Histórico Voltar para Lista
.

Os Monstros dos Mangues nada mais são do que Crocodilos como outros quaisquer. Porém, com um tamanho bastante avantajado. Para aqueles que estudam os répteis, essas criaturas também são conhecidas como Crocodilos Terríveis, um dos maiores crocodilianos que já existiu.

Acreditava-se que essas feras estariam extintas, mas há indícios de que na região dos Mangues a espécie se preservou e se reproduz vagarosamente (O contrário de épocas anteriores, nas quais a espécie era bastante abundante e difundida). De acordo com os estudiosos, o fato se dá devido a região ser mística.

Estas feras têm o hábito de atacar furtivamente todos os tipos de presas que bebem água no leito do mangue, lagos e rios por viverem chafurdados nos lamaçais e terem hábitos semiaquáticos.

Os Monstros dos Mangues possuem um crânio de aproximadamente, dois metros, mais os treze restantes, totalizando quinze metros de comprimento, pesam em torno de duas toneladas. Esta besta é suficientemente grande e pesada para assustar qualquer aventureiro incauto; um verdadeiro monstro; um carnívoro voraz.

Eles vivem pelas orlas dos mangues, no sul do continente. Acredita-se que nem mesmo um Nilrom e um Caçador dos Mangues conseguiriam abater tal presa devido ao tamanho e sua ferocidade.

Como qualquer outro crocodiliano, as fêmeas põem seus ovos – entre três e cinco - na areia. Muito raro das fêmeas porem sob a água ou lama. Os ovos medem vinte e cinco centímetros. Nos pontos mais escuros dos Mangues, onde o calor do sol não bate, a natureza mística dá um jeito de chocá-los. Além de levarem um ano e meio para nascerem, pequenos roedores locais ainda atacam os ovos para se alimentarem, dificultando mais ainda o crescimento da espécie.

Quando nascem, os filhotes medem cinquenta centímetros. Passam a partir de então a desenvolver-se rapidamente. Tempos depois o crescimento torna-se mais lento. O filhote recém-nascido está perfeitamente formado na hora de sair da casca.

Crocodilianos são animais vertebrados e rastejantes. Além de possuírem quatro (4) dedos nas patas traseiras, engolem tudo por inteiro e fazem digestão com sucos gástricos. Estranha é a respiração: poucos movimentos na caixa torácica.

De aparência ameaçadora e coloração acinzentada, os Monstros dos Mangues também têm revestimentos de placas córneas duras demais; ao longo do dorso e da cauda, formando um serrilhado. Não mudam de pele, mas as partes velhas e gastas são substituídas por outras novas.

Além de sua blindagem natural, o “Crocodilo Terrível” conta ainda com a sua cauda para se defender e atacar, quando necessário (o ataque com o rabo só pode ser usado uma vez em combate com um mesmo oponente). Achatada em ambos os lados, como um remo, e muito musculosa, permite-lhe não só deslocar-se rapidamente na água, como também dar violentas rabadas. Suas placas ósseas formam uma espécie de armadura que os protege com eficiência.

Os Monstros dos Mangues, além de serem ovíparos, chegam à maturidade sexual por volta dos dez anos de idade. Vivem grande parte da vida submersos, graças ao formato de sua cabeça e à disposição de suas narinas, que ficam numa pequena saliência, no topo do focinho. Seus olhos também se destacam sobre a cabeça, o que lhes permite - tombado na lama ou boiando nas águas - se “disfarçarem” em árvores flutuantes – e, assim, continuar de sentinela, dando a eles um belo poder de camuflagem quando está caçando (funciona como a magia Camuflagem 4, podendo ser usada livremente). Durante um mergulho, os olhos do crocodilo são protegidos por uma membrana transparente, uma espécie de terceira pálpebra. O primeiro ataque de um crocodilo camuflado tem bônus +5.

Quatro pequenas patas adaptadas para nadar (ligeiramente inclinadas para trás, com ventosas e garras compridas) sustentam a estrutura toda, forçando o animal a rastejar a barriga na lama. São criaturas de sentidos bastante aguçados. Possuem um bônus +3 em todos os testes que envolverem audição ou olfato (+4 se envolver ambos).

Em terra são répteis aparentemente lerdos e desinteressados. Mas apenas aparentemente. Na verdade, a lentidão é apenas mais um recurso para dar o bote em suas vítimas. Eles ficam parados por várias horas na mesma posição (por vezes, sendo quase completamente cobertos por lama). Os pássaros pousam e levantam voo com tranquilidade deles, de vez em quando até dentro da imensa bocarra para eliminar os restos de alimentos que se acumulam nos dentes, obtendo assim alimentação para si, farta e fácil. Em contrapartida, os Monstros dos Mangues se veem livres, com grande alívio, das sanguessugas e outros parasitas que lhe infestam a gengiva.

Quando resolvem se alimentar, disparam em incrível velocidade (25) e abocanham com força. Já nadando, ficam a maior parte do tempo boiando, distraídos – até que de repente disparam atrás de suas vítimas.

Crocodilos não possuem tesouros. São criaturas completamente irracionais e desprezam qualquer coisa que não seja uma refeição decente. Eles costumam vagar solitários ou em bandos de até 3 componentes, que caçam juntos e dividem as refeições conquistadas. Caso não encontrem refeições, no entanto, é comum que o mais fraco do bando torne-se o alimento dos demais.

Tipo de Criatura

Animais Gigantes

Organização e Habitat

Solitário ou Grupo Pequeno / Mangues

Habilidades / Técnicas de Combate

Enganação(10), Usar os Sentidos(11) / Ataque Oportuno(29), Bote(23)

Peso/Comprimento

2000 Kg / 15 m

Atributos

INT(i), AUR(-3), CAR(-3), FOR(10), FIS(5), AGI(2), PER(6)


NomeEstEFEHDefesaAtaqueLMP100%75%50%25%RFRMMoralVB
Monstro dos Mangues 2394345P2Cauda2728254637281928202925 (terra) 40 (nadando)
Mordida38373654433221