Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

8 Páginas «<34567>»
Arco IV - Rei Mar II Opções
#121 Fernão Coppa Enviado : 22/12/17 19:58
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
- Tarde demais. Seu filho já nomeou o tio como campeão. E eu aceito os termos.
#122 Marcus Moldi Enviado : 22/12/17 22:42
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Ouço a fala da Sta. Charlotte e reflito sobre: (Pensamento: “Ela possuindo esses dons e habilidades, qual seria o motivo dela não aprender a ler e escrever?”).

Posteriormente, pego os papiros, pena, tinta e sobre a mesa começo a escrever vagarosamente e lendo as letras e sílabas e posteriormente leio todo o poema para o deleite da Sta. Charlotte: “Peço que preste bastante atenção nas letras e silabas que irei escrever...Esse poema é de minha autoria”

Um amor assim delicado, você pega e despreza
Não devia ter despertado, ajoelha e não reza
Dessa coisa que mete medo pela sua grandeza
Não sou o único culpado, disso eu tenho a certeza

Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora e agora me diga onde eu vou
Senhora, serpente, princesa

Um amor assim violento quando torna-se mágoa
É o avesso de um sentimento, oceano sem água
Ondas: desejos de vingança nessa desnatureza
Batem forte, sem esperança contra a tua dureza

Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora e agora me diga onde eu vou
Senhora, serpente, princesa

Um amor assim delicado nenhum homem daria
Talvez tenha sido pecado apostar na alegria
Você pensa que eu tenho tudo e vazio me deixa
Mas Lena não quer que eu fique mudo e eu te grito essa queixa

Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora e agora me diga onde eu vou
Amiga, me diga.


Observo o semblante de Charlotte pra ver se ela realmente esta gostando da forma que estou lhe ensinando para depois falar: “O que achou Sta. Lucípide? Quero que me diga quais as palavras que lhe chamaram mais atenção para começarmos a escrever cada letra separadamente para posteriormente formarmos as sílaba e no final as palavra...Pronta para o desafio?”
#123 saulocr Enviado : 23/12/17 13:45
MARCUS MOLDI

Citação:
Ela acompanha enquanto você recitava o poema e pede para recitar algumas vezes, você perde algumas horas, entretanto no final ela recita-o sem mesmo olhar para o papel, você percebe que ela tem uma memória prodigiosa, mas não se mostrou em nenhum momento interessada no conteúdo escrito.


FERNÃO COPPA

Citação:
O barão lhe responde com rispidez: "Você não escolhe os termos! Sir Colerom Silver será o meu campeão". Entretanto desta vez foi Sir Mário Galbrat quem interpelou o Barão: "Eu defenderei a honra de meu sobrinho! Você não me tirará essa glória. Não desta vez..." Ambos ficam em silêncio por alguns instantes sem dizer nada, as palavras do cavaleiro pesaram na consciência do velho Galbrat, que voltou para o cavalo e disse para o lorde que o acompanhava: "Seus serviços não serão mais necessários aqui Lorde Silver. Vamos embora..." O cavaleiro responde: "Já que aqui estamos, vamos ver o espetáculo". Passada a discussão o sacerdote continua a cerimonia, pedindo para que se afastassem e então pede para que Stefan vista uma couraça, ele se nega, então Mário retira sua placa metálica ficando somente com a malha, igualmente a Stefan. O clérigo sinaliza e seu ajudante trás uma caixa que ao ser aberta revela dois machados de guerra, cada um dos duelistas pegam um e então o padre diz: "Os senhores são as testemunhas em nome de Crizagom, força e honra”. O duelo se inicia, Mário Galbrat era um veterano de guerra e escolhia seus movimentos com cuidado, entretanto Stefan não ficava para trás, sua técnica apurada lhe permitiu golpear várias vezes em sequencia e um dos golpes chegou a raspar no braço de Mário que já mostravam sinais de cansaço. Stefan procura seu olhar, esperando algum tipo de mensagem.
#124 Fernão Coppa Enviado : 23/12/17 15:27
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Quando o barão tenta falar os termos, penso em dizer: O desafiado foi seu filho, não o senhor para chegar e ditar termos. Mas então Sir Mário argumenta, e diante da troca de olhar deles uma ideia me vem a mente: E se ele for o verdadeiro pai do baronete? Marlon seria um bastardo!

Quando Stefan olha para mim, sinalizo para continuar e comento:

- Sir Mário Galbrat está lutando como se o baronete Marlon Galbrat fosse seu próprio filho. Isto me emociona, me faz querer ser pai. Como não sou casado e sei como fazer filhos em uma mulher, dá até vontade de fazer um bastardo mais tarde na Unicórnio Dourado.

Caso ele derrote o outro, antes de matar o oponente, se puder pará-lo, digo:

- Stefan, é o suficiente. Poupe Mário Galbrat em homenagem a este amor praticamente paternal.

Caso alguém pergunte se estou insinuando alguma coisa sobre bastardos, respondo: - Eu estava falando de eu mesmo fazer um bastardo por querer ser pai logo, tocado pelo amor quase paternal do tio ao sobrinho. Você está me dizendo que a situação se aplica a outra pessoa aqui presente? Diga-me quem, por favor!
#125 Fernão Coppa Enviado : 23/12/17 15:31
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=19
Presto atenção nos olhares entre o barão, o baronete e o tio quando menciono a história dos bastardos. [1d20]
#126 Marcus Moldi Enviado : 24/12/17 09:17
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
(Pensamento: Preciso entender o porquê da Sta. Charlotte não se interessar de forma alguma pela escrita...Ela precisa entender que nas áreas que ela se identifica precisa da escrita para o desenvolvimento das mesmas.)

Me expresso de forma filantrópica para que Charlotte compreenda a importância da escrita na sua vida e que ela valorize a oportunidade que o Pai dela esta tentando dar a ela: “Sta. Charlotte, peço sua atenção agora para o que eu irei lhe dizer...Você tem uma memória que poucas pessoas possuem, principalmente para recitar uma poesia e creio que para cantar ou tocar uma melodia também , mas preciso que compreenda que se essas áreas de atuação são as que despertam o seu interesse pessoal e talvez até profissional, a Sta. precisa “despertar” o interesse na escrita e consequentemente na leitura, pois todas elas necessitam dessas habilidades...” Observo atentamente as expressões de Charlotte e também o horário do dia, pois ainda tenho que buscar e pagar o restante do Sabre da Baronetesa e me preparar pro jantar da noite...Depois que ela se posicionar, continuo: “Vou lhe passar uma tarefa para que a faça hoje a tarde e amanha pela manhã daremos continuidade nas aulas...Peço para que faça desenhos que a Sta. mais gosta e amanhã iremos nomeá-los e verificaremos quais as letras que iniciam os seus nomes e depois as suas classificações, combinado?”
#127 saulocr Enviado : 26/12/17 21:39
MARCUS MOLDI

Citação:
Logo após seu discurso sobre as habilidades da moça, ela se anima e lhe diz: "Quer que eu traga meus instrumentos? Posso tocar algo para você!" Aparentemente ela não ligava muito para o que estava dizendo, provavelmente não era o primeiro que dizia isso pra ela.


FERNÃO COPPA

Citação:
O Barão Galbrat está a pelo menos dez metros de distância de você e não pareceu ter ouvido ou dado a devida atenção a seus comentários maldosos, certamente estava atendo ao combate. Stefan recua. Mário Galbrat ergue o machado e ataca, uma e duas vezes, sem sucesso. Até que o terceiro golpe acerta a perna de Stefan que contra-ataca. O machado de guerra acerta a altura da clavícula do baronete que sem forças deixa cair sua arma, ele cai de joelhos, Stefan se aproxima do homem que estava ferido gravemente e ergue o machado, você então interrompe e ele se afasta. Quando cita o amor fraternal, o Barão te encara, era possível ver a ira em seus olhos. Acabado o combate ele se vai e com ele os demais cavaleiros. Stefan pega o segundo machado de guerra e caminha até você, parecia cansado ele ergue o machado pra você e te diz: "Seu prêmio". Marlon rapidamente vai ajudar seu tio, o clérigo de Crizagom dá como encerrada a disputa e vai ajudar o derrotado.
#128 Fernão Coppa Enviado : 27/12/17 00:39
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 1d20=8

- Obrigado, primo! Luto muito bem, como esperado. Deixe-me ver este ferimento na sua perna.


[1d20]
#129 Marcus Moldi Enviado : 27/12/17 01:08
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Retribuo com um sorriso o animo demonstrado pela Sta. Charlotte acenando com a cabeça positivamente em relação a sua pergunta e posteriormente falo: “Traga por favor para que eu possa apreciar mais ainda seus dons e habilidades...” Depois de sua apresentação musical, dou uma salva de palmas concordando com a habilidade da Sta. Charlotte e posteriormente, já mais sereno, falo com toda calma e seriedade: “Eu tive o prazer de conhecer uma jovem que possui um dom semelhante ao seu...Ela se chama Sta. Lucípide...Já ouviu falar sobre esse nome Sta. Charlotte?” Depois do posicionamento de Charlotte reafirmo: “Como falei anteriormente, preciso que a Sta. venha a ter interesse na leitura e escrita para que possa fazer suas próprias poesias e compor suas próprias musicas...A tarefa que pedi anteriormente, peço para que a faça e assim possamos dar continuidade aos estudos amanhã...Dependendo do seu desempenho nas aulas posso até trazer a Sta. Lucípide para que a conheça e vocês possam demonstrar as suas habilidade e dons!!!” Depois do posicionamento de Charlotte, me despeço da mesma e vou buscar o sabre de amazona para presentear no jantar a Baronetesa, retornando posteriormente a minha residência para almoçar e descansar para os preparativos da noite.
#130 saulocr Enviado : 29/12/17 16:01
FERNÃO COPPA

Citação:
Stefan monta o cavalo e lhe diz: "Eu estou bem, foi só um arranhão... vamos embora!" Ele começa a galopar.


MARCUS MOLDI

Citação:
Ela toca o instrumento muito mal, ainda assim você a parabeniza, então ao final da aula você se despede e segue para o bairro dos artífices pega o sabre pagando devidamente o que faltava e volta a Rua dos Barões. Já passava da hora do almoço então você come sem nenhuma companhia. Dentro de poucas horas seria o jantar, tinha acordado cedo e estava cansado.
#131 Marcus Moldi Enviado : 29/12/17 17:48
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Logo após o almoço, vou para o meu quarto descansar e peço para a governanta da casa me acorde por volta das 5 horas da tarde para que eu ajude nos preparativos do jantar e posteriormente esteja bem trajado para a tão esperada recepção da Baronetesa Martina Manhão Sul e da Sta. Lucípide na residencia dos Moldi.

(Pensamento: Que Lena abençoe esse jantar e tudo ocorra da melhor maneira possível)
#132 Fernão Coppa Enviado : 02/01/18 14:17
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Volto com eles. Depois do escudeiro/contato ajudá-los com os afazeres, o chamo, junto os venenos que produzi e peço para ele vender (mas guardo uma dose de veneno entibiante).
#133 saulocr Enviado : 03/01/18 14:32
MARCUS MOLDI

Citação:
A tardinha você acorda e vai a procura a cozinha, todos os preparativos do jantar estavam feitos, daqui a poucas horas suas convidadas chegariam.


FERNÃO COPPA

Citação:
Vocês voltam ao casarão já no horário do almoço. Vocês comem e em seguida você chama o rapaz para entregar os venenos, ele pergunta o preço e depois segue para a cidade. Já ao anoitecer enquanto jantava, Reginaldo vem a seu encontro com um pedaço de pergaminho enrolado e selado com o brasão real. O servo lhe avisa que um emissário do conde veio deixar. Você abre o selo e desenrola o pergaminho, era um convite para o banquete real, que aconteceria em dois dias, no 20º dia do mês da Rosa.
#134 Marcus Moldi Enviado : 03/01/18 16:34
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
(Pensamento: Graças aos Deuses todos os preparativos para o jantar estão feitos, agora é só me preparar para a chegada das convidadas)

Vou para o meu quarto, aparar o cabelo, arrumar a minha barba e preparar a melhor roupa nobre que possuo para o jantar.

