Discutir Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Guilda dos Acadêmicos  

"O homem erudito é um descobridor de fatos que já existem - mas o homem sábio é um criador de valores que não existem e que ele faz existir." Alberto Pedra Singular, magnus doctore, sábio.

Os acadêmicos estão entre os mais estudiosos dos ladinos. Alguns são ágeis com as mãos para executar tarefas precisas e rápidas, como o cirurgião que trata rapidamente dos ferimentos durante a batalha. Outros são com as palavras, para manipular as pessoas. Outros se articulam com uma teia de informantes para subsidiar suas intrigas políticas.

A guilda é organizada em academias. Algumas são centralizadas no interior de bibliotecas ou nas suas proximidades. Nas maiores capitais a academia possui prédios grandes que comportam uma biblioteca, auditórios, dormitórios, refeitório, etc. Quando uma academia é composta apenas por um tutor, ela é chamada de escola; quando ela possui vários tutores especializados nas diferentes disciplinas (habilidades), ela é chamada de universidade.

As academias funcionam de forma descentralizada, ou seja, em cada escola ou universidade há um líder local com total autonomia. Entretanto, todas estão interligadas em uma rede que se mantém em contato através de correio terrestre (feito por pessoas à cavalo) e aérea (por pombos correio). Há também reuniões de quatro em quatro anos, a cada quadriênio realizadas em uma capital diferente, essas reuniões tem o objetivo de troca de conhecimento entre as academias, compartilhamento de descobertas e estudos mais recentes, e estabelecimento de redes de contato e colaboração entre os acadêmicos.Por causa dessa forte comunicação entre as diferentes academias, é ao concluir um grau de estudos em uma das academias, o acadêmico recebe um diploma e um título que é reconhecido em qualquer outra academia.

Para ser aceito na guilda de acadêmicos, é necessário cumprir três provas: trivium , quadrivium e o pentavium. O trivium é uma prova de gramática(escrita), retórica (persuasão) e raciocínio lógico (intelecto), e tem como objetivo medir a capacidade intelectual do candidato. Os que passam no trivium, podem fazer a segunda prova, ou quadrivium. Este consiste em um desafio em que tem que mostrar suas habilidades em observar, combater, ações furtivas e corrida, e avalia a aptidão física e habilidades físicas do candidato. A terceira prova, o pentavium, mede se o candidato tem uma formação inicial em pelo menos cinco dos conhecimentos considerados como básicos pela guilda: arte[música], comércio, navegação, herbalismo, lidar com animais, etiqueta, engenharia, medicina, misticismo, e religião. O quadrivium é optativo, sendo obrigatório apenas para aqueles que desejam se aventurar.

Ao fazer parte de uma academia, é possível conseguir acesso a mestres das mais diversas habilidades e conhecimentos. Na prática, o personagem consegue o mestre que precisa para estudar qualquer uma das habilidades comuns, e das habilidades exclusivas.

A hierarquia da guilda dos acadêmicos funciona da seguinte forma:
Ao entrar em uma academia, se recebe o título de acadêmico ou studiorum. Todos que fazem parte da guilda são acadêmicos.
Após aprofundar os estudos, o acadêmico torna-se um grande especialista em uma área, e por isso é chamado de peritus. Um peritus pode ser tutor de qualquer acadêmico iniciante.
Um peritus podem aprofundar ainda mais seus estudos, tornando-se magister. Um magister pode ser tutor de um ou mais alunos, até o grau de peritus.
Um magister de experiência e renome recebe o título de gran magister. Um gran magister pode ser tutor de um ou mais alunos, até o título de magister.
Um gran magister pode aprofundar seus estudos e receber o título de doctore. Este pode ser professor de um ou mais alunos, até o título de gran magister.
Um doctore experiente e de renome recebe o título de magnus doctore. Pode ensinar qualquer acadêmico, e são os maiores líderes dos acadêmicos. Os Magnus Doctores dividem o poder da guilda, exercendo uma espécie de liderança descentralizada sobre a mesma.

Ao atingir cada um dos títulos acima, o acadêmico recebe um diploma e um anel. Às vezes, o acadêmico usa todos os aneis para homenagear seus antigos mestres ou academias. O anel contém um símbolo ou selo da escola ou universidade que estudou, o material indica o grau do título:
  • Aço - acadêmico iniciante ou studiorum.
  • Bronze - peritus;
  • Prata - magister;
  • Electrum (liga de ouro e prata)- gran magister;
  • Ouro - doctore;
  • Ouro e Pedras encrustadas - magnus doctore.


Apenas os magnus doctore usam anel com pedras encrustadas, e cada pedra indica que áreas são dominadas por cada magnus doctore.
  • Hematita - alquimia e filosofia.
  • Obsidiana - astronomia e astrologia
  • Água-marinha - náutica, cartografia, e navegação.
  • Esmeralda - medicina, cirurgia, e apotecário.
  • Ágata - teratologia (conhecimento dos monstros e criaturas), lidar com animais, e herbalismo.
  • Safira - engenharia, invenção e identificação de objetos.
  • Jade - história, religião e fé, misticismo, agricultura e geografia.
  • Âmbar - trabalho em metal, trabalhos manuais, columbicultura, culinária e/ou carpintaria.
  • Granada - criptologia, venefício, e arte dos subterfúgios (conhecimento e habilidades referentes a subterfúgios).
  • Ametista - artes, disfarces, escrita, caligrafia, iluminuras, e línguas.
  • Rubi - leis e justiça, heráldica, comércio, e comunicação (estudo e prática sobre contatos, etiqueta, barganha, liderança, persuasão, sedução).
  • Diamante - atletismo (estudo e aplicação de natação, acrobacias, corrida, escalar superfícies, malabarismo, montar), artes da sobrevivência (estudo e aplicação de força de vontade, concentração, raciocínio rápido, caça, pesca, sobrevivência, observar, escutar, seguir trilhas, manusear armadilhas, manusear cordas), e combate (armas, técnicas, estratégia militar, heroísmo, etc).



Normalmente os reis contratam acadêmicos para servir em uma ou mais das funções a seguir: médico, conselheiro, engenheiro, professor da corte, bibliotecário, conselheiro em suas decisões como juiz (ou atuando como o próprio juiz), para enviar ou quebrar mensagens secretas, manter o correio de pombos com cidades ou reinos distantes, ou atuar como especialista em uma ou mais das habilidades exclusivas dos acadêmicos. A guilda atua recomendando seus alumni (ex-alunos) para que apenas acadêmicos reconhecidos sejam empregados pelos reis e nobres. Ter um acadêmico trabalhando para sua casa traz status para qualquer família nobre.
Além de suas demais atribuições, os acadêmicos tem que ter uma formação geral para poder educar os filhos dos nobres, e esta educação inclui o treinamento em combate, pois todo nobre deve ser proficiente no uso de armas teoricamente para defender seu povo, mas na prática para defender suas posses e sua posição.

Os acadêmicos não são meros tutores ou estudiosos, eles também possuem sua própria agenda de interesses pessoais, e muitas vezes manipulam as pessoas em um jogo de intrigas e interesses a favor de si ou de seu contratante. O poder dos acadêmicos também vem da rede de informações e informantes que eles podem construir.

A academia também concede, de tempos em tempos, homenagens a pessoas externas à guilda, por reconhecida contribuição ao bem comum dos acadêmicos. Estas homenagens são proporcionais ao nível de contribuição do homenageado, e são: peritus honoris causa, magister honoris causa, gran magister honoris causa, e doctore honoris causa. Há registros de que a guilda dos acadêmicos foi fundada durante o período da unificação, e sua criação foi fomentada pelo Grande Sábio. Consta nos registros da academia que ele próprio recebeu a maior homenagem já concedida pela academia, com o título de magnus doctore honoris causa.

Motivação para Aventuras

A guilda dos acadêmicos é uma organização cuja maior parte dos membros não são aventureiros, mas simples estudiosos, e há até mesmo alguns magos e bardos.

Mas dentro dela existe um grupo de exploradores e viajantes em busca de conhecimento, que usam todo o conhecimento aprendido para aumentar suas chances de sucessos, polímatas que tiveram que aprender a se defender para sobreviver nos locais inóspitos que visitam em busca de conhecimento ou levando a civilização aos lugares mais remotos.

Por exemplo um cartografo que viaja pelo mundo oferecendo seus serviços aos reis; ou um astrônomo que deve ir até o fim da civilização para mapear as estrelas do outro hemisfério; ou um naturalista que viaja pelo mundo catalogando as rochas e os animais(Darwin); ou um engenheiro que tem que se preocupar com a construção das loucuras vindas da mente de um rei, que deve perfeicionar o transporte dos materiais ou construir estradas e defesas em terras não civilizadas.

Estes estudiosos respeitados também são aqueles que buscam em locais distantes conhecimentos após o término de sua formação básica, utilizando estes conhecimentos para os ajudar - ao contrário daqueles que ficam enfurnados escrevendo.




As principais tendências ou linhas de atuação dos acadêmicos são:

Iluminados - sociedade secreta que nasceu da guilda, seus membros tem um pacto de ajuda mútua, buscam atingir seus objetivos através da manipulação política e do poder. Sempre tentam se posicionar em trabalhos e situações estratégicas para beneficiar essa sociedade. Se auto intitulam iluminados pois creem que possuem a iluminação do conhecimento e da verdade.

Intriguistas - são os acadêmicos que usam suas habilidades para tecer intrigas de modo a atingir seus objetivos.

Práticos - são os que se aprofundam no estudo das habilidades pela beleza do conhecimento em si. Gostam de se aventurar para aplicar na prática aquilo que aprenderam. Em combate gostam de ser úteis seja aplicando remédios ou pequenas cirurgias, ou lutando estrategicamente aproveitando os pontos fracos dos oponentes.

Teóricos - preferem se aprofundar na teoria a se "sujar" com a prática. Evitam confrontos, e em combate preferem usar estratégia e liderança do que as próprias mãos.

Sábio - são os mais experientes e conhecedores da maior quantidade e profundidade de assuntos.

Novas Habilidades

:

Cartografia - estudo e elaboração de mapas.
Columbicultura - criação, seleção e manejo de pombos-correio.
Concentração - capacidade de se manter concentrado nas situações mais adversas.
Contatos-habilidade - usada para obter informações através de contatos ou informantes; ou estabelecer uma relação de informações entre o acadêmico e uma pessoa, transformando-a em contato.
Criptologia - estudo da escrita e quebra de mensagens secretas criptografadas (mensagens protegidas por cifragem ou codificação) ou esteganografadas (mensagens ocultas em outras mensagens).
Estratégia Militar - estudo de vantagens estratégicas em batalhas.
Filosofia - o estudo do raciocínio lógico facilita liderança e persuasão, e dificulta ser persuadido.
Geografia - conhecimento do mapa do mundo, clima, relevo, fauna, flora e divisões políticas.
Heráldica - conhecimento das famílias nobres, seus símbolos, e patentes.
História - conhecimento de fatos históricos.
Iluminuras - permite criar ou copiar livros com iluminuras.
Leis e Justiça - conhecimento das leis de diversos países e técnicas de julgamento.
Teratologia - conhecimento sobre monstros, animais e outras criaturas.

Habilidades Avançadas

:

Alquimia-habilidade - estudo e criação de produtos alquímicos.
Astrologia - estudo avançado de misticismo e religião para analisar a influência dos astros na vida das pessoas e prever seu futuro.
Astronomia - estudo avançado do conhecimento dos astros e da navegação, objetiva previsão do tempo ou de eventos astrológicos.
Cirurgia - estudo avançado de medicina que permite realizar primeiros socorros e pequenas cirurgias rápidas durante a batalha.
Identificação-habilidade - permite identificar as propriedades mágicas de um objeto.
Invenção - estudo avançado de engenharia, permite criar dispositivos e máquinas de cerco.
Raciocínio Rápido - capacidade de analisar uma situação em detalhes em um curto intervalo de tempo e reagir instantaneamente. Ajuda a não ser surpreendido.


Habilidades Heróicas

:
Heroísmo

Força de Vontade


OBS: minha proposta aqui é que cada especialização de ladinos tenha acesso a um conjunto exclusivo de habilidades. Algumas das habilidades acima poderão ser aprendidas fora da guilda dos acadêmicos, e algumas poderão ser acessadas por uma ou outra guilda em sua lista de habilidades exclusivas.

Verbetes que fazem referência

Ambientação Extraoficial

Verbetes relacionados

Guia de Construção de Cidades | Ilhas Independentes | Quarto Ciclo | Planalto Vermelho | Alquimia | Livro dos Vilões | Guilda dos Acadêmicos | Mapa Celeste | Cenário Oriental | Contos de Tim Bombaril | Diário de Um Viajante Planar | A Origem das Raças | Biblioteca Nacional de Saravossa | A Vila do Peixe Pérola | Origem do Malês | Guilda dos Acadêmicos | Línguas de Tagmar | Imagem para Calendário | Botânica de Tagmar | Brasões e Bandeiras de Tagmar | Arqueiro | Bárbaro | Especialista | Paladino | Confraria dos Misticos | Confraria dos Trapaceiros | Confraria dos Raros | Confraria dos Bufões | Trilha dos Detetives | Trilha dos Predadores | Trilha dos Contempladores dos Astros | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Espiões | Guilda dos Acadêmicos | Guilda Mercantil | Guilda dos Caçadores de Recompensas | Colégio da Adivinhação | Colégio do Tempo | Colégio Cronomântico | Colégio de Luz e Trevas | Colégio Transformacional | Colégio do Sangue | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Academia de Infantaria Pesada | Academia dos Estrategistas | Academia dos Guerreiros Arcanos | Academia dos Lutadores | Guarda do Cetro Prateado | Ordem Militar de Ganis | Especialização Marinheiro | Guilda dos Acadêmicos | Ordem dos Curandeiros | Ordem dos Esotéricos | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Caminho do Antimago | Caminho do Arquimístico | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Guilda dos Acadêmicos | Os Herdeiros do Dragão | Os Tiarani | Meio Orco | A Magia e as Raças | Orientais | Novos Tipos de Criaturas | Caracterização de Criaturas | Raças Civilizadas | Guilda dos Acadêmicos | Textos de tarefas para serem aproveitados | Hinos-dos-reinos