Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Trilha dos Detetives  

Detetives

"Você me chama de pouco ortodoxo? Eu segui as trilhas daqueles que vieram antes de mim, mas me desviei no meio do caminho, sim, pode me chamar de pouco ortodoxo, mas eu exploro algo tão desconhecido como as mais profundas florestas.”
(Detetive desconhecido)

Eles são os mais raros e exóticos entre os rastreadores e muitas vezes se consideram como desbravadores e como a vanguarda no estudo da natureza, estudando a natureza da cidade, ou como eles preferem chamar, a polis. Também acabam por se preocupar com a manutenção da ordem e do equilíbrio dentro destas.

Os detetives possuem obviamente uma ligação com a natureza, afinal antes de tudo eles eram rastreadores "comuns". Mas para eles a polis e o homem também fazem parte da natureza e do plano divino, as relações comerciais acabam por ser tão importantes como a relação entre as abelhas e as plantas. Por causa disto eles normalmente fixam residencia num ponto próximo a natureza mais selvagem nas grandes cidades, como um rio, um parque ou uma antiga árvore e se esforçam para proteger estes resquícios dentro das polis.

Além da questão filosófica, isto também apresenta um fim pratico, já que um detetive deve se conectar a cidade através de um ritual, no qual ele realiza uma oferenda de frutos da natureza e de algumas moedas de cobre no local de natureza selvagem e medita por 20 minutos para se conectar com a cidade. A partir do momento em que este ritual é feito, ele pode recuperar suas energias ao dormir próximo a este local.

A maior parte dos detetives ganha seu dinheiro trabalhando para nobres e para a guarda da cidade, investigando pequenos crimes e casos de família, sendo por isto conhecidos como confiáveis, já que revelar estas informações para outros destruiria sua fonte de renda principal, sendo de modo geral a melhor forma que estes conseguiram de entrar na sociedade.

Ao procurar um aprendiz, os mais antigos detetives procuram alguém de grande inteligencia e que esteja num conflito entre a vida urbana e selvagem, oferecendo uma forma de ver o mundo aonde o conflito entre estes dois mundos são minimizados e aonde o rastreador poderá procurar aproximar estes com seus trabalhos e também assegurar a ordem na polis.

Mote

“Eu sai de minha trilha e percebi o desconhecido.”

Motivação para aventuras

A principal motivação para um detetive é desvendar as relações que acontecem dentro da polis e seu funcionamento, ao mesmo tempo que procuram manter a ordem para que seu crescimento não acabe por destruir as outras formas de natureza ao seu redor. Por estes dois motivos eles acabam se envolvendo em varias situações de conflitos com criminosos e com a corrupção. Outro importante motivador é o dinheiro, o colocando a serviço dos nobres, da policia e dos comerciantes na investigação de coisas que vão de assassinato até o adultério.

Motivação para iniciar

Alguns poucos rastreadores se veem em meio a um conflito quase filosófico, numa situação que se veem entre duas escolhas, ou a vida na cidade ou a vida na natureza. E poucos entre estes resolvem criar um novo caminho, desbravando a natureza das cidades e encontrando os raros mestres desta trilhas nas grandes cidades.

Roupas e acessórios

Suas roupas são praticas e visam a mobilidade, normalmente com muitos bolsos e de cores discretas, mas sempre de bom acabamento. Possuem muitas vezes roupas mais sociais, para as festas e bailes, além de alguns poucos disfarces.

Raças

A maior parte são humanos e alguns poucos, mas raros meio-elfos, existem rumores sobre elfos, mas são considerados falsos.

Religião

Os deuses Cambu e Maira são adorados normalmente pelos detetives, Cambu representando as cidades e Maira a natureza, estando os dois em sincronia junto ao homem na polis.

Magia

Eles vem a magia como uma forma de se conectar e compreender a polis, além de ser um instrumento na manutenção da própria ordem.

Relação com outras Profissões

Veem os ladinos com desconfiança e como sinônimo de problemas, considerando muitas vezes eles como seus inimigos e como a causa dos principais problemas e veem os outros rastreadores como limitados e como cabeças fechadas. As outras profissões são vistas normalmente de forma neutra e normalmente ignoram sua existência por seu reduzido numero.

Recuperando as Energias

Para se conectar a natureza da cidade, o detetive deverá realizar um ritual de conexão com ela, oferecendo uma pequena oferenda de frutos da floresta e uma moeda de cobre ao lado de um resquício da natureza original do local, como uma antiga árvore ou um rio limpo. Durante um tempo médio de 20 minutos, dependendo do tamanho da cidade e da quantidade de natureza selvagem ainda presente nela, o detetive deverá meditar e alinhar suas energias com a cidade. Para efetuar a recarga de suas energias, ele deverá então dormir nas proximidades do local. Muitos detetives criam suas residencias próximos a estes pontos, de forma a os proteger e a manter sempre uma ligação com a natureza.

Lista de Magias


Magia - Custo
Retrato Falado
Magia - Leitura Labial
Magia - Visão de Cena
Caminhos
Detecção de Mentiras
Praga Urbana
Animal Espião
Localizar Pessoa

Verbetes que fazem referência

Ambientação Extraoficial

Verbetes relacionados

Guia de Construção de Cidades | Ilhas Independentes | Quarto Ciclo | Planalto Vermelho | Alquimia | Livro dos Vilões | Trilha dos Detetives | Mapa Celeste | Cenário Oriental | Trilha dos Detetives | Contos de Tim Bombaril | Diário de Um Viajante Planar | A Origem das Raças | Biblioteca Nacional de Saravossa | A Vila do Peixe Pérola | Origem do Malês | Trilha dos Detetives | Línguas de Tagmar | Imagem para Calendário | Botânica de Tagmar | Brasões e Bandeiras de Tagmar | Arqueiro | Bárbaro | Especialista | Paladino | Confraria dos Misticos | Confraria dos Trapaceiros | Confraria dos Raros | Confraria dos Bufões | Trilha dos Detetives | Trilha dos Predadores | Trilha dos Contempladores dos Astros | Trilha dos Detetives | Guilda dos Espiões | Guilda dos Acadêmicos | Guilda Mercantil | Guilda dos Caçadores de Recompensas | Colégio da Adivinhação | Colégio do Tempo | Colégio Cronomântico | Colégio de Luz e Trevas | Colégio Transformacional | Colégio do Sangue | Trilha dos Detetives | Colégio dos Iluminados | Academia de Infantaria Pesada | Academia dos Estrategistas | Academia dos Guerreiros Arcanos | Academia dos Lutadores | Guarda do Cetro Prateado | Ordem Militar de Ganis | Especialização Marinheiro | Academia dos Guardas | Ordem dos Curandeiros | Ordem dos Esotéricos | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Caminho do Antimago | Caminho do Arquimístico | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Os Herdeiros do Dragão | Os Tiarani | Meio Orco | A Magia e as Raças | Orientais | Novos Tipos de Criaturas | Caracterização de Criaturas | Raças Civilizadas | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Trilha dos Detetives | Textos de tarefas para serem aproveitados | Hinos-dos-reinos