#135 Fernão Coppa Enviado : 03/01/18 18:30
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
//off: acho que no dia do baile os 5 perfumes sedutores já estão prontos, pois creio que foram 2 dias de preparo antes de encontrar a caravana, depois que encontrei eles + 3 dias para o duelo, e agora + 2 dias do dia do duelo para o dia do baile = 7 dias.

Para organizar o que tinha de veneno, vendi, comprei material, fabriquei e vendi novamente, a partir do post #45 era:

Tinha
1 óleo come carne
1 pó de cegueira temporária
1 estimulante menor

Foi vendido a 5 mp por negociação (1 óleo come carne e 1 pó de cegueira temporária).

Foi comprado por 9 mp (por negociação)
4 doses de entibiante (tipo ii, 25 mc em materiais cada)
2 doses de sonífero potente (tipo iii, 5 mp em materiais cada dose).

Foi feito
4 doses de entibiante
2 doses de sonífero potente

Foi vendido
3 doses de entibiante (valor de venda 5 mp cada) = 15 mp
2 doses de sonífero potente (valor de venda 10 mp cada) = 20 mp
1 estimulante menor (valor de venda 20 mc) = 2 mp
total 37 mp
-
(taxa de 5% para o intermediário)
= 370 mc - 370*0,05 = 370 - 18,5 = 351,5 mc = 35 mp 1 mc = 3 mo 5 mp 1 mc.
E fiquei apenas com 1 veneno entibiante guardado comigo.

Anotei os valores e atualizei a ficha.
#136 Fernão Coppa Enviado : 03/01/18 18:41
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Mando exibir o machado de guerra conquistado na parede interna do salão que dá para a da torre de vigia/arsenal.

Leio a carta, vejo se a etiqueta sugere que eu leve meus "parentes". No jantar, comento com Tarso:

- Foi um belo duelo, não?

E para o "primo" Stefan:

- A propósito, fui convidado para um baile daqui a 2 dias. Seu interesse é apenas competir ou meu "primo" vai me acompanhar no baile?

Etiqueta para pensar em alguma desculpa possível para levar Tarso como meu guarda-costas, e fazê-lo se sentar na mesa com os demais não nobres que possam aparecer no evento. Se pensar em uma maneira, digo para Tarso:

- Não esqueci de você, vou tentar lhe colocar na mesa dos escudeiros e demais pessoas sem status de nobre, se isso lhe agrada.

A tarde, faço uma vistoria na fazenda e no jardim medicinal. Na noite seguinte, mando Aloísio ver com Frey o que ele necessita para que eu produza uma nova encomenda. Então na outra noite mando ele comprar materiais para essa encomenda com Urtiga.

Neste meio tempo, durante os dois dias, deixo Stefan e Tarso continuarem seu treinamento; Aloísio vai acompanhá-los e só fará o serviço de mensageiro a noite em cada dia. Enquanto isso eu continuo os treinamentos com os aprendizes e também mando Maria ver se minhas roupas de baile estão em bom estado e mando prepará-las para o evento.
#137 saulocr Enviado : 04/01/18 20:50
FERNÃO COPPA

Citação:
Tarso apenas se resume a dizer que "sim". A convite era apenas para membros da alta nobreza e provavelmente membros mais importantes da baixa nobreza, ele era individual e você só poderia entrar com ele, então teria que ser convincente para persuadir aqueles que guardavam a entrada do banquete. Na manhã seguinte a governanta Maria lhe traz seu traje de festas, estava empoeirado e era um modelo ultrapassado, já que não costumava frequentar banquetes da alta nobreza.


MARCUS MOLDI

Citação:
Chega o horário do jantar, você veste-se com sua melhor roupa e usa seu melhor perfume para esperar as senhoritas, seu tio e tia já esperavam na sala de jantar, enquanto seu primo aguardava na entrada da casa. Ele te cumprimenta quando você desce as escadas e então no horário marcado uma carruagem desce a Rua dos Barões e para na frente da casa, era a Baronetesa Martina Manhão Sul.
#138 Fernão Coppa Enviado : 05/01/18 11:53
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Como preparativos finais, pego a roupa velha e vou no mercado negociar por uma nova (pagando a diferença).
#139 Marcus Moldi Enviado : 05/01/18 18:04
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Vou até a carruagem da Baroneseta, faço os cumprimento formais da chegada de uma convidada beijando as suas mãos, expressando no rosto a satisfação e felicidade em estar recebendo-a, e posteriormente antes de adentrar a residência dos Moldi: “É um prazer imensurável recebe-la na residência da minha família...Espero que o jantar esteja a sua altura Baronetesa Martina Manhão Sul...Me acompanhe Minha Senhora...” Faço as formalidades das apresentações de meus familiares antes do jantar, acompanhando-a todos os momentos.
#140 saulocr Enviado : 05/01/18 20:12
FERNÃO COPPA

Citação:
Na tarde do dia 19, o rapaz volta com os valores da venda e então aproveitando do dinheiro conseguido você segue até o bairro dos artífices, que ficava nos arredores do grande anfiteatro. O bairro era dividido em quatro ruas, nomeadas conforme seus serviços, no caso a Rua dos Alfaiates, tinham alguns de estabelecimentos comerciais, entretanto poucas tecelagens trabalhavam com Tecido Nobre. Procurando um pouco melhor você acha uma tecelagem comandada por uma senhora de seus trinta anos. Você entra por um galpão, onde meia dúzia de mulheres manuseavam maquinas de fiar, fabricando linho e outros tipos de tecido. Ela chamava-se Aldramel. E somente depois dela avalia-lo dos pés a cabeça ela te mostra um traje nobre, uma blusa de tecido de linho branco, uma calça e uma jaqueta ambos azuis. O material era bem cortado e depois de vestir-se com ele, lhe caia muito bem. Entretanto era muito simples se comparado a outros trajes, ele custava 30 moedas de prata.


MARCUS MOLDI

Citação:
Seu primo Dartan segue os mesmos procedimentos de etiqueta, assim como sua tia e seu tio. Entretanto claramente Dartan estava mais interessado em Lucípide. Poucos minutos depois outra carruagem chega com a Sta. Lucípide. Ela usava um vestido elegante e dessa vez Dartan toma a dianteira, fazendo os cumprimentos. Lucípide atende Dartan com toda atenção que lhe é de costume, porém dessa vez deixou seu primo no vácuo e veio lhe falar, logo após os habituais cumprimentos: "Lorde Moldi, perdoe mas não poderei ficar. Estes dias na corte de Chats estão cheios e fui requisitada para um jantar na Casa do Conde de Agrápia, sabe que não posso negar a um convite do príncipe herdeiro... Passei apenas para justificar minha ausência! Espero que tenha recebido o convite do banquete. Estarei aguardando pelo Senhor." Ela então se despede faz um cumprimento rápido a Dartan e segue para a carruagem. A casa do seu tio é confortável, tinha dois pisos. Um pequeno, jardim que dava acesso ao salão de entrada colunado, a frente uma escadaria central se dividia em duas levando para os quartos no andar superior. Ainda no terreo, havia uma cozinha, uma sala de jantar, uma pequena sala de visita, além de um aposento para os empregados.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Rua dos Alfaiates.jpg
#141 Marcus Moldi Enviado : 06/01/18 16:31
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
"Sim, recebi o seu convite e me sinto lisonjeado em tê-lo recebido em seu nome..."

(Pensamento: Qual a ligação da Casa do Conde de Agrápia com o Príncipe herdeiro?)

Posteriormente, tento animar o meu primo para que o jantar transcorra da melhor maneira possível:
“Primo, a Sra. Lucípide está sendo muito requisitada nesses dias em que se aproximam do jantar da alta nobreza que acontecerá daqui a dois dias...Se anime meu primo, pois terás o seu momento para dançar e galantear com a Sra. Lucípide... Pelo que ela mesmo comentou comigo quando nos conhecemos, ela o admira por demais Dartan... Vamos adentrar, pois temos uma convidada de honra em nossa residência” Adentro a casa de nossa família para começarmos o jantar.
#142 saulocr Enviado : 06/01/18 17:35
MARCUS MOLDI

Citação:
Seu primo estava decepcionado e nem suas palavras de incentivo melhoraram seu ânimo. Vocês voltam a sala de jantar, sua tia Hilda e Martina conversavam alegremente, ela estava falando sobre seu período de estudos em Runa. Logo que chegam Hilda fica de pé e vai até vocês: "E a tal Lucipide não vai ficar?" Dartan acena que não com a cabeça. Sua mãe então comenta com desdém: "É até bom. Meu filho merece coisa muito melhor do que a filha de uma cafetina, com carinha de anjo. Venha querido..." Ela pega pelo braço de Dartan, praticamente passando a sua frente e o coloca na cadeira vazia ao lado de Martina. Em seguida ela volta a sentar-se de frente pra a baronetesa, ao invés de sentar-se na outra cabeceira da mesa. Antes que você pudesse começar a falar ela te interrompe: "Querida, eu lhe disse que Dartan estudou em Saravossa? Voltou recentemente a Pechara."
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Casa Moldi.jpg
#143 Fernão Coppa Enviado : 06/01/18 17:51
Jogador: samuel.azevedo
EF: 33
EH: 9
Karma: 0
Lançamento 3d20=6,3,1
Etiqueta 3, Empatia 3, Negociação 4

Percebo que a Aldramel pode ter trazido a roupa que ela achava que estava dentro de minhas posses, apenas pela minha aparência. Tento usar de etiqueta para dizer de uma forma delicada que aquela roupa era simples para minha posição social, então borrifo um pouco do meu novo perfume sedutor em mim. E tento seduzi-la com Empatia 3 por meio de elogios:

- Roupa muito bem cortada, trabalho de alfaiataria admirável. Feito por mãos delicadas e precisas. A dama acha que este perfume combina com esta roupa? Eu mesmo o preparei com meus ajudantes em meu laboratório.

Procuro tocar suas mãos.

- Perdoe-me o atrevimento, mas preciso dizer que tens belas mãos, e são tão macias! Esta roupa cai bem em mim, mas ela é simples comparada com outras de sua própria loja talvez a bela dama tenha outra mais elegante para um visconde como eu?




Caso ela caia nos meus encantos sedutores, aproveito para ir até onde ela esteja disposta a ir... Depois que ela traz a melhor roupa, tento convencê-la a fazer os ajustes a tempo para a festa. Caso não consiga isso, compro a que serviu. Procuro usar a roupa velha como troca para negociar um preço menor.
#144 Marcus Moldi Enviado : 06/01/18 19:08
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Percebendo os planos de minha tia e sem querer perder a etiqueta, sento-me ao seu lado, para poder incomoda-la e conseguir conversar olhando para a minha convidada: “Imagino que Saravossa realmente seja um lugar esplêndido tanto para os estudos como para as artes, mas duvido que lá exista alguém mais sábio, letrado e que saiba transmitir conhecimento do que meu Tio Carlos Moldi... Tudo que Dartan e eu somos hoje culturalmente, nossa educação em todos os âmbitos, devemos ao Lorde Carlos Moldi...”Nesse momento, levanto-me da mesa com o objetivo de propor um brinde e falo: “Gostaria de propor um brinde para o nosso Anfitrião, o Lorde Carlos Moldi e a nossa convidada de honra, a Barnetesa Martina Manhão Sul, pessoas ais quais tenho uma grande estima.”
#145 saulocr Enviado : 06/01/18 19:47
MARCUS MOLDI

Citação:
Você interrompe Martina antes que ela pudesse responde a sua tia. Seu tio no inicio nega-se dizendo que não era necessário um brinde, mas no fim ele acontece, com um certo constrangimento por parte da baronetesa. Após um silêncio curto Martina pergunta: "Então Marcus... você e Dartan, foram criados juntos?" Novamente sua tia intromete-se e responde antes de você: "Na verdade não. Ele morou com seus pais até os 12 anos, quando o pai foi morto, sua mãe veio morar de favores na minha casa. Esta época coincidiu de Dartan ir para Calco."ogo em seguida sua tia pede para que o jantar seja servido, no caso carne de gado temperada, pão doce e legumes.


FERNÃO COPPA

Citação:
Etiqueta 3, Rolamento 6, Branco, Rotineiro.
Empatia 4 (+1 perfume), Rolamento 3, Branco, Rotineiro.
Negociação 4, Rolamento 1, Verde, Falha.
Negociação 4, Rolamento 9, Amarelo, Fácil.

Após o seu galanteio, a mulher usava o cabelo solto e volumoso, ela sorri pra você e tira uma mecha de cabelo do rosto colocando atrás das orelhas, descobrindo sua natureza elfíca. Certamente uma semi-elfa, algo um pouco raro em Chats. Você sentiu que depois das suas ultimas ações ela passou a lhe olhar diferente. Pediu para que aguardasse e após uns poucos minutos ela volta com um outro traje: "Este foi encomendado pelo próprio Conde de Agrápia, entretanto achou a cor muito forte, ele preferia algo mais suave... Vista-se" Ela te deixa a sós na frente de um espelho grande de vidro, era o primeiro que via na vida, normalmente eram feitos de alguma liga metálica, mas este não, era emoldurado em prata. O traje era alinhado e tingido de vermelho, a calça feita de lã de dozecorneo com um corte impecável. Uma camisa de seda branca e um casaco também vermelho com detalhes dourados e prateados, além é claro, dos botões que eram pequenas peças de ouro. Completava ainda a indumentária um lenço de seda branco. Você dá uma rápida olhada e ela aparece para ver e dar um ultimo retoque, uma peça de linho preta que foi colocada ao redor de sua cintura como uma cinta. Por fim ela comenta: "O Conde tinha razão... Essa lã exportada de Conti, é extremamente confortável... Custam 75 moedas de prata". Você fica encantado com o que vê e certamente vale cada prata...
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Caius_zps3f4037d2.png
#146 Marcus Moldi Enviado : 06/01/18 21:29
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Durante o jantar e quando o momento for propício, irei responder a Baronetesa e continuar o dialogo com a mesa, mantendo a elegância e etiqueta:

“Realmente convivemos pouco na infância, mas meu tio nunca fez distinção da forma que educou Dartan de mim, Baronetesa... Meu pai e irmão eram da ordem dos Cavaleiros Brancos e morreram protegendo a nossa pátria contra a praga que vinha de Luna...Minha amada mãe vem a ser irmã do Lorde Carlos Moldi e eu sou muito grato pelo acolhimento recebido pelo meu Tio e por minha Tia Hilda...Fale um pouco como foi sua infância Baronetesa, para que possamos conhece-la melhor... Meu tio comentou que conversou com seu pai, o Barão Alarco no passado e me falou que ele é um homem genial; um inventor de mão cheia...Espero ter a oportunidade de conhece-lo...Ele estará no evento da Alta Nobreza daqui a dois dias Baronetesa?”
#147 saulocr Enviado : 07/01/18 00:09
MARCUS MOLDI
Citação:

Logo que você começa a falar sobre seu pai e irmão, a baronesa interrompe: "Francamente Marcus... vai falar de morte e peste, justamente hoje? Não ligue querida o rapaz veio do campo. Coma, experimente essa salada". Hilda diz enquanto empurrava uma tigela cheia de legumes e mel. Martina um pouco sem jeito se serve. Você então retoma a conversa com outra abordagem perguntando sobre a infância de Martina. Novamente Hilda se intromete: "E esse vestido de linho tingido, é feito em Mutina ou você comprou em Marana? Ouvi falar sobre o linho bordado que os elfos fazem são excelentes." Martina se resume em dizer que sua infância foi boa. Em seguida responde a Hilda dizendo que o vestido ela comprou em Chats de uma semi-elfa da rua dos alfaiates. Sua tia pede mais algumas informações sobre a tal mulher e então elas param de conversar. Era a sua deixa, dessa vez você começa a perguntar sobre Alarco Manhão Sul, antes que ela pudesse responder ela diz: "Você trouxe a moça aqui para falar do irmão dela?" Dessa vez seu tio se manifesta: "Já chega, perdi o apetite" Ele fica de pé cumprimenta a Baronetesa e deixa a mesa. Seu primo um pouco sem jeito também fica de pé alegando que estava se sentindo mal, entretanto foi repreendido pela mãe: "Dartan, pra onde pensa que vai? Que modos são esses, deixar a mesa antes da convidada!" O rapaz se desculpa e volta a se sentar. Um novo silêncio pairava no ambiente, somente o barulho dos garfos e facas contra os pratos eram ouvidos. Quando você faz uma última tentativa de diálogo perguntando sobre o banquete, e dessa vez ela te repreende com veemência:"Nao percebe que a moça está tentando comer? Essa é a educação que te demos? Pode comer querida ele não vai mais lhe perturbar." Martina fica muda e apenas termina o jantar. Hilda pergunta com um sorriso de satisfação:"Gostou do jantar querida? Eu mesmo preparei." Martina acena que sim com a cabeça e fica de pé: "Acho que já deu minha hora! Obrigado pelo convite."
#148 Marcus Moldi Enviado : 07/01/18 01:31
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Lançamento 1d20=2
Prontamente após a fala de Baronetesa, me levanto e vou em sua direção para leva-la até a carruagem, com o presente que comprei para entrega-la e falo, já do lado de fora da residência dos Moldi: “Desculpe a indelicadeza e deselegância de minha Tia...O que eu sou e a minha família não se resumem a minha tia Hilda...Eu a respeito, pois ela e meu tio acolheram a mim e a minha mãe depois que meu pai e irmão vieram a falecer...” Pego o sabre e entrego nas mãos da Baronetesa Martina Manhão Sul “É apenas um singelo presente que vem para formalizar o que algumas semanas declarei em sua carruagem e que representa as minhas intenções para com a Senhora...” Fico de joelhos, segurando em suas mãos, olhando em seus olhos e esperando pela resposta da Baronetesa Martina Manhão Sul.

[1d20]

OBS: Se for necessário algum teste de Empatia ou Etiqueta (Colunas 5 e 6 respectivamente), já deixarei a rolagem, caso contrario, esqueça essa rolagem
#149 saulocr Enviado : 07/01/18 20:31
MARCUS MOLDI

Citação:
Marcus, Empatia 5, Rolamento 2, Branco, Rotineiro.

Ela te acompanha em silêncio até a saída escutando o que tinha a dizer, quando oferece o presente, ela arregala os olhos na sua direção e te responde: "Eu não posso aceitar..." Ela larga sua mão com delicadeza e devolve o sabre, enquanto dizia: "Temo que o lorde tenha confundido as coisas, não sei se fiz algo que fez você pensar em algo diferente. Mas o senhor não tem as características que procuro em um pretendente. Me perdoe..." Ela deixa-o no vácuo e entra na carruagem.
saulocr anexadas as seguintes imagens:
Rua dos Barões.jpg
#150 Marcus Moldi Enviado : 07/01/18 23:56
Jogador: Belisario
EF: 20
EH: 15
Karma: 12
Me recomponho depois das palavras da Baronetesa e falo: “Não tem o que perdoar Baronetesa, talvez realmente eu tenha confundido as coisas...Tenha uma ótima noite...”

Retorno para dentro da residência, vou à direção do meu quarto, guardando o sabre dentro da minha roupa sem dar mais alguma palavra, pensativo:

(Pensamento: Gostaria muito de entender os motivos verdadeiros para que minha tia tenha tanta raiva da minha pessoa...Talvez o que minha mãe, ainda em Pechara me dissera, tenha algum fundamento em relação a Dartan não ser filho legítimo de meu tio)

Usuários visualizando este tópico
Guest
8 Páginas «<34567>»
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET