Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Responder...
Aprendizado de magias fora da especialização escolhida Opções
#1 Drubak Enviado : 17/07/12 16:12
Esta discussão foi criada para discutir o seguinte verbete da TagmarPedia:

Aprendizado de magias fora da especialização escolhida

Acessem o verbete pelo link acima. Critiquem, dêem sugestões.

OBS: Façam apenas sugestões e críticas que conduzam a uma melhoria do texto.


Nunca achei realmente viável que os conjuradores (sobretudo os magos) estivessem fechados a novos aprendizados de magia, este paradoxo ocorre sobretudo quando observamos o colégio do conhecimento por exemplo, como são voltados a obtenção do mesmo porque não poderiam aprender feitiços de outros campos de estudo?

#2 Marcelo Villanova Enviado : 17/07/12 16:29
Não existe nenhum obstáculo no plano teorico, somente no balanceamento das profissões, isto é, se voce permite que um mago de um colegio aprenda a magia de outro: porque um guerreiro da infantaria, por exemplo, não pode aprender tecnica de combate da cavalaria? Ou dos arqueiros? Ou dos gladiadores?
Teria que arrumar uma maneira de favorecer profissões não-misticas (guerreiros e ladinos) para que não fiquem em desvantagem. Isso sem falar das demais profissões misticas (sacerdotes, bardos e rastreadores). O unico problema é esse: equilibrar para não favorecer mais uma profissão em detrimento das outras.
#3 Drubak Enviado : 17/07/12 16:32
A fórmula é a mesma Villanova, só não coloquei isto para discussão, vou fazer isto agora Feliz
#4 Marcelo Villanova Enviado : 17/07/12 16:47
Um sacerdote aprender magia de outro deus que não o seu.
Um rastreador de outra trilha.
Um bardo de outra confraria.
Se vale pra um, tem que valer pros outros, se não fica desequilibrado.
#5 Drubak Enviado : 17/07/12 16:59
Eu pensei na situação mais interpretativa neste caso, afinal os sacerdotes não aprendem de mestres, mas sim recebem as dádivas vindas dos deuses, caso tú encontre uma alternativa para driblar este entrave, seria ótimo, daí conseguiriamos o equilíbrio pleno.
#6 Hugar Enviado : 17/07/12 17:00
Inconsistente em regras - desequilibra, desvirtua - e interpretação - de que vale o mago poder aprender as magias de outro colégio (que envolve obter mana de outro lugar) se eu não posso evocar milagres de outros deuses?
#7 Marcelo Villanova Enviado : 17/07/12 17:01
Se não pode com um, não pode com ninguem, caso contrário fica desequilibrado.
No seu sistema o sacerdote fica em desvantagem então?!
#8 Drubak Enviado : 17/07/12 17:20
Citação:
Inconsistente em regras - desequilibra, desvirtua - e interpretação - de que vale o mago poder aprender as magias de outro colégio (que envolve obter mana de outro lugar) se eu não posso evocar milagres de outros deuses?


Por qual razão um mago não pode aprender a canalizar mana vinda de outros lugares? A dificuldade para tal reside no preço em pontos que ele tem que pagar, e na dificuldade para encontrar fontes de conhecimento para cada nível que ele deseje comprar.


A situação dos sacerdotes no meu ponto de vista é um pouco diferente, no meu ponto de vista, as magias deles vem dos deuses aos quais seguem, pense da seguinte maneira... por que Selimon (paz, amor) concederia a um sacerdote a magia ódio de Crezir (matança). Ou por exemplo, como um sacerdote conseguiria clamar por outro deus para obter suas dádivas se sua fé reside em outra divindade?

Gente, como eu disse antes, os sacerdotes não participam ainda desta minha sugestão porque não consegui obter nenhuma explicação lógica do ponto de vista interpretativo que permitisse isto, entretanto, sintam-se a vontade para inclui-los nisto, caso consigam, postem a maneira de faze-lo.
#9 Marcelo Villanova Enviado : 17/07/12 17:29
Mas o que esta em questão é o equilibrio do sistema
Vou dar um exemplo:
Vc é o mestre e tem na mesa um jogador com um mago e dá a ele no nivel 6 essa vantagem. O cara vai der um super mago em niveis maiores.
E eu que jogo com sacerdote... Nada.
Seu jogo ficou desequilibrado. Seu sistema tem que favorecer todos e não deixar nenhum de fora.
#10 Drubak Enviado : 17/07/12 17:39
Considerando que o mago em questão vai ter a sua disposição magos de outras escolas dispostos a dar a ele de mão beijada o conhecimento praticamente fechado de suas escolas, sim, será um super mago, isto julgando que ele tenha pontos suficientes para aprender efeitos poderosos de outras escolas pelo dobro do valor.


Como disse, estas magias de outras escolas precisam ser aprendidas, nível por nível. Muitas das quais o mago deseja, ele não obterá, ou se conseguir, será depois de muito trabalho em jogo, não como alguém que tem acesso a tudo e simplesmente paga os pontos.

Quanto a situação dos sacerdotes, eu concordo que eles ficam para tras neste sentido, eu estou apenas buscando uma forma de incorporar a aquisição de magias sacerdotais neste esquema sem que o sentido interpretativo seja perdido. Caso alguns dos comentaristas encontre alguma saída para isto, por favor, participe Feliz
#11 Marcelo Villanova Enviado : 17/07/12 17:53
Por isso, que estou apresentando esse defeito: vc precisa abarcar todas as profissões e equilibrar o jogo.
#12 Hector Folha-Palida Enviado : 17/07/12 17:54
Drubak,

Acho que com o implemento das magias perdidas e ancestrais, essa sugestão fica meio deslocada.

O novo livro traz novas magias para cada especialização mistica, além de poderes absurdos que são as magias ancestrais. Imagine um mago que queira ter acesso a uma magia ancestral de outra especialização (imagine que no grupo tem 2 magos, 1 necromante e outro alquimista), será quase impossivel o MJ criar um desafio que esses 2 sozinhos não atropolem, deixando o resto do grupo chupando dedo.

O Maior problema é que isso acaba com a idéia de se "especializar", pois se vc tem uma magia de necromante, uma de elementalista e uma de alquimista, qual seria sua a "Especialização" deste PJ?

E lembre-se, o que vale pros PJs deve ocorrer com os PMJs...

Abraços
#13 Drubak Enviado : 17/07/12 17:55
Um surto criativo, é tudo de que preciso Feliz
#14 Samyaza Enviado : 17/07/12 20:27
Sou contra pelos mesmos motivos explicados nas técnicas de combate. Até agora temos técnicas de combate diferenciadas para cada academia e magias diferenciadas para escola. Se optarmos desta forma, mesmo que seja apenas mais caro, joga-se fora o trabalho de terem feitos listas e etc...

Temos que ser sinceros e nenhum jogador escolhe uma academia ou colégio de magia simplesmente pelo histórico de cada um, ele tbm se interessa pelos poderes que ele adquire ao entrar naquela academia/ordem/colégio/trilha/confraria, se deixarmos que qualquer um tenha acesso, além de incoerente no caso de alguns colegios (como o necromântico) joga-se fora todo o trabalho feito.

Acredito que simplesmente dobrar o preço da magia é uma atitude muito pequena para garantir que a distribuição (não necessariamente o equilibrio) até agora alcançados se mantenha.
#15 Drubak Enviado : 17/07/12 23:01
Fico muito feliz com a participação de todos, desde o início imaginei que esta discussão fosse gerar repercussão, mas não em um tempo tão curto!

Vamo lá, adoro argumentar, já devem ter percebido.

Bem, meu objetivo inicialmente foi remover uma limitação que não fazia sentido em termos de interpretação. Para compensar, propus o aumento no custo para compra de magias fora da especialização. Evidentemente, o custo pode ser superado por conjuradores com atributos elevados, concordo plenamente, mas... creio que nem todos tenham reparado que além dos pontos, é necessário alguem disposto a ensinar, alguem que pode ser perseguido por fazer vazar conhecimentos específicos, que pode inclusive ser expulso e em pior hipótese morto por tal prática.

Estou ciente que alteração de tal tamanho gera em alguns um sentimento xenofóbico, muitas vezes estrapola o paradigma. Mas venho ressaltar que embora discorde plenamente de alguns, parcialmente de outros, e concorde com as implicações de poucos, aceito a opinião de todos. Este tipo de discussão enriquece o Tagmarpédia, que por consequencia fortalece o próprio TAGMAR II.

Novamente se lembrem que, além de extra oficial, é uma regra opcional, usa quem quer Feliz
#16 Samyaza Enviado : 18/07/12 11:43
Explicado minha opinião no post sobre técnicas de combate.
#17 isclopes Enviado : 01/02/17 22:43
Considerando que o fator principal seja a interpretação do jogador, poderia continuar se mantendo equilíbrio nas profissões (no caso do sacerdote) desde que a súplica feita ao seu deus tenha comovido algum outro. Embora raro, algumas criaturas já foram agraciadas por mais de um dos deuses de Tagmar. Vale lembrar que diferentemente dos encantos de magos, rastreadores e bardos (que são de uso livre do jogador), os milagres de sacerdotes passam sempre antes pelo crivo de seu deus, que decide ou não se concederá. A propósito, isto levaria a uma maior interpretação das tentações aos sacerdotes. Isso manteria o equilíbrio entre as profissões.
Não se trata de querer mudar a regra, mas serve como fundamento opcional de igualdade das profissões místicas



#18 Hector Folha-Palida Enviado : 08/02/17 17:29
Sim, entendo o seu ponto. Mas isso destruiria a razão de ser das escolas, uma vez que elas competem entre si. Se não houver uma especialização efetiva, as escolas se tornam irrelevantes, razão dos magos do conhecimento se torna irrelevante (resgatar e proteger conhecimento), uma vez que qualquer mago tem acesso a todas as magias. Lembrando que existem magias que foram separadas em escolas, pois juntas criam combinações muito fortes, o que só se torna aceitavel com 2 PJs conjurando.
#19 samuel.azevedo Enviado : 08/02/17 17:34
Em meu grupo eu estou permitindo, com limites, usando a caracterização Habilidade Especial do livro de regras opcionais. O mesmo vale para guerreiros saberem uma técnica de outra academia.
Usuários visualizando este tópico
Guest
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.