Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

2 Páginas <12
Ninfa - (Revisão) Opções
#31 Flávio Baptista Enviado : 08/07/18 00:08
Conto ou lenda:
São filhas de Ganis, Deusa do mar, criadas a partir dos fios de cabelo da própria divindade. As ninfas nunca envelhecem, permanecendo jovens e belas por toda a eternidade.
Descrição Física:
Sua aparência varia muito, mas são sempre “mulheres”, aparentando ter entre 15 e 30 anos e nunca trajando qualquer vestimenta. Não pertencem a nenhuma das raças conhecidas, embora assemelhem-se muito aos humanos e elfos.Origem: Essas criaturas são oriundas de tempos remotos, tendo sido criadas pela deusa da água em local desconhecido.
Organização e habitat:
Habitam, isoladas, o entorno de rios, lagos e praias afastadas, além de cachoeiras no interior de florestas pouco exploradas.Comportamento e motivação: Elas costumam procurar amantes entre os Elfos e Humanos, escolhendo apenas os mais bonitos (que possuam a caracterização “beleza” [2] ou [3], logo “muito belo” ou “deslumbrante” respectivamente) e/ou carismáticos (com carisma 4 ou qualquer pontuação superior nesse atributo). Caso uma ninfa se interesse por um mortal, ela tentará conquistá-lo com sua beleza e poderes místicos, o mantendo ao seu lado pelo tempo que quiser e/ou conseguir (isso pode variar de uma noite a um ano). Lembre-se que elas são filhas de uma Deusa, sendo, por isso, muito arrogantes. Caso sejam desprezadas ou recusadas por um mortal, elas podem se tornar inimigas terríveis desse indivíduo. Se satisfeitas, no entanto, podem se tornar aliadas sem igual.

Não trazem consigo instrumentos concretos de ataque, no entanto, podem portar “Arma Divina”; como sugere o nome, trata-se de um armamento que surgi por meio de concessão divina. Essa “arma” é feita de uma luz sólida e pode assumir qualquer formato, inclusive, de armas impulsoras, para as quais é gerado também um projétil por rodada. Por se tratar de um armamento santo, sua duração limita-se até o término do combate.

Informações complementares:As ninfas possuem tesouros, sempre escondidos dos olhares gananciosos dos aventureiros.

Comportamento em combate: Essa informação já existe na parte de coragem.

Mudei algumas coisas.
#32 Flávio Baptista Enviado : 08/07/18 00:10
Citação:
- No texto você citou nome de caracterizações e o custo delas. Não acredito que o custo deva ser citado.


Acredito que se inexiste uma regra que impeça a citação do custo, não há motivo para não mencioná-lo. Ainda mais nesse caso, quando a caracterização é dividida em cinco variantes. Acho na verdade que é até pertinente, para que não aja má interpretação.

Citação:
- Por uma questão de padrão as habilidades das criaturas tem sido refeitas e postas no mesmo nível que o estágio da criatura + atributo racial pertinente.


Todas as habilidades estão obedecendo esse padrão.


#33 Flávio Baptista Enviado : 08/07/18 00:37
Citação:
- Na parte de magia tem alguns problemas:

Arma de Ganis (10): Ela já tem ataque próprio que é arma divina, não precisa de uma magia pra criar um ataque, ela já faz isso. Pode remover este encanto.
Hidrotolerância (10): A criatura já respira embaixo d'água, essa magia não é necessária em sua lista. Pode Remover este encanto.
Transporte Dimensional (10): Nada lhe impede de por Transporte Dimensional no nível 10 em sua lista, no entanto o último nível funcional da magia é o 9. Como ela não é uma magia de resistência, não tem um motivo real para ela estar acima do último nível funcional. Sugiro Trocar de 10 para 9.


Hidrotolerância (10) tem outros efeitos, além de permitir a respiração sob superfície aquática, portanto vou manter.

Transporte Dimensional já foi colocado no nível sugerido.

Sobre a Arma de Ganis, eu a coloquei na criatura no início da revisão, quando ainda não tinha chegado numa ideia de ataque que pudesse condizer com a criatura. Portanto, vou levar em consideração sua sugestão que é pertinente e removerei essa magia.
#34 Flávio Baptista Enviado : 08/07/18 00:58
Citação:
Caso entrem em combate, ativa-se nelas de forma passiva a magia Proteção Divina (9).
Ativa e passiva? Porque você não troca esse texto que está um pouco confuso para algo como: "Ao ficarem em iminência de combate passam a sofrer os efeitos do encanto Proteção Divina (9)


Não consigo compreender onde está feita a confusão. São duas palavras de sentido totalmente distintos, então, a menos que o leitor as desconheça, vai conseguir entender completamente o emprego delas.
A sua oração também está muito boa, mas vou manter a atual por não acreditar que haja com o que se confundir.
#35 Flávio Baptista Enviado : 08/07/18 01:13
Citação:
Citação:
*Persiste até o término do combate.
Esse tipo de informação faz parte da regra de moral, que por sua vez faz parte do temperamento que você escolhe pra criatura. Só Colocar "Não Afetado".


Você se enganou. Se reparar, na magia Arma de Ganis existe um asterisco, logo se trata de adendo. Não tendo nada a ver com a coragem da criatura.
#36 Flávio Baptista Enviado : 09/07/18 01:09
Fiz algumas alterações pertinentes. Se não houver mais considerações a serem feitas, dou por encerrada a revisão.
#37 Hazafer Enviado : 11/07/18 22:21
Olá Flávio, tudo bom?
Sou o novo coordenador na área de criaturas.
Eu ví o seu trabalho e devo fazer algumas considerações, pois pretendo conduzir as revisões das criaturas com o objetivo de padroniza-las para o livro 3.0, blz?
Observações pertinentes:
1- O texto não está seguindo o molde de criação, sugiro que leia este verbete Modelo para os textos das criaturas
2- Não há necessidade de colocar valores para atributos ou caracterizações, nem precisa menciona-los.
3- Você usou o termo "santo" para a arma que ela usa, no caso deveria ser divino.
Isso é o básico que precisa ser ajustado. Agora só umas dicas que pode te ajudar a por um pouco de consistência na criatura.
Durante o processo criativo, tente tratar a criatura como se ela realmente existisse. No texto diz que sua preferência de amantes são elfos e humanos. Pq? Por conta da beleza?
Elas se apresentam como mulheres entre 15 e 30 anos, tem alguma razão para ter essa diferença de idade? Idade humana ou élfica? Elas são solitárias. Qual a relação dela com suas irmãs?
Ou seja, explore mais o enriquecimento da criatura. Seus gostos, comportamento, personalidade, fraquezas, etc.

No seu texto a criatura está sempre a disposição de dois caminhos, é uma coisa mas pode ser outra. É melhor você definir uma linha só para seguir.
É pra finalizar, pq já está textão, kkkkk, reflita se Ganis é a dinvidade mais adequada para essa sua proposta. Tem que tomar muito cuidado, quando se envolve questões de Deuses, Demônios e outras referências de Cosmologia. Por exemplo Ganis, não é só colocar o bicho em baixo da água e pronto, tem seus dogmas, ensinamentos, condutas, etc. Sugiro que você pesquise sobre os Deuses para dar mais coerência no comportamento e personalidade da Ninfa.

Desculpa, pode parecer que só estou metendo pau no seu trabalho, mas é muito pelo contrário, eu gostei da sua ideia central, só quero ajudá-lo a lapidar o projeto e organizar as ideias.
Abraço.



Democracia: Sistema político q a soberania é exercida pelo povo

Monarquia: Sistema político q tem um monarca como líder do Estado

Anarquia:Sistema político desprovida de direção e/ou normas, baseado na negação do princípio de qualquer tipo de autoridade
#38 Flávio Baptista Enviado : 12/07/18 02:10
Citação:
1- O texto não está seguindo o molde de criação, sugiro que leia este verbete Modelo para os textos das criaturas


Eu já li diversas vezes. Você ou o Azurius podem, inclusive, me apontarem onde o texto foge do padrão. Por gentileza, é claro.

Citação:
2- Não há necessidade de colocar valores para atributos ou caracterizações, nem precisa menciona-los.


Necessidade tem. Como já foi explicado em comentário anterior, é uma forma de deixar explícito de qual parte da caracterização (ela se divide em cinco) se trata. Agora, se vocês me falarem que tem uma regra que não permite colocar o custo da caracterização na descrição, eu entenderei. Mas, de qualquer maneira eu vou tirar. A ideia era deixar bem entendido.

Citação:
3- Você usou o termo "santo" para a arma que ela usa, no caso deveria ser divino.


Só usei esse termo pra não repetir tanto a palavra “divina”. Uma regra gramatical que vou ignorar também. Trocarei a palavra.

Citação:
Isso é o básico que precisa ser ajustado. Agora só umas dicas que pode te ajudar a por um pouco de consistência na criatura.
Durante o processo criativo, tente tratar a criatura como se ela realmente existisse. No texto diz que sua preferência de amantes são elfos e humanos. Pq? Por conta da beleza?
Elas se apresentam como mulheres entre 15 e 30 anos, tem alguma razão para ter essa diferença de idade? Idade humana ou élfica? Elas são solitárias. Qual a relação dela com suas irmãs?
Ou seja, explore mais o enriquecimento da criatura. Seus gostos, comportamento, personalidade, fraquezas, etc.

No seu texto a criatura está sempre a disposição de dois caminhos, é uma coisa mas pode ser outra. É melhor você definir uma linha só para seguir.
É pra finalizar, pq já está textão, kkkkk, reflita se Ganis é a dinvidade mais adequada para essa sua proposta. Tem que tomar muito cuidado, quando se envolve questões de Deuses, Demônios e outras referências de Cosmologia. Por exemplo Ganis, não é só colocar o bicho em baixo da água e pronto, tem seus dogmas, ensinamentos, condutas, etc. Sugiro que você pesquise sobre os Deuses para dar mais coerência no comportamento e personalidade da Ninfa.

Desculpa, pode parecer que só estou metendo pau no seu trabalho, mas é muito pelo contrário, eu gostei da sua ideia central, só quero ajudá-lo a lapidar o projeto e organizar as ideias.
Abraço.


Vou fazer algumas mudanças. Talvez mude o texto todo. Imagino que esteja bem ruim. A descrição não é toda minha, eu só fiz algumas “emendas” na original.
#39 Fábio_CM Enviado : 12/07/18 09:15
Hazafer escreveu:
2- Não há necessidade de colocar valores para atributos ou caracterizações, nem precisa menciona-los.

Você está se referindo ao que aparece no texto descritivo da criatura, belo e o valor de carisma?

Se for, por que não precisam aparecer os valores? São informações importantes para o mestre que irá ler a criatura a fim de colocar o desafio. Mesmo que as informações estejam no corpo do texto, lembremos que trata-se de um livro de regras.
#40 Hazafer Enviado : 12/07/18 22:24
Oi Flávio, boa noite.
Seu texto segue na ordem correta,
os pontos que eu falei para você padronizar com o molde são:
1- Colocar a referência no final do primeiro parágrafo.
2- Separar o conteúdo de Origem da Criatura, do parágrafo da descrição física.
3- Separar o conteúdo de Comportamento e Motivação, do parágrafo de Organização e Habitat.
4- Explicar no corpo do texto a relação dela com seus poderes especiais e informar a distância que os projéteis atingem.
5- Colocar "vezes por dia". Está apenas "vezes".

Agora quanto aos valores de atributos, caracterizações, etc. Não tem nenhuma regra que impede de colocá-las no corpo do texto, apenas sugeri que você trouxesse essas informações de uma outra forma. Você está apresentando a criatura de uma maneira muito didática.

Quanto o termo "santo". Gramáticamente falando não está errada, porém é um termo com ligações muito forte ao catolicismo, que é uma doutrina religiosa completamente diferente da doutrina religiosa de Tagmar, que segue a mitologia de panteão. Por isso sugeri que usasse sinônimos, se você a utilizou apenas para evitar as repetições e conheçe bem as regras de gramática, creio que não será nenhum problema a possibilidade colocar outro.
Seu trabalho não está ruim, são apenas críticas e sugestões voltadas para a valorização do material que você está produzindo. Estou aqui para ajudar e ser ajudado. Tem muita coisa que você pode utilizar para enriquecer sua criatura em cada parágrafo (claro, com cuidado para não deixar o texto gigante). Deixando-a cada vez mais interessante. Por exemplo: Já pensou em descrever que a arma Divina assuma a forma desejada sendo construída de água ao invés de luz? São sugestões. Peço que não fique chateado comigo, vamos trabalhar juntos pra deixar a Ninfa ser cobiçada por várias mesas que jogam Tagmar.
Abraço brother, esperando suas alterações.
Democracia: Sistema político q a soberania é exercida pelo povo

Monarquia: Sistema político q tem um monarca como líder do Estado

Anarquia:Sistema político desprovida de direção e/ou normas, baseado na negação do princípio de qualquer tipo de autoridade
#41 Flávio Baptista Enviado : 19/07/18 03:26
Boa noite, Hazafer. Desculpe-me a demora pra responder. Eu estou tendo pouquíssimo tempo para, inclusive, revisar a criatura. Mas, já voltei a fazer as alterações sugeridas e em breve terminaremos a tarefa.

Sobre a sua sugestão de colocar a "arma divina" para assumir um formato a partir da água, eu tinha mesmo pensado em fazer isso, visto que eu ia baseá-la na magia "Arma de Ganis". Não o fiz, porém, pelo fato de o Azurius ter posto esse ataque também na criatura "Enviado", para o qual descreveu que a "arma divina" assumiria um formato a partir de luz sólida. Ou seja, eu quis copiar essa parte da descrição do "Enviado" para que fosse formado um padrão.

A questão de colocar a referência após o parágrafo de conto ou lenda, eu acredito que tenha sido levantada para evitar problemas com direitos autorais. Mas a maioria dos textos aqui são de autoria dos próprios colaboradores do fórum, senão a totalidade. Eu posso estar enganado também, mas se for o caso, me esclareçam por gentileza.

Já a respeito de separar os conteúdos em parágrafos, eu posso fazer. Mas sete parágrafos para um texto pequeno pode quebrar demais o mesmo.

Agora, não estou conseguindo achar onde coloquei "vezes".

O termo "santo" não será mais usado.

Por fim, farei as mudanças que forem pertinentes. Abraço!
#42 Hazafer Enviado : 19/07/18 21:28
Relaxa brother, tempo é uma coisa apertada pra maioria aqui. Você pode ir ajustando aos poucos.
A Ninfa não precisa seguir o padrão do Enviado, nem dá, são seres muito distintos.
A referência no parágrafo de contos e lendas é uma assinatura de algum personagem, relatos de documentos históricos, etc que existem dentro da ambientação. Não é do autor do texto em sí.
Por exemplo, quem fez aquele relato no contos e lendas da Ninfa, poderia ser o bardo fulano ou um rei sátiro.
A proposta de ter as informações separadas por parágrafos ajudará em consultas especificas. Eu estava pensando que poderia ter os subtítulos antes dos textos(exceto o contos e lendas), se você puder fazer essa gentileza, eu ficaria muito grato. Exemplo:
Descrição Física: Texto.
"Vezes" está na parte técnica dos poderes especiais ou magias, não lembro bem. O correto é " vezes por dia". A não ser que ela tenha aquele limite de uso durante toda sua vida.

Bem, é isso, vlw e bom trabalho.
Democracia: Sistema político q a soberania é exercida pelo povo

Monarquia: Sistema político q tem um monarca como líder do Estado

Anarquia:Sistema político desprovida de direção e/ou normas, baseado na negação do princípio de qualquer tipo de autoridade
Usuários visualizando este tópico
Guest (2)
2 Páginas <12
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET