Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Questão da Enquete : 2.2.7 Feitiços de sonhadores (Enquete fechada)
Escolha Votos Estatísticas
Aprovado 4 100 %
Reprovado (precisa de melhorias) 0 0 %

5 Páginas «<2345>
2.2.7 Feitiços de sonhadores Opções
#91 Omnix Enviado : 11/05/18 01:49
Samuel, fiz essa primeira tentativa de repropor a magia "Amigo Imaginário". Tentei simplificar ao máximo porém mantendo o cerne da sua proposta original, que (pelo que compreendi, me corrija se errei) era montar o amigo imaginário e torná-lo, aos poucos, mais forte.

Citação:
Amigo Imaginário
Evocação: Ritual (4 horas de sono, o rolamento da magia e o pagamento do custo de Karma são realizados ao despertar)
Alcance: 100 metros
Duração: Variável

Este feitiço permite ao Sonhador entrar no plano do Éter enquanto dorme e lá agir conscientemente. Neste bolsão de realidade, o Sonhador se dedica a criar e remodelar um Amigo Imaginário que o acompanhará ao plano material quando ele despertar. Este efeito é cancelado caso o Sonhador durma ou fique inconsciente; o Amigo Imaginário se afaste do Sonhador por mais de 100 metros; ou tenha sua EH reduzida à zero.

Amigos Imaginários iniciam sua existência no Éter com as seguintes características:
- Todos os Atributos: 0
- VB: a mesma que o Sonhador
- Idioma: o mesmo que o Sonhador
- Habilidades: nenhuma
- Poderes Especiais: Imaterial (só pode ser atingido por magias e armas mágicas) e Invisível (não pode ser visto). O Sonhador é imune à estes Poderes Especiais.

O Amigo Imaginário pode adquirir qualquer aparência criada pelo Sonhador, desde que não seja reconhecida como um tipo de criatura já existente. Além disso, pode ser remodelado conforme descrito nos níveis à seguir:

Amigo Imaginário 1 - O Amigo Imaginário possui 8 EH + Ajuste de Aura do Sonhador. Essa EH pode ser permanentemente reduzida em 2 para remover um Poder Especial.

Amigo Imaginário 3 - O Amigo Imaginário possui 16 EH + Ajuste de Aura do Sonhador. Além do efeito anterior, sua EH pode ser permanentemente reduzida em 2 para aumentar um Atributo em +1.

Amigo Imaginário 5 - O Amigo Imaginário possui 24 EH + Ajuste de Aura do Sonhador. Além do efeito anterior, sua EH pode ser permanentemente reduzida em 1 para ganhar uma Habilidade não-combativa ou aumentar seu nível em 1.

Amigo Imaginário 7 - O Amigo Imaginário possui 32 EH + Ajuste de Aura do Sonhador. Além do efeito anterior, sua EH pode ser permanentemente reduzida em 1 para ganhar um ataque corpo-a-corpo (tipo à escolha do Sonhador); aumentar seu nível em 1 ou seu dano máximo em 4.

Amigo Imaginário 9 - O Amigo Imaginário possui 40 EH + Ajuste de Aura do Sonhador. Além do efeito anterior, sua EH pode ser permanentemente reduzida em 2 para ativar um dos seguintes Poderes Especiais:
- Protetor (redireciona para si um ataque recebido pelo Sonhador);
- Cuidador (recupera 1 EF do Sonhador);
- Invasor (aponta a direção geral da entrada ou saída de qualquer local);
- Orientador (dá um conselho ao Sonhador usando o melhor de seu bom-senso);
- Corredor (carrega o Sonhador e seus pertences com VB 55 por uma rodada).

O Mestre e o jogador podem expandir esta lista conforme a necessidade de cada campanha.


É claro que tive que remover algumas informações, o que é sempre um processo difícil. Tentei zelar pelo corte do que poderia ser mais facilmente contornável pelo Mestre.
No meu entender, houve duas mudanças drásticas: limitar a apenas um amigo imaginário (achei mais interessante focar em apenas um, já que você inclusive inseriu a possibilidade de evolução conjunta e por se tratar de algo que você cuida, customiza); e colocar o Sonhador para reduzir a EH do amigo imaginário em prol de sua customização (acho que empoderar o jogador com essa tomada de decisão pode ser muito legal e dá uma maior capacidade de reuso do poder, mantendo a capacidade de gerar surpresas e diferentes desfechos).

Só reforçando, é um rabisco. Uma re-roupagem. Sinta-se à vontade para meter o malho, rasgar, rabiscar de vermelho, o que for.

Um grande abraço!

#92 Azurius Enviado : 11/05/18 07:38
Nessa sugestão do amigo omnix, eu não curti o fato de a eh ser tão baixa. Tá muito menor que a das criaturas evocaveis, por ser 1 só ele poderia sim tem um pool de técnicas, habilidades e (quem sabe magia).
Ter que dormir pra remodelar o amigo é meio que contraproducente.

Ser invisível é imune a armas normais é algo bem complicado.
#93 SonOfBalthor Enviado : 11/05/18 07:46
Apesar de tudo, o amigo imaginário possui conhecimentos que o místico não possui? Por exemplo , o místico é um grande carpinteiro, porém o amigo imaginário saberia coisas como operação de cerco ou medicina, não estou falando isso pelas habilidades, mas estou falando pelas técnicas de combate, creio que o amigo imaginário só deveria saber o que o evocador sabe
#94 Rywv Enviado : 11/05/18 08:49
Não sei se vai ser de ajuda mas eu tinha umas ideias quando estava elaborando uma magia de familiar pro arquifeiticeiro, só que no final optei de usar a magia garra de dragão no lugar.
Minhas ideias eram as seguintes.

1-O familiar teria estagio igual ao nivel que se tem na magia.
Motivo disso era permiti que esse familiar tivesse a possibilidade de continuar a ser útil mesmo dps do estagio 10.

2- Atributos seriam feitos a partir da distribuição com acréscimo de pontos igual a Aura do feiticeiro.
Fiz isso pelo fato dele não receber pontos de atributo com ganho de estagio.

3-Colunas de ataque igual total na magia + ajuste da arma, sendo ela natural ou não.
Como mtas magias que geram armas trabalham com essa formula optei por seguir o exemplo.

4- EH do familiar seria EH do feiticeiro + total na magia vezes aura do feiticeiro.
Fiz isso pelo fato de pensar no familiar como um protetor, sendo assim ele deveria ter uma maior capacidade de combate(EH maior).

5- EF do familiar seria total na magia vezes aura do feiticeiro.
Como disse antes pra mim ele seria uma especie de protetor, então permiti que sua EF cresça com o tempo me pareceu uma boa ideia.

6-Tamanho do familiar dependeria do nivel da magia.
No seu caso vc poderia trabalhar com 3 niveis.
Amigo Imaginário 1: um animal pequeno.
Amigo Imaginário 5: idem anterior, mas tbm pode criar uma mistura entre duas criaturas.
Amigo Imaginário 7:idem anterior, mas tbm pode criar um ser humanoide de até 2m de altura.

7-O feiticeiro faria um ritual aonde encantaria seu item focus o qual ele usaria para chamar seu familiar.
Achei uma trava interessante para não deixar o jogador chamar o bicho do vento.

8- Habilidade eu não tive uma ideia formada, pensei em colocar as mesma do feiticeiro ou simplesmente permiti que ele tivesse pontos para distribuir.

Bom, acho que não esqueci de nada e espero ter ajudado.
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#95 Omnix Enviado : 11/05/18 09:15
Salve, Azurius!

A quantidade de EH pode ser facilmente ajustada caso o Samuel resolva usar essa (ou qualquer outra, é claro) parte da minha sugestão. Só temos que tomar cuidado com o balanceamento, pq mais EH significa mais poder para o Amigo Imaginário. Podemos aumentar ambos, caso ele esteja realmente fraco nessas duas áreas, ou aumentar a EH e também os custos dos demais poderes. Assim ele fica mais parrudo sem ficar mais versátil na customização.

A ideia de dormir para evocar tenta amarrar mecânica com a parte temática da magia citada pelo Samuel originalmente, que cita a vinda da entidade do Éter pra cá, bem como o próprio sono do evocador. Outro ponto de encontro entre temática e mecânica, que inclusive esbarra na contribuição do SonOfBalthor, é que o Amigo Imaginário tem MUITA versatilidade, dando inclusive acesso à habilidades que ele não possui originalmente (não pensei na entidade ter acesso a técnicas de combate e afins).

Salve, SonOfBalthor! A ideia de liberar coisas que o próprio evocador não tem acesso vem também de como a coisa acontece, segundo as crianças, na vida real:

"A Elebléia é uma princesa-unicórnio que faz o melhor bolo de chocolate do mundo!"

A criança projeta no amigo imaginário habilidades que ela não somente não dispõe como admira em outras pessoas (o pai pode ser um puta boleiro, por exemplo).

Mas, é claro, isso é fácilmente ajustável.

Salve, Rywn! Mais uma fonte de inspiração bacana pro Samuel! Achei algumas similaridades, acho que rola um rock fácil!

Obrigado pelo feedback, povo. Só vou aguardar a opinião do dono do botequim antes de mexer novamente na repropor, ok? Pq pode ser o caso dela sequer ser necessária.

Abraços!
#96 samuel.azevedo Enviado : 11/05/18 11:33
Bom dia, colegas sonhadores!

Citação:
boa noite, vi que ouve um grande aumento no tamanho da bruma nociva, ai me surgiu algumas duvidas, será que não esta realmente exagerado? o evocador e imune a própria bruma? e qual e a visibilidade do lado de dentro da bruma?


Obrigado pelo feedback, diminui a área. E deixei o evocador imune a própria bruma. Procurei esclarecer quanto a visibilidade.

Devido a discussão de diversos usuários sobre a poção em pó, alterei a Poção do Sono para retirar qualquer menção a pó. Também estabeleci qual tipo de sono (sonolência, sono leve ou pesado) tem em seus efeitos.

Citação:
Vc não me entendeu, eu estou me referindo aos estagios do sono, a propria magia Sono Restaurador não dizia em qual estagio de sono o alvo entrava e o que era preciso fazer para acorda-lo, isso deixa a magia mto vaga e foi por isso que eu disse que as magias deveriam usar os estagios da magia sono pq como ja existe algo do tipo não daria pra criar seus próprios estágios aqui.


Agora eu entendi! Obrigado. Procurei esclarecer isso onde ainda não estava esclarecido, mas se você achar mais alguma que precisa identificar qual tipo de sono, por favor me avise.

Amigo Imaginário

Citação:
Apesar de tudo, o amigo imaginário possui conhecimentos que o místico não possui? Por exemplo , o místico é um grande carpinteiro, porém o amigo imaginário saberia coisas como operação de cerco ou medicina, não estou falando isso pelas habilidades, mas estou falando pelas técnicas de combate, creio que o amigo imaginário só deveria saber o que o evocador sabe


Sim, como esclareceu Omnix no post anterior.

Não vou copiar aqui todos os comentários sobre esta magia, para o post não ficar muito grande. Mas em resumo, procurei mesclar partes de algumas ideias com a minha.
Não defini a EH por estágio, pois isto vai depender do tipo de ficha escolhida. Mas defini como a EH vai evoluir para cada tipo escolhido.
Graças ao exemplo da menina que imaginou um amigo unicórnio, adicionei criatura mística como tipo de amigo imaginável.
Ainda deixei 1 amigo "permanente" e até 3 "temporários". Chamei suas formas de convocação de convocação longa e convocação breve.

Aguardo comentários.

Abraços
#97 Omnix Enviado : 11/05/18 12:16
Salve, Samuel! Fico feliz por ter podido ajudar!

Eu fiquei me perguntando o que governa o alcance da magia. É onde o Amigo Imaginário aparece? Achei que fosse o alcance da telepatia, mas existem outros sub-efeitos e Poderes Especiais que podem ter alcances diferenciados. Seria o caso de colocar "Alcance: Pessoal", dando a entender que o Amigo Imaginário surge perto do Sonhador? A precisão de 5 metros é significativa? É útil para os jogadores (em especial o Sonhador) ou para o Mestre?

Achei a ideia das duas convocações bem elegante. Mas você trouxe no início da descrição da magia parte da minha redação que diz que o Amigo Imaginário vem ao plano material quando o Sonhador acorda. Ora, se a convocação breve permite vários usos no dia, a ideia é o Sonhador cochilar por 1 rodada para ativar esse efeito? Creio que não. Se não for mesmo, devemos remover essa parte do "ativa ao despertar" lá do início.

Vi que você optou por deixar mais de um amigo imaginário simultaneamente, permitindo a apenas um deles evoluir junto ao Sonhador. Isso justificaria colocar o nome da magia no plural? Amigos Imaginários?

Você acha que, ao invés de limitar arbitrariamente à 3 amigos imaginários "breves" e um "longo" simultâneos, poderíamos colocar que o limite da quantidade de amigos é o Ajuste de Aura do Sonhador (mantendo o limite de um "longo")?

Uma coisa que vi é que essa criatura tem diversos poderes similares à magia. Por exemplo, ele ficar invisível até que faça movimentos bruscos... Não caberia colocar "efeito similar à magia XYZ", para fazer referência à partes já consagradas do sistema, parametrizando? Além da invisibilidade, existem diversos outros exemplos que também podem ser parametrizados dessa forma. A telepatia, a possibilidade de lançar magias pelo evocador etc.

Caso não existam essas magias, talvez caiba mover todos esses efeitos magia-like para aquela lista de Poderes Especiais já presente na magia.

Falando nesses Poderes Especiais, eles são restritos ao nível 9 da magia? Conforme ficou formatado, em um outro parágrafo, fiquei na dúvida se estava atrelado à esse nível ou se poderia ser usado por qualquer nível, já que está separado. Se for esse segundo caso, acho que corre um sério risco de desbalancear a magia! Mas é achismo mesmo, não analisei à fundo nem fiz nenhum modelo. Fica só a pulga coletiva atrás das nossas orelhas.

Excelente trabalho, meu camarada. Ainda acho que a magia está longa. Mas agora está muito mais simples de entender.

Se ainda for possível, depois de terminarmos de mexermos na mecânica, vou fazer uma revisão exclusivamente de legibilidade (é o que eu faço profissionalmente no mundo real). Me dá o seu aval, no momento oportuno, que meto a mão na massa (ou na maça, se for +2 contra Elfos Sombrios).

Cordialmente,
#98 SonOfBalthor Enviado : 11/05/18 12:27
Bem, eu entendo o ponto de vista no geral, eu só comentei isso sobre o amigo ter coisas que o evocador não sabe pelo motivo de apesar dele dizer que o amigo imaginário faz o melhor bolo de chocolate do mundo, isso acaba sendo apenas na imaginação, quando se traz para a realidade o bolo nao seria o melhor, talvez nem consiga fazer o bolo, mas não vejo um grande problema em si no amigo fazer coisas que o místico não consiga, porém creio que em caso de possuir técnicas de combate, deveria ser algo bem limitado, já em caso de magias, não vejo problema de usar tudo que o místico pode usar.
Abraços
#99 Omnix Enviado : 11/05/18 12:35
Concordamos, em especial, no fato de não permitir técnicas de combate. Acho que isso tornaria o Amigo Imaginário BEEEEM desbalanceado.

Do pouco que li, técnicas de combate viram o jogo. É muito arriscado abrir isso para múltiplas criaturas evocadas.

Sobre as habilidades que o Sonhador não tem, apesar do nome eu havia pensado que a origem do Amigo Imaginário fosse o plano do Éter, não exatamente a mente do Sonhador. Tipo ele já existia lá, em um proto-estado disforme, e o Sonhador modelava. Na minha cabeça, o Éter era o receptáculo de todos os sonhos das criaturas inteligentes (apesar dessa magia especificamente criar um bolsão individual para o Sonhador). Daí ter permissividade para puxar habilidades de outros sonhadores (com "s" minúsculo mesmo).

Abraços!
#100 samuel.azevedo Enviado : 11/05/18 15:35
Olá,
Citação:
Eu fiquei me perguntando o que governa o alcance da magia. É onde o Amigo Imaginário aparece? Achei que fosse o alcance da telepatia, mas existem outros sub-efeitos e Poderes Especiais que podem ter alcances diferenciados. Seria o caso de colocar "Alcance: Pessoal", dando a entender que o Amigo Imaginário surge perto do Sonhador? A precisão de 5 metros é significativa? É útil para os jogadores (em especial o Sonhador) ou para o Mestre?


Olá, corrigi isto no texto, explicando que ele aparece em uma posição num raio de 5m.

Citação:
Achei a ideia das duas convocações bem elegante. Mas você trouxe no início da descrição da magia parte da minha redação que diz que o Amigo Imaginário vem ao plano material quando o Sonhador acorda. Ora, se a convocação breve permite vários usos no dia, a ideia é o Sonhador cochilar por 1 rodada para ativar esse efeito? Creio que não. Se não for mesmo, devemos remover essa parte do "ativa ao despertar" lá do início.

Corrigi esta parte. O parágrafo citado coincidentemente refletia minha proposta inicial, mas quando a magia foi criada este efeito de convocação automática ao acordar foi bem criticado.

Citação:
Vi que você optou por deixar mais de um amigo imaginário simultaneamente, permitindo a apenas um deles evoluir junto ao Sonhador. Isso justificaria colocar o nome da magia no plural? Amigos Imaginários?


Não vejo necessidade, porque é convocado apenas um por vez.

Citação:
Você acha que, ao invés de limitar arbitrariamente à 3 amigos imaginários "breves" e um "longo" simultâneos, poderíamos colocar que o limite da quantidade de amigos é o Ajuste de Aura do Sonhador (mantendo o limite de um "longo")?


Ok, vou colocar isto no texto.

Citação:
Uma coisa que vi é que essa criatura tem diversos poderes similares à magia. Por exemplo, ele ficar invisível até que faça movimentos bruscos... Não caberia colocar "efeito similar à magia XYZ", para fazer referência à partes já consagradas do sistema, parametrizando? Além da invisibilidade, existem diversos outros exemplos que também podem ser parametrizados dessa forma. A telepatia, a possibilidade de lançar magias pelo evocador etc.

Caso não existam essas magias, talvez caiba mover todos esses efeitos magia-like para aquela lista de Poderes Especiais já presente na magia.


Pode ser interessante sim, mas como o livro de magias está em processo de revisão, não sei se vale o trabalho.

Citação:
Falando nesses Poderes Especiais, eles são restritos ao nível 9 da magia? Conforme ficou formatado, em um outro parágrafo, fiquei na dúvida se estava atrelado à esse nível ou se poderia ser usado por qualquer nível, já que está separado. Se for esse segundo caso, acho que corre um sério risco de desbalancear a magia! Mas é achismo mesmo, não analisei à fundo nem fiz nenhum modelo. Fica só a pulga coletiva atrás das nossas orelhas.

Os poderes especiais do fim do texto são só para o efeito 9. Juntei o parágrafo ao do efeito 9 para tentar resolver esta ambiguidade.

Citação:
Excelente trabalho, meu camarada. Ainda acho que a magia está longa. Mas agora está muito mais simples de entender.

Se ainda for possível, depois de terminarmos de mexermos na mecânica, vou fazer uma revisão exclusivamente de legibilidade (é o que eu faço profissionalmente no mundo real). Me dá o seu aval, no momento oportuno, que meto a mão na massa (ou na maça, se for +2 contra Elfos Sombrios).


Obrigado! Vou querer sim essa ajuda assim que chegarmos a um consenso aqui no tópico.

Citação:
Citação:
Bem, eu entendo o ponto de vista no geral, eu só comentei isso sobre o amigo ter coisas que o evocador não sabe pelo motivo de apesar dele dizer que o amigo imaginário faz o melhor bolo de chocolate do mundo, isso acaba sendo apenas na imaginação, quando se traz para a realidade o bolo nao seria o melhor, talvez nem consiga fazer o bolo, mas não vejo um grande problema em si no amigo fazer coisas que o místico não consiga, porém creio que em caso de possuir técnicas de combate, deveria ser algo bem limitado, já em caso de magias, não vejo problema de usar tudo que o místico pode usar.
Abraços


Citação:
Concordamos, em especial, no fato de não permitir técnicas de combate. Acho que isso tornaria o Amigo Imaginário BEEEEM desbalanceado.

Do pouco que li, técnicas de combate viram o jogo. É muito arriscado abrir isso para múltiplas criaturas evocadas.


Vixe, aí tenho que refazer um pouco a descrição, porque como está o amigo humanoide é um guerreiro ou ladino. Que alteração sugerem?

Grato!
#101 samuel.azevedo Enviado : 12/05/18 10:11
Refiz o texto do amigo imaginário, para a variação humanoide não usar mais a ficha de guerreiro ou ladino. Também acrescentei alguns tipos de ataque ao longo dos níveis.
#102 Omnix Enviado : 12/05/18 10:20
Salve, Samuel! Desculpe não ter respondido a mensagem anterior. No final de semana, com a família, fico um pouco mais enrolado.

Andei pensando sobre fazermos criaturas extra-oficiais para servirem de pré-moldes para a magia Amigo Imaginário.

Assim ganharíamos espaço dedicado para descrever, em separado, esse ser etéreo humanóide, o pequeno, o místico etc, cada um em seu verbete. Daí essas informações sairiam da magia, que se dedicaria apenas a controlá-los e transformá-los em Amigos Imaginários, mantendo a customização que faz parte do cerne dessa magia, pelo que entendi da sua proposta.

O que acha? É trabalho extra, mas acho que pode optimizar muito espaço e explicações. E eu, é claro, me ofereço para ajudar a criar conforme suas expecificações, caso ache que essa idéia faz sentido.

Abraços!

P.S.: Ainda não li sua última versão pois quero fazê-lo com calma. Vigiando criança não dá. Rs assim que conseguir te retorno.
#103 Omnix Enviado : 12/05/18 17:53
Salve meu caro amigo Samuel. Consegui ler a nova redação. Alguns detalhes:

Citação:
Este feitiço permite ao Sonhador entrar no plano do Éter enquanto dorme e lá agir conscientemente. Neste bolsão de realidade, o Sonhador se dedica a criar e remodelar um Amigo Imaginário que o acompanhará ao plano material quando ele o convocar.


Citação:
Quando uma destas situações acontece o amigo imaginário voltará para o mundo dos sonhos, que é um sub-plano do Éter criado da imaginação e sonhos do sonhador. Cada sonhador tem seu mundo dos sonhos isolado, que ele modela com o feitiço Casa dos Sonhos.


Estes dois trechos falam do local para onde o sonhador vai lá no plano do Éter, mas estão muito deslocados na redação da magia, e se sobrepõem. Posso reescrever para juntar essas duas infos? Não coloco a sugestão de reescrita aqui pq acho que tem mais coisa para mexer, caso você concorde é claro. Daí faria tudo junto de uma vez.

Citação:
Para convocar um amigo imaginário, é preciso que ele tenha sido criado anteriormente em um dos efeitos rituais, então é possível convocar para passar um período breve (chamada de convocação breve), ou convocar para ficar ao lado do sonhador até ele dormir (chamada de convocação longa).


Ainda não tinha reparado, mas como funciona exatamente esse ritual enquanto o evocador dorme? Ele tem que ir dormir com Karma suficiente para evocar o efeito? É um BAITA limitante da magia (acho até que, em função disso, o efeito pode ser mais forte)!

Como parte da reformulação do texto, gostaria de diferenciar melhor que existe um conjunto de coisas que se pode fazer enquanto dorme e outro que se pode fazer acordado. Isso tem que ficar bem explícito no texto.

Citação:
Um mesmo sonhador pode fazer qualquer quantidade de amigos imaginários, mas apenas um deles por vez pode ser chamado pela convocação longa por dia. Além disso, é possível usar os efeitos de convocação breve para um número máximo de amigos imaginários convocados desta forma igual ao valor do atributo Aura do sonhador.


Há um número limitado de combinações possíveis para os Amigos Imaginários construídos, certo? A intenção é instigar o jogador a atingir esse máximo de combinações possíveis? Me parece mais divertido colocar sucessos variáveis por evocação. Isso tornaria o ato de ir até o Eter fazer um Amigo Imaginário uma espécie de mini-game dentro da magia. O jogador teria esse hábito com a intenção de dar sorte de fazer um amigo super-forte que valha a pena usar com frequência. Entende? O que acha dessa sugestão?

Citação:
Amigo Imaginário 5 - Ritual cria um amigo imaginário de estágio 5; ou evocação de 1 rodada permite convocação breve de amigo imaginário de estágio até 6 por 15 rodadas; ou evocação de 1 minuto permite convocação longa de amigo imaginário de estágio até 6.


Peguei esse nível da magia como um exemplo para perguntar algo. Aqui você cria amigos de estágio 5, mas pode convocar amigos feitos anteriormente de estágio 6.

Só que você, neste momento, só pode criar amigos de estágio máximo 5! A segunda parte dessa magia, de convocação, só será usada quando você comprar o nível 7!!!

Pior, o Amigo de nível 6 que você fizer vai ficar de castigo no Eter até você passar dois estágios para poder evocá-lo.

Eu mudaria isso, meu camarada. Até daria para, na mudança, simplificar.


Me diga o que você acha dessas ponderações e também se eu posso reescrever (só do ponto de vista da organização do texto, sem mexer em NADA da mecânica).

Um grande abraço e parabéns pela magia maneira! Ufa, e é só a primeira da lista que estamos debatendo hein?! Rs Sinal que está diferenciada...
#104 samuel.azevedo Enviado : 12/05/18 22:20
Citação:
Andei pensando sobre fazermos criaturas extra-oficiais para servirem de pré-moldes para a magia Amigo Imaginário.


Acho que esta ideia casa com uma sugestão que o Azurius fez lá atrás no post #68 (criar as fichas). Vou ver se refaço o texto falando de tipos de amigos imaginários, aos moldes dos enviados e de outras criaturas... No caso, se este novo texto for aprovado quando esta tarefa for votada, as fichas das criaturas será uma tarefa futura.

Citação:
Estes dois trechos falam do local para onde o sonhador vai lá no plano do Éter, mas estão muito deslocados na redação da magia, e se sobrepõem. Posso reescrever para juntar essas duas infos? Não coloco a sugestão de reescrita aqui pq acho que tem mais coisa para mexer, caso você concorde é claro. Daí faria tudo junto de uma vez.


Por favor!

Citação:
Ainda não tinha reparado, mas como funciona exatamente esse ritual enquanto o evocador dorme? Ele tem que ir dormir com Karma suficiente para evocar o efeito? É um BAITA limitante da magia (acho até que, em função disso, o efeito pode ser mais forte)!

Como parte da reformulação do texto, gostaria de diferenciar melhor que existe um conjunto de coisas que se pode fazer enquanto dorme e outro que se pode fazer acordado. Isso tem que ficar bem explícito no texto.


A magia é evocada com ele acordado, vou deixar isso claro alterando o primeiro parágrafo.

Citação:
Há um número limitado de combinações possíveis para os Amigos Imaginários construídos, certo? A intenção é instigar o jogador a atingir esse máximo de combinações possíveis? Me parece mais divertido colocar sucessos variáveis por evocação. Isso tornaria o ato de ir até o Eter fazer um Amigo Imaginário uma espécie de mini-game dentro da magia. O jogador teria esse hábito com a intenção de dar sorte de fazer um amigo super-forte que valha a pena usar com frequência. Entende? O que acha dessa sugestão?


Interessante esta noção de sucesso variado, mas me preocupa de gerar um desbalanceamento. Quanto ao limite de combinações, desconheço, pois mesmo com os mesmos atributos e habilidades, cada amigo pode uma personalidade própria. Talvez o que possa variar são as personalidades?

Citação:
Peguei esse nível da magia como um exemplo para perguntar algo. Aqui você cria amigos de estágio 5, mas pode convocar amigos feitos anteriormente de estágio 6.

Só que você, neste momento, só pode criar amigos de estágio máximo 5! A segunda parte dessa magia, de convocação, só será usada quando você comprar o nível 7!!!


Eu havia pensado assim: no estágio 5 ele cria o amigo, e usa o mesmo efeito para ficar convocando ele mesmo depois do amigo passar para o próximo estágio.

Citação:
Me diga o que você acha dessas ponderações e também se eu posso reescrever (só do ponto de vista da organização do texto, sem mexer em NADA da mecânica).

Um grande abraço e parabéns pela magia maneira! Ufa, e é só a primeira da lista que estamos debatendo hein?! Rs Sinal que está diferenciada...


Reescrevi esta magia para deixar mais objetiva e mais simples. Então, pode me mandar uma versão de sua revisão do texto que eu analiso e altero no texto.

Obrigado!
#105 zetagmar Enviado : 15/05/18 21:30
Samuel,

Dei uma lida na magia "Amigo Imaginario" e só por ela, já fica muito interessante ter este tipo de personagem.
Nao vou dizer que discordo das seguintes magias, mas nao fica um pouco fora de contexto as magias relacionadas a Bruma e A nuvem voadora?
Todas as demais caem como uma luva para os Sonhadores.
Uma magia que fiquei maravilhado, e por conta disso vou te pedir mais explicaçao é a "Casa dos Sonhos".
Convidados sao qualquer um?
Se apagar o desenho da porta no chao a pessoa fica presa na dimensao do sonho. Quando fala que nao é possivel ve-la, faz referencia ao subplano do sonho?
Faz referencia a alimento, água, jardim, tochas, etc. Sao todas partes do subplano e sem consistencia real, sao frutos do "sonho" do invocador, ou algo real trazido de "nossa" dimensao?

Na Poçao de Comunicaçao - nao poderia ser algo como "Sonho de Comunicaçao", algo que é adquirido como na poçao, mas durante o sonho do personagem.

O mesmo seria com a Poçao de Projeçao Astral, mas seria um ritual com a participaçao do feiticeiro do sonho. O feiticeiro do Sonho cria uma projeçao astral de outra pessoa enquanto esta dorme.

As brumas nao ficariam mais condizentes com os Druidas?
#106 samuel.azevedo Enviado : 16/05/18 00:13
Boa noite,
Citação:
Samuel,

Dei uma lida na magia "Amigo Imaginario" e só por ela, já fica muito interessante ter este tipo de personagem.
Nao vou dizer que discordo das seguintes magias, mas nao fica um pouco fora de contexto as magias relacionadas a Bruma e A nuvem voadora?
Todas as demais caem como uma luva para os Sonhadores.


Obrigado! Relacionei as brumas com os sonhadores pelo seguinte: seus mestres são entidades de Dartel, que está relacionada com brumas... Quanto a nuvem voadora, foi uma escolha prática, mas acredito também que no fundo da minha mente, voar e nuvem tem simbologias próximas com sonhar acordado, pensamento, imaginação...

Citação:
Uma magia que fiquei maravilhado, e por conta disso vou te pedir mais explicaçao é a "Casa dos Sonhos".
Convidados sao qualquer um?
Se apagar o desenho da porta no chao a pessoa fica presa na dimensao do sonho. Quando fala que nao é possivel ve-la, faz referencia ao subplano do sonho?
Faz referencia a alimento, água, jardim, tochas, etc. Sao todas partes do subplano e sem consistencia real, sao frutos do "sonho" do invocador, ou algo real trazido de "nossa" dimensao?

Convidado é qualquer um do mundo real que entrou pela porta. Eu não pensei nessa hipótese de apagar o desenho! Quando falei que não é possível vê-la, quis me referir a que só é possível ver a porta pelo lado de fora se o sonhador estiver mostrando ela ou se a pessoa souber ver o invisível. Quanto a alimentação e demais itens, são todos criados do subplano, podem servir para seu propósito lá dentro, mas não podem ser levadas para fora.
Editei o texto para ver se elucido estas questões. Obrigado pela colaboração!

Citação:
Na Poçao de Comunicaçao - nao poderia ser algo como "Sonho de Comunicaçao", algo que é adquirido como na poçao, mas durante o sonho do personagem.
O mesmo seria com a Poçao de Projeçao Astral, mas seria um ritual com a participaçao do feiticeiro do sonho. O feiticeiro do Sonho cria uma projeçao astral de outra pessoa enquanto esta dorme.

Quanto a da comunicação, a sugestão iria limitar ela muita. E note que o último efeito faz o que você sugeriu. Já a da projeção astral, vou alterar para só funcionar com a pessoa dormindo.

Citação:
As brumas nao ficariam mais condizentes com os Druidas?

Também acho que elas são bastante condizentes com os Druidas!

Abraço

EDIT: As brumas estão relacionadas com os sonhadores pela concepção da especialização na tarefa dos feiticeiros, que diz: "Os sonhadores são feiticeiros que aprenderam seus poderes com criaturas de Dartel, e seus poderes estão ligados com as brumas."
#107 samuel.azevedo Enviado : 18/05/18 09:14
Bom dia,

Nova versão da magia Amigo Imaginário. Obrigado a Omnix por fazer uma revisão para deixar o texto mais legível.

Abraços
#108 Fábio_CM Enviado : 21/05/18 17:29
Samuel, estamos prontos para votação ou você ainda tem alterações para fazer?
#109 samuel.azevedo Enviado : 21/05/18 18:37
Boa noite,

No momento não tenho alterações em vista.

Algo mais, pessoal? Podemos votar?
#110 Rywv Enviado : 22/05/18 07:38

Amigo Imaginário



A magia não diz quanto de EH as criaturas tem. Sugiro usar fera de luz como parametro.

Qual tipo de defesa ela tem? Sugestão.
Menor L0+agi, Tipo I L1+agi, Tipo II M0+agi, Tipo III M1+agi e Tipo IV 10 P0+agi.

Falta informar como é feito os atributos da criatura, acredito que seja gerado igual a criação de um personagem, mas pra isso é preciso estipular o atributo inicial que suponho que seja 0. Lembrando que existe criaturas mistas e animais pequenos(passaros, ratos, etc) o que impossibilita de usar o atributo da criatura copiada ja que esses bichos não existem no livro de criaturas.

Só no amigo menor é informado a posse de 1 habilidade, seria bom aumentar o numero de habilidades nos proximos tipos.
Uma sugestão que dou é que o Tipo IV não tenha mais que 10 habilidades, e que esse valor seja reduzido nos mais fracos pra não tornar essas criaturas um faz tudo pro feiticeiro.
Ex.
Menor 2, Tipo I 4, Tipo II 6, Tipo III 8 e Tipo IV 10.

Era bom deixar claro se elas pode ter Tarefas aperfeiçoadas ou não.

Tbm não tem menção de tecnicas, talvez deixar o Tipo IV ter umas 3 tecnicas basicas fosse legal.

o Tipo III e o IV tem a mesma citação (b)"possui um terceiro ataque de dano base 20 com as mesmas definições do ataque descrito no efeito anterior", era pra ser assim mesmo?

Gema Dimensional
"Sua EH evolui como a de um ladino, e suas habilidades e ataques evoluem em 1 ponto por estágio."
Isso aqui é pra dizer que ele evolui com o jogador sem a escolha do mestre ou rpa dizer que é assim a regra de evolução caso o mestre escolha evoluir o bicho?
Pq se for a 2° opção essa citação é desnecessario, o livro de regras ja tem um regra pra evolução de criaturas.
Evolução das Criaturas, paginas 249-250.

Heróico
- Intuição é mto forte, vai criar mtos problemas pro mestre. Acho que deveria sair.
- Correr acho desnecessario, ja existe corrida curta e Corrida de Fundo.

Poder Inspirado
Ta um pouco estranho, se eu entendi bem é pra ganhar a capacidade X que o ser em que o amigo foi baseado possui, certo? Se for isso mesmo sugiro um pequeno ajuste.
"escolha um dos poderes especiais ou técnicas que a criatura em que o Amigo Imaginário foi baseado possui,..."

Rajada Energética
Deixe claro que ganha um tipo de ataque extra. Ou sera que era pra substituir um dos que ja existe?

Elo Telepático
Fala sobre karma mas as criaturas só teriam karma se pegasse Poder Inspirado. Sinceramente, acho mto forte. Lembrando que ele pode evocar um numero de criaturas igual sua Aura se for evocação de 1 rodada. Acho melhor tirar a parte que deixa usar o karma da criatura se nao o jogador vai criar seres como se fossem reservatórios de karma.

Imaterial
É mto forte, só ser atingido pro ataques magicos desde o nivel 1 é mto poderoso, lembre que vc pode ter um grande numero dessas criaturas lutando por vc, e que elas não são destruidas permanentemente se tornando assim um otimo escudo de carne. Removeria essa parte sem pensar 2 vezes.

A criatura é racional independente da forma? Pode agir por conta propria?

Sonho Providencial


Sugiro mesclar o nivel 4 e o 6, tarefa aperfeiçoada e aprimoramento seguem a mesma ideia que é melhorar a função.

Estou meio sem tempo então só olhei rapido essas 2 magias, de noite dou mais 1 olhada.

Abçs
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#111 Fábio_CM Enviado : 22/05/18 09:17
Samuel, eu criei uma tarefa de oficialização da criatura Amigo Imaginário e coloquei você como responsável. Se você não tiver interesse, me avise que eu lhe removo dela.

Removendo a descrição da criatura do texto do feitiço, podemos avançar melhor nesta discussão.
#112 SonOfBalthor Enviado : 22/05/18 10:32
Sobre o amigo imaginário, creio que essa tarefa só seria colocada mais pra frente após a conclusão da ficha da criatura, pois esse lance de poderes especiais é muito legal até certo ponto, pois dependendo da ficha da criatura pode acabar ficando mt OP.
Abraços
#113 samuel.azevedo Enviado : 22/05/18 10:46
Bom dia!

Rywv, obrigado pelas críticas sobre o amigo imaginário. Vou levar todas em consideração ao construir a ficha da criatura.

Fabio, ótima ideia. Vai simplificar bastante o texto do feitiço. Fico sim, com a tarefa, obrigado.

Citação:
Sonho Providencial

Sugiro mesclar o nivel 4 e o 6, tarefa aperfeiçoada e aprimoramento seguem a mesma ideia que é melhorar a função.


Mesclei os efeitos, adicionei bônus também para usar armas e um efeito para dar um nível de bônus nos resultados de ataques com uma arma.

Abraços
#114 SonOfBalthor Enviado : 22/05/18 10:53
Sobre o segredo das fadas, creio que deveria ter um limite de raios por alvo, afinal tomar 7 raios de uma única vez parece algo meio puxado, é pra cada raio tem que rolar um teste de RM individual?
#115 samuel.azevedo Enviado : 22/05/18 12:28
SonOfBalthor, obrigado pela sua contribuição.

Citação:
Sobre o segredo das fadas, creio que deveria ter um limite de raios por alvo, afinal tomar 7 raios de uma única vez parece algo meio puxado, é pra cada raio tem que rolar um teste de RM individual?


Acredito que fica melhor se para cada raio deve haver um teste de RM, assim a pessoa alvo de vários raios tem mais chances de não sofrer muitos efeitos; por outro lado isso gera mais rolagens... Quanto a limitação, eu coloquei a limitação de cada raio ser de uma cor diferente para o jogador não escolher 7 raios da cor do efeito mais forte e atirar na mesma pessoa. Então, agora fiquei na dúvida sobre como resolvo e gostaria de ajuda para decidir. Assim, tenho três perguntas referente a magia Segredo das Fadas:

1) Que limite máximo de raios por pessoa vocês acham adequado? 2, 3, outro valor ?

2) Se uma pessoa levar vários, mantenho um teste de resistência por raio, ou definimos que a vítima fará uma RM só contra todos os efeitos?

3) Mantenho cada raio de uma cor diferente, ou tiro esta restrição?

Abraços
#116 samuel.azevedo Enviado : 22/05/18 13:11
Nova versão da magia Amigo Imaginário, procurei retirar tudo a respeito da ficha desta criatura.

Abraços
#117 SonOfBalthor Enviado : 22/05/18 13:15
Então amigo Samuel bom dia, creio que o ideal seriam 3 raios no máximo por alvo e que as cores pudessem se repetir desde que não fossem usados contra a mesma pessoa, e sobre os testes de RM, acho viável utizar apenas uma rolagem para cada pessoa, assim evitaria uma rodada muito longa com várias e várias rolagens de RM, por exemplo alguém recebe um ataque de 3 raios que precisam de resistência mágica, ele jogaria uma vez apenas, ajudaria a agilizar os turnos.
Abraços
#118 SonOfBalthor Enviado : 22/05/18 13:18
Agora sim ficou MT show, pq aí vc coloca na ficha das criaturas oq exatamente eles são e o que podem fazer, poderes e etc, e a magia ficou mais parecida com as magias de invocar criaturas assim como apelo e conjuração natural.
#119 samuel.azevedo Enviado : 22/05/18 13:42
Citação:
Então amigo Samuel bom dia, creio que o ideal seriam 3 raios no máximo por alvo e que as cores pudessem se repetir desde que não fossem usados contra a mesma pessoa, e sobre os testes de RM, acho viável utizar apenas uma rolagem para cada pessoa, assim evitaria uma rodada muito longa com várias e várias rolagens de RM, por exemplo alguém recebe um ataque de 3 raios que precisam de resistência mágica, ele jogaria uma vez apenas, ajudaria a agilizar os turnos.
Abraços


Nova versão de Segredo das Fadas com base nesta sugestão.
#120 Omnix Enviado : 22/05/18 13:59
Sigo gostando de verdade da magia. Gostaria, tal qual fiz com o Amigo Imaginário, só mexer um pouco na fluidez do texto.

Para cortar coisinhas como essa repetição abaixo (mesmo, mesmo):

Citação:
mirado para um mesmo oponente, cada raio mirado no mesmo


Caso me permita, meu caro amigo Samuel, faço rapidinho.

Cordialmente,
Usuários visualizando este tópico
Guest (3)
5 Páginas «<2345>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET