Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Questão da Enquete : Enviado (Revisão) (Enquete fechada)
Escolha Votos Estatísticas
Aprovado 3 100 %
Reprovado (precisa de melhorias) 0 0 %

Enviado (Revisão) Opções
#1 Fábio_CM Enviado : 30/04/18 14:43
Esta discussão foi criada para discutir a criatura Enviado (Revisão).

Acessem a criatura pelo link acima. Critiquem, dêem sugestões.

OBS: Façam apenas sugestões e críticas que conduzam a uma melhoria do texto.

OBS2: O texto da criatura deve seguir o modelo para os textos das criaturas.
#2 Sistema Automático Enviado : 30/04/18 16:23
A Terefa foi solicitada pelo usuário azurius
#3 Azurius Enviado : 30/04/18 16:24
Opa, primeiro eu pretendo fazer uma revisão geral nas habilidade e técnicas dele.
#4 Fábio_CM Enviado : 30/04/18 17:48
Azurius escreveu:
Opa, primeiro eu pretendo fazer uma revisão geral nas habilidade e técnicas dele.

E nas magias. Foi apontado que eles tem uma magia na lista que nem existe mais.
#5 Azurius Enviado : 03/05/18 07:41
Fábio, não consigo editar a criatura, ela ainda não está no meu nome.
Vê isso pra mim por favor.
#6 Azurius Enviado : 20/05/18 20:20
Tem como criar uma ataque chamado Arma Divina?

Arma Divina = As colunas de ataque serão iguais ao estágio do evocador acrescido de sua aura.
#7 Fábio_CM Enviado : 21/05/18 08:56
Azurius escreveu:
Arma Divina = As colunas de ataque serão iguais ao estágio do evocador acrescido de sua aura.

Não sei se faz muito sentido acrescentar um ataque baseado no poder do sacerdote para uma criatura fixa Think
#8 Azurius Enviado : 21/05/18 10:39
Vai ser a mesma coisa, contudo, vai mudar o nome pq eu deixei o enviado transformar em outras armas além do bastão.
#9 Fábio_CM Enviado : 21/05/18 10:44
E tu não consegue editar o nome do ataque?
#10 Azurius Enviado : 21/05/18 11:18
O nome creio que não.
Isso é uma função da coordenação, não é?
#11 Fábio_CM Enviado : 21/05/18 13:03
Ah, o nome não consigo mudar. Tem que pedir pro Marcelo.
#12 Azurius Enviado : 21/05/18 13:09
Deixe em tuas mãos esta tarefa meu nobre coordenador. Rs
#13 Azurius Enviado : 29/05/18 14:04
Desde a última msg que eu enviei aqui já havia acabado a revisão. Podemos votar?
#14 Fábio_CM Enviado : 29/05/18 15:33
Você removeu a descrição dos enviados e substituiu tudo por um texto geral? Não há nenhuma diferença física entre eles? Nenhuma forma de combater diferente? Os menores não são mais os enviados utilizados para espionagem? Acho que falta complementação neste texto.
#15 Azurius Enviado : 30/05/18 09:06
Citação:
Você removeu a descrição dos enviados e substituiu tudo por um texto geral?


Substitui sim, vejo que desta forma o mestre tem mais liberdade pra dar detalhes ao seu gosto.

Citação:
Não há nenhuma diferença física entre eles?


Então, eles não tinham diferença física, pq não tinha descrição real deles, o que tinha era uma forma preferida.

Citação:
Nenhuma forma de combater diferente?


Pode explicar um pouco mais o que está em seu imaginário?

Citação:
Os menores não são mais os enviados utilizados para espionagem?


O uso, assim como a visão geral deixei a critério do usuário/mestre. Eles são enviados pra auxiliar o sacerdote em sua hora de necessidade, não vi motivo pra limitar ainda mais os tipos de ajuda.
#16 Fábio_CM Enviado : 30/05/18 14:39
Eu não acho uma boa ideia não especificar a função da criatura.

Esta forma de apresentação não implica em diferença nenhuma entre os enviados. A impressão que está sendo passada é que eles podem, inclusive, serem uma única criatura, cada uma com uma experiência diferente.

Os tipos de enviados devem apresentar alguma diferença entre si, assim como os demônios tem diferença de castas entre eles. Você pode pensar em castas, função social, porte físico ou capacidades combativas como sendo as diferenças entre eles.

Azurius escreveu:
O uso, assim como a visão geral deixei a critério do usuário/mestre. Eles são enviados pra auxiliar o sacerdote em sua hora de necessidade, não vi motivo pra limitar ainda mais os tipos de ajuda.

A razão de editar a criatura não é fortalecer a magia. Muito pelo contrário! Sacerdotes de estágio 10 estão conseguindo invocar criaturas de estágio 12, enquanto sacerdotes a partir do estágio 11 já conseguem invocar criaturas de estágio 25 com a magia ancestral. Se a intenção é organizar a magia, edite as criaturas para que o estágio delas não se torne maior do que o estágio do sacerdote que irá invocá-las.
#17 Azurius Enviado : 30/05/18 18:15
Dei primárias a eles.
#18 Marcelo_Rodrigues Enviado : 05/06/18 08:54
Tem uma coisa que ficou muito ruim. Foi retirado os nomes dos enviados. Na época que colocamos nomes foi exatamente por causa de uma reclamação que era muito ruim esta nomenclatura de numeração de tipos. Sei que no texto tem os nomes, mas quem olha a lista não vê o que é a criatura.

Minha sugestão: devolve no subtipo da criatura o número junto com o nome. Veja o Exemplos:

Enviado Menor - Mensageiro
Enviado Tipo I - Soldado

Notei também que o texto foi muito cortado em termos de informação nos tipos IV e V.
#19 SonOfBalthor Enviado : 05/06/18 09:12
Podia deixar pelo menos em negrito os tipos, já que fez um texto em geral para os enviados.
Poderia ter uma pequena citação sobre cada tipo, por exemplo creio que os tipos V devem ser os mais orgulhosos, só coisas pequenas mesmo
#20 Azurius Enviado : 05/06/18 13:55
Marcelo, entendi a sua crítica, coloquei novamente as nomeclaturas.
Son, dei mais uma pitadinha de personalidade aos tipo iv e tipo v.

Algo mais pessoal?
#21 Marcelo_Rodrigues Enviado : 07/06/18 19:28
Mas tinha umas informações importantes de comportamento dos enviados IV e V que foram cortadas:

Enviado tipo IV (Protetor da Luz) .
Esses enviados são normalmente os Porteiros das entradas dos reinos dos Deuses a quem servem, mas no plano material normalmente são incumbidos de grandes missões, normalmente como guardiões de lugares sagrados. Sua personalidade é fascinante e carismática, embora eles sejam super-confiantes e arrogantes. Sua aparência verdadeira é a de uma imensa ave de luz que parece um falcão, mas podem tomar qualquer forma (ver enviado tipo II). No plano terrestre assumem a aparência de um indivíduo jovem, geralmente da raça que mais se associa ao seu Deus (todos os enviados de Palier assumem a forma de elfos, enquanto os de Parom e Blator assumem a forma de anões). Os enviados do tipo IV não gostam de pompa e honrarias, tendo certa aversão por futilidades. Estes seres de grande poder são orgulhosos de seu status, não aceitando missões pequenas ou papéis subalternos.

Enviado Tipo V (Arconte Celestial) .
Os Arcontes Celestiais são incorporações poderosas da glória da divindade a qual servem. Estes enviados servem como regentes e juízes dos reinos celestes, além de comandarem as hostes divinas contra tudo que vai contra os desígnios de seu deus. Estes deveres requerem dos mesmos toda a sua atenção, razão pela qual eles se ressentem quando são convocados para o plano material. Orgulhosos, seguros e presunçosos ao extremo, jamais aceitam missões consideradas insignificantes por eles. Se conjurados para tarefas ínfimas repreendem severamente o invocador e retornam aos seus afazeres. A verdadeira aparência dos Arcontes assemelha-se a um imenso ser dracônico envolto por uma cegante luz dourada. Suas faces possuem uma expressão severa, majestosa e um tanto fria e distante de quem se acostuma a tomar grandes decisões. Como os demais enviados, podem assumir qualquer forma de seres racionais (ver Enviado tipo II) sendo que, no plano material, eles preferem a fisionomia de um ser adulto, forte, imponente e de ar altivo e nobre, geralmente da raça que os convocou. Pragmáticos, metódicos e práticos, eles tem aversão por honrarias e gostam de exercer sua autoridade, nunca aceitando um papel secundário ou subalterno.

Habitualmente, os Arcontes Celestiais não costumam entrar em combate, preferindo liderar os demais enviados nas lutas. Contudo, se forçados a confrontar seus inimigos, eles se tornam aliados efetivos, bem como oponentes devastadores. Em combate estes enviados assumem sua imponente forma dracônica luminosa, com imensas asas, envolvida por uma aura dourada cegante que penaliza todos os que estiverem atacando-o com uma penalidade de -8 em qualquer ação.

OBS: na verdade não gostei de terem juntado estas criaturas. Não dava para manter separado?
#22 Azurius Enviado : 07/06/18 19:35
Tbm não curti essa junção, você pode me auxiliar e deixar 5 versões delas?
#23 Fábio_CM Enviado : 07/06/18 20:49
Eu não vejo razão para separar. Seja por critério de organização, de função ou de consulta, manter unidas estas criaturas que serão utilizadas mais pelos jogadores do que pelo mestre é bem melhor.

Se você separar, terá que escrever o texto do que são os enviados seis vezes, uma vez em cada ficha.
#24 Azurius Enviado : 08/06/18 07:45
Bom, pensem no que vai ser feito aí sem possível tenham urgência e me comuniquem por gentileza.

Fico no aguardo, abraços.
#25 Azurius Enviado : 18/06/18 17:10
Iniciamos a votação. A data para encerramento é entre 6 e 10 dias.
#26 Sistema de Votação Enviado : 24/06/18 00:00
Resultado da Votação "Enviado (Revisão)":

Aprovado, 3 votos (100%)
Reprovado (precisa de melhorias), 0 votos (0%)

Votos individuais:
Azurius - Aprovado
Fábio_CM - Aprovado
SonOfBalthor - Aprovado
Usuários visualizando este tópico
Guest
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET