Rodrigues Enviado : 10/04/21 10:16
Pessoal,

por mim esta ok. Mais alguma outra sugestão?
#42 Nironde Enviado : 10/04/21 11:59

Então basta encher os ouvidos de cera de abelha 🐝 que não haverá efeito algum.

#43 Flores Enviado : 10/04/21 14:40
Nironde escreveu:

Sobre linguagem corporal

Em outras palavras, a linguagem corporal é a transmissão de mensagens ao interlocutor por meio da expressão do corpo. Elas podem ser faciais, posturais, visuais ou gestuais. Alguns exemplos de sinais transmitidos pela linguagem corporal são:

duração de um olhar;
movimentos de mão;
braços cruzados ou descruzados;
expressão facial;
pernas e pés inquietos etc.

Isso é cultural. Variando o significado de local para local e também os gestos e seus significados.
Movimentação de braços são involuntários para pessoas destreinadas, entendo que seja comum.

Alguns destes aspectos são mais tiques de pessoas que acabam imitando outras por hábito sem sequer perceber, claro que há a línguagem consciente e incosciente. Conforme você menciona abaixo.

Nironde escreveu:
Por serem mais subjetivos do que a linguagem verbal, esses sinais são bem mais difíceis de serem interpretados. Especialmente aqueles mais sutis e inconscientes.

Isso porque a linguagem corporal, na maioria das vezes, é controlada por estímulos inconscientes — tanto para quem emite a mensagem quanto para quem a interpreta.


"Apesar de alguns gestos serem conscientemente exteriorizados, outros são mais sutis e até mesmo ocultos." <<< Frase interessante para estar em algum material do Tagmar.

Nironde escreveu:

Portanto, a percepção das mensagens transmitidas pela linguagem corporal nem sempre são conscientes. Em outras palavras, o receptor pode captar informações transmitidas pelos gestos de seu interlocutor sem perceber.

Sim. E esse parece um ponto interessante para estar contido na redação do verbete.

Nironde escreveu:

Marcelo
Citação:
Quanto a estar no "alcance visual", isto também não se aplica, já que é uma magia válida apenas para combate corpo-a-corpo.

Não quer dizer que precise ser só quando inicia um combate.
Mas pode ser antes de começar um.
Ambos estejam próximos e a ligação entre eles.
Qual é o problema nisso?


Talvez para resolver tal questão e deixar mais redondo, no texto possa haver uma explicação relatando que o encantamento é através de movimentação de ondas ou de aura/energia.
#44 Marcelo_Rodrigues Enviado : 10/04/21 16:32
Flores,

Acho que não precisa. Como ja tem um trecho dizendo que o oponente tem de compreender o insulto e como este tem de ser proferido verbalmente pelo jogador, fica a cargo do mestre decidir. Vou por no texto sobre a decisão do mestre.
#45 Marcelo_Rodrigues Enviado : 10/04/21 16:48
Pessoal, fiz 2 ajustes.

1) Voltei com a possibilidade de insultar fazendo gestos.

2) Deixei claro que a zombaria tem de ser compreendida pelo alvo da magia e que a decisão se ele compreendeu e se foi insultado é de exclusiva decisão do Mestre.
#46 T.REX Enviado : 10/04/21 19:02
Lordes Edilton e Marcelo,
Como vão?


Think Algumas observações minhas:

1º) Contanto que o Mestre apresente as características físicas bem detalhadas para os jogadores, antes do aventureiro mostrar suas interpretações aos insultos, por mim tudo bem. Mas isso não interfere em nada.

2º) No sucesso da RM o evocador descontrola o oponente para receber um dos cinco efeitos. Até aí tudo bem. Entretanto, sugiro que, no caso do opositor resistir à magia, sua fúria aumenta, ganhando colunas que favoreçam seu contragolpe. Volto a defender esta ideia porque, zombar, debochar de alguém, pode tanto minar o entusiasmo de alguém como pode irritá-lo ainda mais.

3º) Efeitos 7 e 9: deixar cair longe todas as armas. Sugiro deixar claro uma metragem aproximada (ou rodadas). A palavra longe acho pesado. Se o combate terminar, as armas do oponente podem interessar aos vencedores. Estando próximas, ficaria fácil a busca por elas. Mas de acordo com o texto, parece-me que o armamento foi lançado a quilômetro de distância e jamais serão encontradas (aliás, tá aí um ponto que precisava ser minuciosamente estudado no projeto).

Fora esses três pontos, abaixo encontrei as seguintes frases na redação.

Citação:
"(...) Para que funcione esta magia exige um componente interpretação no qual ele deve ofender o oponente verbalmente (ou com gestos ou trejeitos)."
Gestos e trejeitos possuem o mesmo significado. Um é sinônimo do outro.

Citação:
"(...) quanto a sua aparência, a forma que combate, suas vestimentas, gesto obceco, etc."
Gesto obseco? Seria obsceno?

Por favor, não me interpretem mal. Aprecio o trabalho dos colegas. Criar uma magia não é para todos. Eu não tenho essa capacidade. Magia não é o meu forte. E sim devorar aventureiros Muito Feliz. Meus parabéns!

Sds. paleozóicas,
Tiranossauro Rex
Usuários visualizando este tópico
Guest
2 Páginas <12
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.