Falcão Celestial
Histórico Voltar para Lista
.

Estas belas criaturas são tão misteriosas e belas quanto as Nobres Águias Gigantes. Suas penas são todas brancas em seu corpo, e ao redor da cabeça e em algumas partes das asas são de uma coloração azul claro.

Diversas lendas falam sobre a origem dela, o que torna cada vez mais misterioso sua verdadeira origem. Uma das lendas fala que durante a guerra dos Bankdis, Maira vendo suas belas florestas sendo destruídas, recorreu a Palier por ajuda. Unindo suas forças, criaram um enorme falcão divino. Forte, inteligente e com muitos poderes, a criatura voou sobre os inimigos, destruindo todos aqueles que destruíam os ideais de seus criadores. Com a benção de Cruine, o falcão também se tornou imortal ao tempo.

Outra lenda fala sobre Helen, uma rastreadora elfa e o maior poder dessa criatura. Ela conta que em uma das aventuras de Helen, ela e seus companheiros foram emboscados por diversos demônios. Sem demonstrar medo, ao contrário de seus amigos, Helen lutou bravamente contra todos os demônios. Porém, a luta se tornou claramente mortal para a elfa, que tombou após matar mais da metade de seus inimigos. Antes de entrar em estado de inconsciência, a rastreadora que era uma leal devota de Maira, fez uma prece pedindo que seus amigos não morressem. Vendo sua bravura, Maira enviou um Falcão Celestial para auxiliar seus companheiros.

Antes de entrar definitivamente nos campos de Cruine, Helen olhou para os olhos profundos do Falcão que a observava após derrotar os demônios restantes. O Falcão ao olhar diretamente nos olhos da rastreadora, viu uma pessoa da mais pura e de nobres intenções, e não poderia permitir que ela morresse. Assim, lançou uma poderosa magia sobre a elfa, formando um Elo Ancestral entre ela e o Falcão.

Mais poderoso que qualquer Elo existente, essa magia permitiu que o Falcão curasse o corpo da elfa, usando as próprias energias, impedindo assim que ela morresse. A lenda conta que Helen se tornou imortal junto com o Falcão e voam até os dias de hoje juntos.

Não importando em qual origem, todas falam que a força e inteligência dessa criatura a torna uma força implacável em favor dos Deuses, não apenas Maira e Palier, mas todos aqueles com intenções nobres. O Falcão além de suas capacidades físicas descomunais possui diversos poderes mágicos (ver Poderes Especiais e Magias). Além destes, possuem sua maior habilidade: Elo Ancestral.

Com esta habilidade única, o Falcão pode criar um Elo igual aos rastreadores, porém muito mais poderoso. Ao se unir com o Falcão, a pessoa será agraciada com a imortalidade e aumento significativo de suas forças. A pessoa terá um aumento na EH igual a 35, na Resistência Física e Mágica de 3, aumento de +3 nas tabelas de ataque, +1 no dano e nas tabelas das habilidades. Além desses bônus significativos, a pessoa também ficará sobre o efeito da magia Proteção Mental 7. Qualquer magia que aumente as capacidades físicas ou mágicas do Falcão também vale para a pessoa unida e vice-versa (como Resistência, por exemplo). O Falcão e a pessoa poderão se comunicar livremente apenas pensando, e saberão exatamente o que cada um está sentindo não importando a distância entre eles. O Falcão também poderá curar a pessoa usando seus próprios pontos de EF e EH e a pessoa também.

Vale ressaltar que o Falcão não faz isso levianamente e o Mestre deve pensar muito se o jogador que será agraciado realmente merece esse bônus. Se unir com o Falcão é uma grande dádiva, e a pessoa deve agir como tal.

Caso o Falcão morra em combate, o choque para a pessoa é tanto que ficará quatro rodadas estático, sofrendo surpresa total caso atacado, e num ato de fúria, a pessoa inconscientemente tentará se vingar a todo custo à morte dele. A pessoa receberá o dobro do bônus normal pelo Elo, enquanto tenta se vingar. Caso não morra no ato, ficará durante um ano inteiro com uma penalidade igual ao do bônus recebido.

Caso o personagem seja um Jogador, e este perceba que morrerá tentando se vingar e não queira fazê-lo, o Mestre deve assumir o personagem, mesmo contra a vontade do jogador.

Esta criatura  pode se comunicar mentalmente em qualquer língua existente, ou através da fala.

Tipo de Criatura

Criaturas Divinas

Organização e Habitat

Solitário / Plano Divino ou Montanhas

Habilidades / Técnicas de Combate

Misticismo(16), Religião(22), Usar os Sentidos(25)

Magias e Poderes Especiais

Elo Ancestral – um uso. Controle Climático 6, Relâmpagos 10, Esconjuração 7, Quebra de Encantos 8. Empatia Animal 9 constante (apenas funcionando com falcões e águias), Proteção Mental 7 constante, Auxílio Natural 6 três vezes ao dia e a capacidade de disparar uma Rajada Divina pela boca a cada minuto(4 rodadas), que afeta apenas criaturas demoníacas e profanas.

Peso/Altura/Largura/Comprimento/Envergadura

1300 Kg / 3 a 4 m / 2 a 2,5 m / 2 a 3 m / 7 a 9 m

Atributos

INT(2), AUR(4), CAR(2), FOR(3), FIS(4), AGI(2), PER(3)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralKarmaVB
Falcão Celestial 1876432M3Bicada181612312417102222326210 (andando) 80 (voando)
Garras2118152721159
Rajada Divina23232339302112
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.