Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Início dos trabalhos Opções
#1 stefano_giusini Enviado : 02/02/18 10:25
E aí galera! Depois de um tenebroso inverno pessoal, estou de volta!

Vamos iniciar os trabalhos?

Primeiramente pensei na seguinte estrutura para o livro:
- Geografia (descrever as características comuns, como fauna, flora, rotas de comércio e viagem etc)
- Cultura (novamente o que for comum a todas as ilhas)
- Descrever as principais ilhas, cada uma receberia um capítulo, e suas características específicas (povo, cultura, economia, fauna flora etc)
- Deixar 1 capítulo para as ilhas menores, sem esgotar todas as possibilidades de exploração e desenvolvimento, assim qualquer grupo teria sempre a possibilidade de inventar suas próprias ilhas menores.

Claro, sempre obedecendo o que foi mais votado anteriormente, que replico abaixo:
21. Foco grande ao comercio nestas regiões, os perigos, as rotas, as guerras constantes por elas e os lugares inóspitos, piratas e ilhas escondidas.
33. Tipos de cultura - Acredito como os demais que a criação de uma nova ambientação baseada nos conceitos medievais europeus é "chover no malhado" é simplesmente desperdiçar tempo para reescrever um material que já existe no livro dos Reinos.
11. Uma ou mais áreas mágicas como o Domo de Arminus e Dartel.
5. As Ilhas Independentes são pouco conhecidas pelos reinos. Mas os reinos, são pouco conhecidos pelas llhas? Nas Ilhas existem lendas sobre o continente assim com existem lendas no continente sobre as ilhas?
7. Um culto diferenciado, sem o patronato dos deuses. Um local onde os antigos Titãs ainda são cultuados, mesmo que sem retribuição real (já que quase todos ou estão presos ou mortos).
12. Nesta ambientação haveria a existência de alguns titãs segundos semelhante ao que existe no "O Império"
14. Seria uma ambientação a lá "simbad o marujo" com inúmeras cidades estados.
20. Uma inspiração na polinésia, nas filipinas e na indonésia, povos de navegantes como os polinésios, guerreiros (canibais ) como os maoris, inspirações budistas, chinesas, australianas, indianas, tem tudo lá.
34. Cultura africana - Os moltas quando estavam sendo criados, pensei em uma cultura africana, serem africanos. Um povo desenvolvido, grandioso, se preferirem o comparativo, uma Walkanda. Uma tecnologia mais avançada, mas nada de pólvora. A magia poderia ser usada para preencher está lacuna.
6. Por que é tão difícil chegar lá? Tecnologia de navegação ou algum efeito sobrenatural no oceano? Quanto tempo leva dos reinos até lá? Quantos sobrevivem a viagem?
29. As ilhas podem esconder grandes riquezas em minério madeira fauna e flora além de criaturas artificiais e seres místicos dos mais variados.

Comentários sobre a estrutura do livro são bem vindos!
#2 Ares Enviado : 02/02/18 13:22
Porque não mais ou menos no mesmo formato do Livro dos Reinos e das Terras Selvagens?
-Prologo(Conto)
-Mapa
-Região 1
...
-Região n
-Cronologia
-Epilogo(Conto)

Já que é uma região muito diversificada, não tem como tratar muito bem de temas gerais. E cada região, pode ser dividida em arquipélagos e algumas ilhas grandes e mais solitárias. Dai dentro de cada região, falamos da historia recente, cultura, governo, politica, os povos que vivem lá, principais locais(ilhas, cidades, vilas, castelos), geografia e por ai vai.

Porque se formos tratar ilha por ilha, vai ser ou algo muito grande ou algo que vai pegar muitos poucos lugares, e vai meio que perder as conexões regionais. Mas principalmente, precisamos de um mapa para começar a pensar nisso.
#3 samuel.azevedo Enviado : 02/02/18 13:35
Bom ter os trabalhos deste livro de volta. Applause Applause Applause

Concordo com Ares, pode usar a mesma estrutura de tópicos dos outros livros. Inclusive, os tópicos sugeridos no primeiro tópico são mais ou menos subtópicos já existentes de cada povo do livro dos reinos ou do livro das terras selvagens(geografia, cultura, locais de interesse, etc).

