Falcão Negro
Histórico Voltar para Lista
.

Essa criatura é o terror de qualquer monstro proveniente do mundo inferior ou mesmo criaturas que desobedecem as leis de Cruine. De coloração totalmente negra, com olhos profundos de cores ouro derretidos, esse é um dos únicos seres capazes de colocar medo em uma das mais terríveis criaturas demoníacas: as Quimeras.

A lenda que remonta a criação desse belíssimo pássaro é muito antiga e apenas sábios elfos e antigos sacerdotes de Cruine a conhecem. A lenda conta que havia um esplêndido templo de Cruine em Filanti e seus sacerdotes eram muito poderosos. Sempre que havia indícios de demonistas, havia um grupo desses sacerdotes para resolver o problema e sua fama era que nunca uma missão não fora resolvida. Diversas vezes o templo fora atacado por demonistas, porém nunca havia sido tomado, devido à força de seus sacerdotes. Porém, houve um ataque que colocou medo até nos mais corajosos sacerdotes.

Diversos demonistas haviam conseguido controlar duas poderosas Quimeras e as lançaram sobre o templo. O terror e a força das criaturas eram tamanhos, que nem aqueles sacerdotes foram capazes de derrotá-las. Lentamente, sacerdote atrás de sacerdote era devorado ou destruído pelo poder das terríveis Quimeras. Quando o templo já se encontrava praticamente todo destruído, o mais antigo sacerdote ainda estava vivo e lutava contra as criaturas infernais. Porém, ele sabia que logo entraria nos campos de seu mestre. Antes de suspirar uma última vez, ele fez uma pequena prece: “Mestre, use minha alma e destrua esses demônios...”

Cruine, em seu alto trono, tomou a prece daquele sacerdote para si. Quando o sacerdote faleceu, Cruine tomou a alma dele e formou uma de suas mais poderosas criaturas: Falcão Negro. Tomando um dos Falcões Celestiais de Maira e Palier, Cruine colocou a alma do sacerdote dentro do falcão gigante e fez profundas modificações. A coloração ficou negra, os olhos se tornaram amarelo profundo e sua força física aumentou gradativamente.

Na forma de falcão, o sacerdote voou por cima das terríveis Quimeras, que mesmo sendo extremamente fortes, perceberam que o fim delas estava próximo. Com apenas uma Rajada Divina proveniente de seu bico, o falcão destruiu instantaneamente uma das Quimeras. A outra fora dilacerada pelo poderoso bico e fortes garras. Os demonistas vendo suas Quimeras sendo destruídas fugiram mais que depressa da presença do falcão.

Não se sabe se existe apenas esse falcão, ou se Cruine satisfeito com a criação, fez outros, porém sabe-se que nos casos mais desesperadores, os sacerdotes de Cruine podem ouvir o bater de asas do Falcão Negro que vem auxiliá-los.

Tipo de Criatura

Criaturas Divinas

Organização e Habitat

Solitário / Plano Divino ou Montanhas

Habilidades / Técnicas de Combate

Misticismo(14), Religião(22), Usar os Sentidos(21)

Magias e Poderes Especiais

Recuperação Física 6, Benção 7, Quebra de Encantos 7, e Esconjuração 10 afetando o dobro descrito na magia. Proteção Mental 8 constante, Aura Divina 8 constante, Piroproteção 6 três vezes ao dia, Detecções 6 quatro vezes ao dia e a mesma capacidade de disparar uma Rajada Divina. Além desses poderes, o Falcão Negro é imune aos efeitos da Carselia da Quimera.

Peso/Altura/Largura/Comprimento/Envergadura

1400 Kg / 3 a 4,5 m / 2 a 2,5 m / 2 a 3 m / 8 a 10 m

Atributos

INT(2), AUR(2), CAR(1), FOR(4), FIS(6), AGI(3), PER(2)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralKarmaVB
Falcão Negro 1980494M4Bicada201814322518112521336310 (andando) 85 (voando)
Garras24211828221610
Rajada Divina24242440312213
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.