Acredito que o próximo passo agora é organizar o livro em tarefas para falar das principais nações/povos desta região. Ah, e tem muita coisa adiantada no TagmarPedia sobre as Ilhas Independentes, que acredito que terá que passar pelo filtro do que foi aprovado nas votações iniciais, mas já contribuirá bastante com o livro... Ou talvez seja interessante começar com um mapa geral desta região para planejar qual a extensão pretendida e a quantidade inicial de ilhas que ela vai precisar, etc...

Abraço
#4 stefano_giusini Enviado : 02/02/18 14:00
Desculpem não ter sido claro. Eu olhei justamente o livro Terras Selvagens para esse pontapé inicial. Fiz referência apenas ao conteúdo de descrição das Ilhas Independentes. Meu erro.
#5 samuel.azevedo Enviado : 02/02/18 14:50
Entendi... Essa definição inicial de ajudar muito mesmo!Applause Applause Applause
#6 Damurah Enviado : 11/02/18 09:20
Baseado no que você citou:
"20. Uma inspiração na polinésia, nas filipinas e na indonésia, povos de navegantes como os polinésios, guerreiros (canibais ) como os maoris, inspirações budistas, chinesas, australianas, indianas, tem tudo lá."
Poderia haver uma classe jogadora bem parecida com os monges, afinal de contas budistas, chineses e indianos tem um pouco dessa cultura, é claro que, é só uma base para ser adicionada ao jogo.
Os "Monges" ou outro nome mais criativo, viveriam em "templos isolados" nos lugares de difícil acesso e tranquilos nas ilhas independentes. Teriam aversão á armas de guerra, sendo somente seus punhos sua base de defesa e ataque, somente os "mestres" usariam bastões com escritas ritualísticas.
Usariam "Magias" ou "habilidades" que fossem úteis em combate (caso houver). Sua fonte de "Maná" poderia vir da essência deixada pelos titãns e para "absolve-la" deve haver um equilíbrio entre as forças( Luz e Trevas, Divino e Infernal etc...).
Para restaurar seu Maná, o "monge", precisaria meditar em um lugar calmo e tranquilo, para assim "equilibrar as forças, o espirito e a mente". Então ele absolveria novamente sua fonte de energia.
Monges poderiam ser aversos a guerras, para eles as palavras são o melhor método de vencer uma batalha.

Fui pensando e escrevendo, deixo aqui minha "contribuição" caso ajude. Obrigado pela oportunidade de participar!
#7 Arion Enviado : 18/02/18 15:02
Acho que é uma boa ideia inicial, stefano!!

Acho que uma questão importante é trabalhar ora com a descrição da ilha, ora com a descrição do reino, uma vez que alguns reinos ocupam mais de uma ilha...

Agéia que a é "grande ilha" da região também merece um destaque especial... Até porque ela é o centro da ambientação... Os reinos mais ricos provavelmente devem ficar nessa ilha, pela riqueza de recursos...

Os mistérios e ilhas sem descrição podem ficar concentrados na parte oeste, nas ilhas ermas ou esquecidas... Uma região mais misteriosa e perigosa...

Os mares e oceanos também merecem uma descrição especial, assim como a definição do tipo de clima... Isso vai interferir muito na descrição das ilhas... Ex: Teremos mesmo uma região glacial no norte?

Também acho fundamental trabalhar a grande guerra que ocorreu na ilha no segundo ciclo... Isso ajuda muito a trabalhar as relações dos povos na atualidade...

Reinos não humanos são uma boa opção... Principalmente nessa questão de comércio, trocas, guerra por rotas comerciais, etc Um reino de sereiras não pode faltar!!

Também acho interessante a ideia da existência de uma madeira nobre existente apenas em algumas ilhas... Apenas embarcações construídas com esse madeira seriam capazes de suportar a longa viagem até o mundo conhecido...

Por fim, vou deixar a ideia de um sistema monetário diferente na região... poderia ser com lingotes, gemas, algum tipo de metal diferente, enfim... apenas para dar um DNA diferente...

Sem mais...




#8 Arion Enviado : 21/02/18 08:04
Outra coisa... Seria interessante avançar na elaboração do mapa definitivo da região... Esse esboço aí foi feito há muito tempo... Isso ajuda muito na descrição dos reinos, ilhas, rotas comerciais e lugares! A ideia das polinésias postado no outro tópico, misturada com esse mapa atual é um bom paradigma...
#9 Azurius Enviado : 28/04/18 11:26
Como está indo a evolução do livro?
#10 mikemwxs Enviado : 14/05/18 11:00
Alguém já fez um apanhado do que já foi citado sobre as Ilhas Independentes nos livros já escritos?

Pelo que eu entendi esbarrando com essas informações nos livros de Tagmar I, existe uma grande ilha principal (que até tem nome), com uma civilização estabelecida, cercada por arquipélagos.
#11 mikemwxs Enviado : 21/05/18 11:39
Saudações joviais, tagmarianos.

Eu estava pensando aqui numa estrutura base para desenvolvermos as nações presentes nas ilhas independentes e penso que seria satisfatório trabalhar nos seguintes conceitos:

1) Agéia, a ilha principal: uma grande ilha que comporta os reinos civilizados das chamadas Ilhas Independentes, inspirado nos povos africanos e pontuada por grandes cidades mercantis. Aqui podemos presumir duas etnias, uma sendo a responsável por desenvolver as cidades e o comércio e a outra compondo as vilas tribais do interior, muitas vezes abastecendo os recursos dos mercadores das cidades.

2) A miríade de ilhas que cercam Agéia: inspiradas nos povos da Polinésia. Compõem várias tribos, fazem comércio e guerra com Agéia e entre si, e formam o grosso da pirataria na região.

Acho que esse é um bom cenário para dar base ao restante.

Além do mais, eu gostaria de apontar/sugerir dois pontos:

a) A religião poderia inserir um novo Titã-Segundo como "divindade" principal e alguns poucos deuses do Mundo Conhecido cultuados por outros nomes, como acontece no Império. Seria interessante inserir novo elemento de religião ao jogo aqui, como cultos diversos dedicados a espíritos da natureza... Quem sabe enviados especialmente poderosos com influência local em uma ou várias tribos? É um exemplo, mas o papel poderia ser feito por versões poderosas de outros seres, como entes, elementais, animais gigantes, etc.

b) Acredito que deva haver uma explicação da raridade do contato entre as Ilhas e Tagmar: as embarcações do Mundo Conhecido não podem simplesmente serem capazes de chegar até aqui porque esse tipo de tecnologia naval simplesmente quebraria a explicação de haver tão pouco contato entre os Reinos Livres e o Império... Sobram para as Ilhas a responsabilidade, algumas naus mercantes que circunavegam Agéia podem ser robustas o suficiente para chegar à Tagmar, mas precisamos de algo que torne isso uma tarefa difícil... E aqui cabe inserir um fenômeno natural ou mágico que resolva o impasse! Pessoalmente, acho que deva ser algo tão difícil que só seja feita por acidente ou desespero, as Ilhas devem conter riquezas o suficiente para que o esforço não valha a pena.

Bons ventos (e bom começo de semana).
#12 mikemwxs Enviado : 21/05/18 12:04
Destacando e comentando as ideias postadas pelo @Arion:

"Os mistérios e ilhas sem descrição podem ficar concentrados na parte oeste, nas ilhas ermas ou esquecidas... Uma região mais misteriosa e perigosa..."
Eu gostei da ideia de uma região formada por uma grande desolação contornando a costa oeste de Agéia. Quem sabe uma região sob influência demoníaca? Isso seria um fator complicador para viagens marítimas nesta direção (e consequentemente, para o Mundo Conhecido).

"Os mares e oceanos também merecem uma descrição especial, assim como a definição do tipo de clima... Isso vai interferir muito na descrição das ilhas... Ex: Teremos mesmo uma região glacial no norte?"
Com certeza o mar e a vida marítima deve ter destaque. Sobre o clima, eu gostaria de ver um cenário composto principalmente de clima tropical, muitas tempestades sazonais, nada de glaciações. Talvez um clima temperado num dos extremos norte-sul.

"Também acho fundamental trabalhar a grande guerra que ocorreu na ilha no segundo ciclo... Isso ajuda muito a trabalhar as relações dos povos na atualidade..."
Gostei.

"Reinos não humanos são uma boa opção... Principalmente nessa questão de comércio, trocas, guerra por rotas comerciais, etc Um reino de sereiras não pode faltar!!"
Se o conceito de inspiração na Polinésia vingar, este deveria ser a vez das raças marinhas, como elfos marinhos, sahuagin e sereias/tritões.

"Também acho interessante a ideia da existência de uma madeira nobre existente apenas em algumas ilhas... Apenas embarcações construídas com esse madeira seriam capazes de suportar a longa viagem até o mundo conhecido..."
Muito boa ideia!

"Por fim, vou deixar a ideia de um sistema monetário diferente na região... poderia ser com lingotes, gemas, algum tipo de metal diferente, enfim... apenas para dar um DNA diferente..."
Gostei disso também.
#13 samuel.azevedo Enviado : 21/05/18 20:03
Boa noite,

Mike, o assunto de alguns dos pontos que você sugeriu foram discutidos e votados. Veja os tópicos aqui.

Abraços
#14 mikemwxs Enviado : 22/05/18 10:57
@samuel.azevedo, uma vez que os tópicos que você citou já foram decididos, acredito que seja aqui o lugar para discutir a expansão dos pontos que estarão presentes no livro. Ou não?
#15 samuel.azevedo Enviado : 22/05/18 13:14
Acredito que é isso mesmo!

Sintetizar o que foi decidido que entra e o que foi decidido que não deve entrar depois da última rodada de decisões iniciais.
Expandir esses pontos em tarefas! O material inicial para ajudar as tarefas pode ser o material do TagmarPedia sobre a região respeitando esses pontos (tem bastante coisa e seria um desperdício não usar!).

Abraços
#16 mikemwxs Enviado : 22/05/18 14:17
Cara... Na boa, não entendi bem o ponto onde tu quer chegar.

Primeiro tu me direciona a um tópico irrelevante a questão (como você disse, discutidos e votados).

Daí eu explico que estou justamente explorando os tópicos fechados, os expandindo. O que faz parte justa do trabalho adiante.

Depois tu muda a conversa e vem definir o que cabe ou não no tópico. Quem define isso não é o coordenador?

Aí fica complicado colaborar. Por que você não acrescenta em outro ponto enquanto eu estou tentando ajudar num outro? Cada um dá o suporte que pode. É melhor agregar algo do que ficar discutindo burocracia onde não tem, num tópico que eu estava tentando movimentar com ideias, porque estava parado.

Vamos se unir. Hahaha!
#17 samuel.azevedo Enviado : 01/06/18 08:56
Mike,

Bom dia.

O ponto que eu queria chegar é que alguns dos pontos que você estava sugerindo já tinham um norte naqueles tópicos, concordo contigo em movimentar a discussão e trazer novas ideias. Só alertei para olhar o outro tópico para não dar volta em pontos já debatidos e votados (como a questão dos deuses na região). Acho que não me expressei direito antes, mas concordo com você e gostei de algumas sugestões, como a do sistema monetário diferente.

Agora fui eleito o coordenador (verdade que por falta de concorrentes), e pretendo organizar o livro em tarefas para a gente expandir as ideias como você comentou. Espero contar com sua ajuda!

Abraço
#18 Azurius Enviado : 01/06/18 11:34
#19 samuel.azevedo Enviado : 02/06/18 12:11
Obrigado!

Para a gente não ficar dando voltas com discussões de vários pontos ao mesmo tempo, acredito que precisamos ter um foco. Então, meu plano inicial é dividir o livro em tópicos similares aos outros livros de ambientação como o dos Reinos, o Terras Selvagens e o Império. Como estes livros não estão exatamente padronizados, montei os tópicos abaixo.

Capítulo 1
Apresentação (texto introdutório ao livro, dois ou três parágrafos; acredito que fica melhor trabalhar neste tópico quando o livro estiver mais perto do final)
Prólogo (um conto, esta tarefa também pode ficar para o final, quando se tiver mais noção de lugares, fatos, raças, etc)
Nível Tecnológico (descrever em alguns parágrafos o nível de avanço tecnológico desta ambientação; em relação a navegação, e outros elementos).
Geografia (discutir quais são as principais regiões, rotas, limitações geográficas, mapa)
Religiões (introduzir as principais religiões das ilhas)
Raças (as principais raças de pessoas da ambientação)
Áreas Misteriosas(descrever áreas misteriosas na região)
Perigos e Desafios (descrever em linha geral quais são os maiores perigos e desafios de sobrevivência individual ou das civilizações nesta ambientação)
Isolamento e Contato com Outras Regiões (trabalhar a questão de conhecimento sobre regiões externas, como o continente onde estão as ambientações Os Reinos, Terras Selvagens, e O Império; e possíveis rotas e dificuldades para chegar lá).
Cronologia Geral(junção das cronologias dos capítulos).

Capítulo X - alguns capítulos, cada um descrevendo uma das regiões/reino desta ambientação, com os tópicos:
Introdução
História
Geografia (clima, terrenos, rios, mares, flora, fauna, recursos naturais, etc)
Os povos da região (governos, economia, sistema monetário, tecnologias, culturas, idiomas, religiões, relações com outros povos)
Cidades e locais de interesses (florestas, rotas, cavernas, desertos, etc)
Organizações Influentes (organizações conhecidas ou secretas com influência na região independente dos governos. ex: companhias mercenárias, casas comerciais, irmandades, etc) - este tópico não consta nos outros livros mas é uma sugestão minha.
Rumores e Intrigas
Principais Personagens
Cronologia (listar grandes eventos da região, guerras, surgimento ou quedas de reinos/tribos ou povos, a partir do ano 0 - o do cataclismo até o ano de 1500).

Capitulo Final - Epílogo (esta tarefa deve ser deixada pro final)


Para organizar a elaboração do livro, pretendo seguir 3 etapas. As tarefas de cada etapa só serão abertas quando concluir a etapa anterior, e as tarefas terão como norte o que foi discutido e votado nos tópicos iniciais do livro.

Na primeira etapa, acredito que é melhor focar as tarefas em alguns tópicos do capítulo introdutório para nortear o restante do trabalho. Tarefas:
Nível Tecnológico (descrever em alguns parágrafos o nível de avanço tecnológico desta ambientação; em relação a navegação, e outros elementos).
Geografia (discutir quais são as principais regiões, rotas, limitações geográficas, mapa)
Raças (as principais raças de pessoas da ambientação)
Religiões (introduzir as principais religiões das ilhas)
Áreas Misteriosas(descrever áreas misteriosas na região)
Perigos e Desafios (descrever em linha geral quais são os maiores perigos e desafios de sobrevivência individual ou das civilizações nesta ambientação)
Isolamento e Contato com Outras Regiões (trabalhar a questão de conhecimento sobre regiões externas, como o continente onde estão as ambientações Os Reinos, Terras Selvagens, e O Império; e possíveis rotas e dificuldades para chegar lá).


Na segunda etapa, faremos os capítulos das regiões/ilhas/reinos. Tarefas focadas em capítulos conforme o modelo Capítulo X anteriormente listado.


Na etapa final, fecharemos alguns tópicos do capitulo 1, abriremos as tarefas para prólogo e epílogo, e as de revisão. Tarefas:

Apresentação (texto introdutório ao livro, dois ou três parágrafos; acredito que fica melhor trabalhar neste tópico quando o livro estiver mais perto do final)
Prólogo (um conto, esta tarefa também pode ficar para o final, quando se tiver mais noção de lugares, fatos, raças, etc)
Cronologia Geral(junção das cronologias dos capítulos).
Capitulo Final - Epílogo (esta tarefa deve ser deixada pro final)
Revisão (uma tarefa por capítulo)



Alguém tem alguma sugestão sobre esta organização acima?

Abraços
#20 Fábio_CM Enviado : 02/06/18 13:53
Acredito que o primeiro capítulo poderia ter alguma informação básica e geral sobre o estado atual da tecnologia das Ilhas.
#21 samuel.azevedo Enviado : 02/06/18 23:58
Bem pensado, editei o post #19 com esta sugestão.
#22 Daelius Myrka Enviado : 03/06/18 20:04
Boa Noite

Desculpe a intromissão nesta tarefa.

Gostaria de fazer uma pergunta.

Já está decidido a fundamentação das ILHAS INDEPENDENTES estarem separadas do Reino Conhecido por causa da "tecnologia"?

Assunto encerrado já ou ainda existe abertura para sugestões?

Valew!
#23 samuel.azevedo Enviado : 04/06/18 11:10
Daelius Myrka escreveu:
Boa Noite

Desculpe a intromissão nesta tarefa.

Gostaria de fazer uma pergunta.

Já está decidido a fundamentação das ILHAS INDEPENDENTES estarem separadas do Reino Conhecido por causa da "tecnologia"?

Assunto encerrado já ou ainda existe abertura para sugestões?

Valew!


Bom dia, entendo que este ponto está em aberto para ser resolvido conforme as seguintes questões:

Citação:
6. Por que é tão difícil chegar lá? Tecnologia de navegação ou algum efeito sobrenatural no oceano? Quanto tempo leva dos reinos até lá? Quantos sobrevivem a viagem?


Ou seja, a única certeza é que é muito difícil a viagem da região d'Os Reinos para a região das Ilhas Independentes.

OBS: atualizei o post #19 com o ponto Relação com Outras Regiões (trabalhar a questão de conhecimento sobre regiões externas, como o continente onde estão as ambientações Os Reinos, Terras Selvagens, e O Império; e possíveis rotas e dificuldades para chegar lá). Essa será uma tarefa que discutiremos em separado.

Abraço
#24 Daelius Myrka Enviado : 04/06/18 14:06
Opa... Samuel boa tarde

Então eu e um amigo andamos pensando que se a tecnologia fosse o empecilho isso poderia dar espaço para que as ilhas independentes se tornassem uma pequena "tecnolandia" e logo logo teríamos um orco usando um arcabuz...

Isso na minha humilde opinião, como um adorador de ambientações bem medievais mesmo sem apelo tecnológico, não seria legal para TAGMAR.

Então pensei no principal FUNDAMENTO da ambientação de TAGMAR, toda a estória atual dos reinos giram em torno da SEITA e dos DEUSES. E se as ilhas independentes fossem refúgio dos TITÃS CAÍDOS, ondem fossem venerados e adorados, onde encontraram um lugar onde pudesse sobreviver e onde os deuses não tivessem espaço ou poder. Pois sabemos q um deus só existe enquanto é adorado, se um deus não possui fiéis, ele sucumbe e desaparece.

E somente a crença e adoração nessas entidades levassem ao CAMINHO CORRETO e SEGURO as ilhas. E colocaria os desbravadores q tentassem ir as ilhas sem cultuar esses Titãs em INÚMERAS AVENTURAS. E outros ganchos para estória também seriam as manobras destes TITÃS em querem trazer para as ilhas as pessoas certas para seus interesses próprios.

Com isso teríamos muitas hipóteses e vertentes para trabalhar, e traria mais uma ameaça ao poderoso panteão de TAGMAR.

Sei lá... Pensei nisso... Algo para q uma ambientação medieval tão rica não se perca com inclementos tecnológicos.
#25 Daelius Myrka Enviado : 04/06/18 14:08
Valew pessoal

Peço desculpas se viajei demais... Mas sou um leitor ferrenho de CONAN entre outros títulos de espada e feitiçaria e na minha opinião RPG medieval tem q ser MEDIEVAL.

Como disse MINHA HUMILDE OPINIÃO.

Valew!! Espero poder ajudar...
#26 samuel.azevedo Enviado : 05/06/18 10:16
Daelius Myrka escreveu:
Opa... Samuel boa tarde

Então eu e um amigo andamos pensando que se a tecnologia fosse o empecilho isso poderia dar espaço para que as ilhas independentes se tornassem uma pequena "tecnolandia" e logo logo teríamos um orco usando um arcabuz...

Isso na minha humilde opinião, como um adorador de ambientações bem medievais mesmo sem apelo tecnológico, não seria legal para TAGMAR.

Então pensei no principal FUNDAMENTO da ambientação de TAGMAR, toda a estória atual dos reinos giram em torno da SEITA e dos DEUSES. E se as ilhas independentes fossem refúgio dos TITÃS CAÍDOS, ondem fossem venerados e adorados, onde encontraram um lugar onde pudesse sobreviver e onde os deuses não tivessem espaço ou poder. Pois sabemos q um deus só existe enquanto é adorado, se um deus não possui fiéis, ele sucumbe e desaparece.

E somente a crença e adoração nessas entidades levassem ao CAMINHO CORRETO e SEGURO as ilhas. E colocaria os desbravadores q tentassem ir as ilhas sem cultuar esses Titãs em INÚMERAS AVENTURAS. E outros ganchos para estória também seriam as manobras destes TITÃS em querem trazer para as ilhas as pessoas certas para seus interesses próprios.

Com isso teríamos muitas hipóteses e vertentes para trabalhar, e traria mais uma ameaça ao poderoso panteão de TAGMAR.

Sei lá... Pensei nisso... Algo para q uma ambientação medieval tão rica não se perca com inclementos tecnológicos.


Uau! Esta é uma ideia interessante para explicar porque é difícil chegar lá. Em breve vou abrir um tópico para discutir qual é exatamente esta dificuldade e espero que você ajude por lá com suas sugestões.Dancing

Acabei de abrir um tópico e tarefa para discussão do nível tecnológico.

Abraços
#27 samuel.azevedo Enviado : 08/06/18 18:53
Daelius, veja o tópico Isolamento e Contato com Outras Regiões para discutir suas sugestões de porque a área é isolada.

Abraços
Usuários visualizando este tópico
Guest
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET